A existência de água em Marte

 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


Uma rocha encontrada nos montes Atlas, no sul de Marrocos, em 2001, veio realmente de Marte, confirmaram cientistas do Centro Oceanográfico de Southampton, na Grã-Bretanha.


A equipe que encontrou a rocha é liderada pelos experientes caçadores de meteoritos Carine Bidaut e Bruno Fectay. Eles acharam até hoje um total de seis rochas de Marte, um recorde.


O meteorito, que teria sido lançado do planeta vermelho, pode trazer evidências da existência de água em Marte no passado.


Cientistas dizem que os fragmentos de meteorito são rochas formadas de magma. Magmatismo é o principal processo pelo qual água se move do centro dos planetas para sua superfície.


As rochas foram encontradas em um platô isolado nas montanhas de Marrocos, em um local mantido em segredo para evitar uma invasão de visitantes.


“Há 30 anos, os habitantes da região procuram fósseis, por isso conhecem bem a área”, disse Fectay à BBC.


“Há alguns anos, nós os ensinamos a procurar meteoritos. As rochas da região são, na maioria, de cor clara, enquanto os meteoritos são escuros, então podem ser identificados facilmente”, afirmou o caçador de meteoritos.


Mais análises deverão ajudar a esclarecer os processos que produzem magmas em Marte, e talvez tornem possível estimar a quantidade de líquidos liberados por atividade vulcânica no planeta no passado.


Vida em Marte


Meteoritos provenientes de Marte são extremamente raros (foram identificados menos de 20 exemplares) e acredita-se que todos são fragmentos de uma mesma rocha lançada no espaço quando um grande asteróide ou um cometa se chocou contra Marte.


Meteoritos marcianos são identificáveis por não serem muito antigos (no máximo 1,3 milhão de anos), em comparação aos 4,5 milhões de anos de outros meteoritos.


Eles também mostram indícios da presença de gases raros encontrados na atmosfera do planeta.


Em 1996, uma equipe de cientistas da agência espacial americana, Nasa, afirmaram que encontraram indícios da presença de vida no passado em um meteorito proveniente de Marte.


O anúncio da descoberta causou polêmica.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *