Analise comparativa da ação da dexametasona





























Autor: Liliane Scheidegger da Silva
[pt] Analise comparativa da ação da dexametasona administrada pelas vias enteral e parenteral em extrações de terceiros molares inferiores inclusos
Instituição de Defesa: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Odontologia de Piracicaba
Data de Defesa: 2000-09-01
Resumo: [pt] Este estudo se propôs a comparar clinicamente os efeitos sobre a dor, edema e abertura bucal, de 4 mg de dexametasona administrada por duas vias distintas, enteral e parenteral, em pacientes submetidos a extrações dos terceiros molares inferiores inclusos bilaterais em posições similares. Foram incluídos no estudo 19 pacientes, na faixa etária entre 15 a 25 anos, apresentando bom estado de saúde geral e sem qualquer fator que contra indicasse o uso da dexametasona. Os pacientes foram submetidos a extrações dos terceiros molares inferiores em sessões distintas, sendo que para um dos lados foi utilizada a via oral e para o lado oposto a via intramuscular no músculo masséter. A dor pós-operatória foi analisada por meio de uma escala analógica visual (EAV) (KEESLlNG &KEATS, 1958), e pelo consumo de analgésicos no período pós-operatório. O edema foi analisado pela mensuração das distâncias entre pontos de referências faciais, por meio de medidas lineares como descrito por NEUPERT 111 et aI., em 1992, e por meio de medidas comparativas de fotografias obtidas nos períodos pré e pós-operatórios. A limitação da abertura bucal foi avaliada por meio de mensurações das distâncias inter-incisais pré e pós-operatórias utilizando-se um paquímetro. Os dados da dor obtidos na escala analógica visual, número de analgésicos consumidos, análise da abertura bucal e edema pelo método da fotografia foram submetidos ao teste de Wilcoxon pareado (p>0,05). Os dados obtidos na análise dos pontos de referências faciais foram submetidos ao teste de Tukey (p>0,05). Observou-se que não houve diferença estatisticamente significativa entre as vias de administração quando analisados a dor, a limitação de abertura bucal, e o edema pelo método fotográfico. Entretanto, houve menos edema quando o medicamento foi administrado pela via parenteral de acordo com os resultados da análise dos pontos de referências faciais. Diante dos resultados obtidos foi observado que em extrações de terceiros molares inferiores inclusos, não existem diferenças na intensidade da dor pós-operatória e no grau de limitação de abertura bucal, quando se emprega 4mg de dexametasona, em dose única, por via oral ou intramuscular (injeção no músculo masséter). A dexametasona administrada por via intramuscular no pós-operatório imediato indicou melhor controle do edema, segundo a análise dos pontos de referências faciais diferindo dos resultados da análise fotográfica
[en] The aim of this study was to compare clinically the effects under pain, swelling and mouth-opening after the use of 4mg dexametasone administered by two routes, enteral and parenteral, in patients who had extractions bilaterally included mandibular third molars in the similar positions. They was included 19 patient, in the age group among 15 to 25 years old, presenting condition health and without any dexametasone adverse factor. The patients were submitted to extractions of the mandibular third molars in different sessions, for one side was used orally and to the opposite the intramuscular route in the masseter muscle. The postoperative pain was evaluated by means of visual analogical scale (VAS)(KEESLlNG &KEATS, 1958), and numbers of analgesic consumed. The swelling was evaluated by measurements of the distance facial references points by means of lineal measures as described for NEUPERT III et aI., in 1992, and by comparative measurements of pre and postoperative photography. The mouth-opening was measured distance pre and postoperative central incisors by caliper. Data pain visual analogue scale, analgesic consumed, mouth-opening and edema for the photographic method were submitted by pair Wilcoxon test (p>0,05). Data obtained in the facial references points were submitted to Tukey s test (p >0,05). No statistically difference results was observed betwen the administration routes considering pain, mouth-opening and swelling by photographic method. However, a lower swelling was observed on parenteral route in facial references points method. These results indicate that in the extractions mandibular included third molars, no differences in the pain postoperative intensity and degree mouth-opening limitation, used 4mg of dexametasona, in only dose, orally or intramuscular (injection in the muscle masseter). The dexametasone administered by intramuscular route in the immediate postoperative, it indicated better control of the edema, according to analysis references facial points differing results of the photographic analysis
Titulação: Mestre em Clinica Odontologica
Contribuidor(es): Marcio de Moraes
Jose Renato Costa
Marcio de Moraes [Orientador]
Luis Augusto Passeri
Assuntos: [pt] Corticosteroides
[pt] Boca – Cirurgia
[pt] Edema
[pt] Dor
Documentos Digitais: Download Arquivo

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *