A história de andré di mauro

André Felippe di Mauro é um ator brasileiro. Entre os mais recentes sucessos de André Di Mauro estão o festejado filme “Bope – Tropa de Elite” / “Elit Squad” (Urso de Ouro de Berlim) onde interpretou o personagem “Rodrigues” e na serie “Donas de Casa Desesperadas” onde viveu o misterioso vizinho “Miguel Delfino” (Rede TV).

André Di Mauro é sobrinho-neto do cineasta Humberto Mauro, pioneiro do cinema no Brasil e autor do livro Humberto Mauro – o pai do cinema brasileiro que em breve ganhará sua versão cinematográfica!

Nome completo André Felippe di Mauro
Óscares da Academia
Prémios Emmy
Prémios Golden Globe
SAG Awards
Festival de Cannes
César
BAFTA
Outros Prêmios

Índice
[esconder]

* 1 Carreira
* 2 Trabalhos como ator
o 2.1 Na TV
o 2.2 No cinema
o 2.3 No teatro
* 3 Ligações externas

Carreira

André Di Mauro vem fazendo muito sucesso como ator tanto no cinema como na televisão. Seu útimo trabalho no cinema foi no filme “Bope – Tropa de Elite” (Elit Squad) onde interpretou “Rodrigues” o administrador da ONG no Morro dos Prazeres que é queimado vivo dentro dos pneus em uma das cenas mais chocantes do filme. Na televisão seus últimos trabalhos foram “Donas de Casa Desesperadas” onde interpretava o misterioso vizinho Miguel Delfino (Rede TV) e na novela “Bicho do Mato” (TV Record) onde atraiu a atenção do público por sua genial atuação no papel do “Pedro”. Começou cedo sua carreira, aos 16 anos escreveu o musical Vira-Avesso, com o qual ganhou o Prêmio Mambembe de revelação como autor (1981). Trabalhou como ator em diverso espetáculos teatrais, como Sonho de uma Noite de Verão (1982), Um bonde chamado desejo (1983), Os doze trabalhos de Hércules (1985, com o Grupo Tablado). Chamado a atuar na televisão, participou de 12 telenovelas, nas TVs Globo, Record, Rede TV e Manchete. Sem nunca abandonar o teatro, escreveu e dirigiu o musical Azul (1984). No final dos anos 80, recebeu um convite para estudar no Actor`s Studio e no Lee Strasberg Institute de Nova York. Ainda nos Estados Unidos, fez curso de roteiro com Edward Albee e de análise de textos com Herbert Berghof.

Foi ator e produtor de Rocky Horror Show (1995), quando ganhou o Prêmio Sharp de Teatro para a melhor produção, o Prêmio Cultura Inglesa de Teatro e ainda o Troféu SATED (do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversão) como melhor produção musical.

Em 1998, foi assistente de direção de Paulo Cesar Saraceni no filme O Viajante e, no Rio de Janeiro, dirigiu a peça Amor de Poeta – a paixão de Castro Alves. Ainda no Rio, foi o idealizador e diretor acadêmico do primeiro curso superior de cinema da cidade do Rio de Janeiro o Curso de Cinema da Universidade Estácio de Sá, onde tambem era Diretor do Nucleo de Cinema e professor. Produtor Executivo e coordenou as produções dos curtas-metragens Você sabe quem (2000), de Maria Clara Guim, Curtíssimo (2000), de Inácio Luis, Licor de Arbusto (2001), de Rafael Prata Duarte e Antibiótico (2001), de Guti Sá Freire.

Autor do livro “Humberto Mauro, O pai do cinema brasileiro” (Ed. Idéias Ideais, 1997), um roteiro sobre a vida do cineasta Humberto Mauro, seu tio-avô.

Trabalhos como ator

Na TV

* 2007: Donas de Casa Desesperadas …. Miguel Delfino (série – RedeTV!)
* 2006: Bicho do Mato …. Pedro (Rede Record)
* 2005: Prova de Amor …. Bonforte (Rede Record)
* 2005: Avassaladoras …. (Rede Record)
* 1997: Xica da Silva …. Duarte (Rede Manchete)
* 1995: O Motim (episódio da série Você Decide)
* 1992: Perigosas Peruas …. Dentino (Rede Globo)
* 1990: Rainha da Sucata …. Maneco (Rede Globo)
* 1987: A Rainha da Vida …. André Valadares (minissérie – Rede Manchete)
* 1986: Selva de Pedra …. Guido (Rede Globo)
* 1985: Antônio Maria …. Eduardo (Rede Manchete)
* 1983: Eu Prometo …. Beto (Rede Globo)
* 1979: Malu Mulher ….(Rede Globo)

No cinema

* 2008: O Amolador …. Papel Título (Dir. Abelardo Carvalho)
* 2007: Tropa de Elite …. Pedro Rodrigues (Dir. José Padilha
* 2005: Olho Mágico (curta-metragem)
* 2001: Pedro Pintor em Auto-retrato (curta-metragem)
* 1989: O Grande Mentecapto….Humberto Mauro(Dir. Oswaldo Caldeira)
* 1988: Banana Split …. Nei (Dir. Paulo Sergio de Almeida, Prod. Roberto Backer)
* 1987: Leila Diniz(Dir. Luis Carlos Lacerda)
* 1986: Rock Estrela(Dir. Lael Rodrigues)
* 1985: As Sete Vampiras …. (Dir. Ivan Cardoso)
* 1984: Os Bons Tempos Voltaram …. Almir (Dir. Ivan Cardoso)

[editar] No teatro

* 2004 : “O Incorruptível” de Helder Costa
* 2003 : “Personalíssima” …. Galvão (de Júlio Ficher Dir.Jaqueline Lawrence, Prod. Rosamaria Murtinho)
* 1997/1998 : “Hilda Furacão”(1997/98)…. Frei Malthus (de Roberto Drumond Dir. Marcelo Andrade)
* 1995/1996 : “Rocky Horror Show” …. Brad (de Richard OBrien Dir. Jorge Fernando) (Prêmio Sharp, Premio Cultura Inglesa e Premio SATED)
* 1993/1994 “Despertar da Primavera” …. Mel (de F.Wedekind Adapt.: Tiago Santiago, Dir.:Rogério Fabiano)
* 1991 : “Entre O Neon e a Lua lá de Casa” (De André Mauro Direção: Anselmo Vasconcelos)
* 1988 : “Uma Só Andorinha Não Faz Verão“(De Giulliano Nandi Direção: Márcio Meireles Produção: Ítala Nandi)
* 1987 : “A Bela Adormecida”…. Príncepe Felipe(Texto e Direção: Fernando Berditcheviski Produção: Mírian Rios)
* 1986 : “Um Bonde Chamado Desejo” (De Tenesse Willians Dir. Maurice Vaneu Prod.Tereza Rachel)
* 1985 : “Os Doze Trabalhos de Hécules – Parte 2 (De Monteiro Lobato,Direção: Carlos Wilson Produção: Tablado)
* 1984 : “Azul” (Texto e Dir. André Di Mauro Prod. Fábio Barreto)
* 1983 : “Os Doze Trabalhos de Hécules – Parte 1 (De Monteiro Lobato Direção: Carlos Wilson Produção: Tablado)
* 1982 : “VAi e Vem” (De André Di Mauro,Direção: Marco Antônio Palmeira Produção: Artimanhas DArte)
* 1981 : “Vira- Avesso” (De André Di Mauro, Dir. Milton Dobbin Prêmio INACEN (Instituto Nacional de Artes Cênicas)Troféu Mambembe – Categoria: Revelação como Ator e Autor *Prêmio Moliére de Teatro – Categoria especial

Ligações externas

* André Di Mauro (em inglês) no Internet Movie Database

* Site oficial de Andre Di Mauro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *