Antiga casa do chefe da estação, ao lado da estação poá, hoje abrigando um museu

Detalhes históricos

* Em fevereiro de 1919 deu-se o início da reforma e limpeza da estrada de ligação entre Poá e Mogi das Cruzes, sendo estes serviços executados por prisioneiros da cadeia pública de Mogi, e guardados por soldados do Estado, com autorização expressa do secretário da segurança Eloy Chaves.

Antiga casa do chefe da estação, ao lado da Estação Poá, hoje abrigando um Museu
Antiga casa do chefe da estação, ao lado da Estação Poá, hoje abrigando um Museu

* A primeira Agência Postal da cidade foi inaugurada no ano de 1944, sendo que sua primeira agente Antonieta Maria da Fonseca que foi também a 1ª telefonista de Poá.

* Com a companhia pró-emancipação de Poá, a cidade viu surgir três jornais: “A Voz de Poá”, “Tribuna de Poá” e “Gazeta de Poá”, sendo que só o primeiro vingou e existiu durante muitos anos. Um dos fundadores é Subhi Alexandre Maluf e mais tarde passou a se chamar “A Voz do Subúrbio”, circulando de 1949 a 1958. O primeiro prefeito de Poá, José Lourenço Marques, foi quem teve o primeiro jornal da cidade: Poá Jornal, o qual era feito na Tipografia Suburbana, de sua propriedade.

* O 1º médico a se instalar em Poá foi Gutemberg Perrone. Seu consultório médico ficava situado num antigo prédio demolido, em cujo terreno está o edifício localizado ao lado da praça dos Expedicionários. Consta que ele era médico da Santa Casa de Guararema, uma das únicas da região depois de Mogi das Cruzes. Nesta época, o 2º médico de Poá, Dr. Guido Guida, estudava medicina no CPOR – Centro Preparatório de Oficiais de Reserva.

* A Casa da Francesa ou Casa das Francesas era famosa na cidade. Era propriedade de uma família francesa que possuía uma luxuosa Mansão localizada próximo aonde foi construído atualmente o conjunto Alvorada. Pelos registros suas salas foram utilizadas depois de vazias para salas de aula.

* O Coreto de Poá era uma atração importante para a cidade. Estava situado onde hoje existe um posto de gasolina, na praça João Pessoa.

[editar] Economia

O setor econômico de Poá[10] tem várias atividades:

* Industrial: Depois que recebeu o título de estância hidromineral, ficou proibida a instalação de indústrias poluentes no território do município, desde a década de 70, e as que já existiam passaram a enfrentar uma legislação ambiental mais rígida, para ajudar a preservar os lençóis freáticos da cidade. Esta mudança resultou na saída de algumas indústrias, mesmo assim Poá abriga indústrias de grande porte, dentre as quase 200 instaladas em seu território. Destaque para a fabricante de refratários Ibar (Indústrias Brasileiras de Artigos Refratários) que se instalou em Poá cinco anos antes da emancipação do município, a fabricante de cabos elétricos Inducabos, e a filial brasileira, da multinacional Aunde, que produz tecidos automotivos. Juntas, a Ibar e a Aunde ocupam quase metade da área de Calmon Viana – inclusive o bairro que se formou entre as duas indústrias foi rebatizado de Vila Ibar.

Trecho da Avenida 9 de Julho
Trecho da Avenida 9 de Julho

* Comercial: As principais ruas de comércio da cidade são a Rua 26 de Março e a Avenida 9 de Julho que ficam no Centro, abrigando a maioria das agências bancárias e “lojas-âncora” da cidade. Ainda assim existem outros corredores comerciais como a Avenida Lucas Nogueira Garcez e a Avenida Getúlio Vargas, entre outras. A estimativa é que existam cerca de 2.000 instalações comerciais.

* Serviços: Este sim é o setor da economia que é mais presente na cidade. Existem várias leis de incentivo fiscal, e entre elas, e a que mais atrai empresas do gênero, é a redução do imposto sobre serviços de qualquer natureza (ISS), que possui alíquota bem abaixo do que na maioria das cidades. Enquanto a sua vizinha, São Paulo (cidade que mais concentra empresa de serviços no Brasil) cobra alíquota de 5%, em Poá a alíquota é de 2%.[11] São mais de 20.000 prestadores de serviço, entre os quais se destacam as holding do Banco Safra (a Safra Leasing, instalada no centro) e do Banco Itaú (Itaú Administradora de Consórcios e Banco Itaucard, ambas instaladas na Vila das Acácias – também na região central) e a filial paulista da empresa de telemarketing TMKT, (instalada em Calmon Viana).

Há ainda atividade hortifrutigranjeira, na pouca área rural que restou do município depois da disputa de territórios com Suzano nos anos 50 e 60. O Turismo começou a ser fomentado agora, no início dos anos 2000. Mesmo assim o principal evento feito no município, a Expoá, chega a atrair 350.000 pessoas em sete dias.

[editar] Panorâmica
Vista panorâmica do centro de Poá, a partir do viaduto.
Vista panorâmica do centro de Poá, a partir do viaduto.

[editar] Turismo

Poá tem uma forte vocação turística, embora este setor da economia ainda não seja a principal atividade do município. Por causa da falta de investimentos, o município praticamente não explora esse mercado.

Um exemplo é o balneário municipal Vicente Leporace, localizado em frente à Fonte Áurea na avenida Antonio Massa e que foi inaugurado em 1970, como uma das condições para o município receber o título de estância hidromineral e turística. Depois de ser usado durante 30 anos, foi desativado no início da década porque o prefeito na época (Eduardo Carlos Felippe), achava que não havia necessidade de ser ter um balneário no município[12], desde então é o local é usado como um centro de fisioterapia. Há expectativa que o balneário seja reaberto em 2008 e volte a oferecer piscinas, saunas, duchas e quadras gratuitamente.

[editar] Estância hidromineral
Fachada da empresa Água Mineral Poá
Fachada da empresa Água Mineral Poá

De acordo com o decreto-lei estadual de 20 de maio de 1970, o município passou a ser considerada “Estância Hidromineral”. De acordo com a legislação vigente na época, o município passava a ter o prefeito indicado pelo governador do Estado, e citava-se ainda no documento o valor da Água Mineral da Fonte Áurea como principal justificativa desta alteração. O decreto do então governador Abreu Sodré foi baseado no fato de que Poá possuía as condições exigidas por lei para a criação de Estância. Entre as exigências, havia a necessidade de haver uma vazão de 96 mil litros de água mineral por dia sendo que ficou constatada a vazão de 480 mil litros diários.[13]

A água mineral de Poá também possui alto teor de radioatividade e qualidades fisioterápicas. É considerada a melhor e mais radioativa água mineral do Brasil e segunda do planeta[14], sendo indicada para o tratamento de moléstias gastro-intestinais e hepatites, alem de males da pele. Hoje luta para manter a qualidade de suas águas, ameaçadas pela ocupação irregular em áreas próximas da fonte áurea.[15]

[editar] Estância turística
Tapete de Corpus Christi
Tapete de Corpus Christi
Chafariz, na Praça da Bíblia, no Centro
Chafariz, na Praça da Bíblia, no Centro

O projeto do deputado Robson Marinho, sancionado em 1978, oficializou Poá também como estância turística.

Principais eventos

* Fevereiro – Carnaval – Desfile das escolas de samba da cidade
* Março – Passos da Paixão – encenação das últimas horas da vida de Cristo
* Junho – Confecção do tapete de Corpus Christi
* Junho – Festa Junina – Arraiá da Cidade
* Julho – Festival de Inverno
* Setembro – Expoá

Alguns pontos turísticos

* Obelisco – Foi construído para marcar a passagem de Dom Pedro I por Poá, fica no atual Jardim Obelisco
* Secretaria de Segurança Pública de Poá – Já abrigou um convento e um escola, conserva prédio original
* Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes
* Abrigo Batuíra – Instituição filantrópica, é proprietária da maior área verde do centro e conserva prédios da época da emancipação
* Reino da Garotada – Instituição filantrópica, conserva prédios da década de 40
* EMEI Padre Eustáquio – Primeiro grupo escolar do município, conserva prédio original
* Paço Municipal
* Igreja Matriz de Calmon Viana
* Estação Calmon Viana – Conserva o prédio de 1934
* Subestação de energia de Calmon Viana – Construída na década de 60, pela Estrada de Ferro Central do Brasil
* Casa da Estação – Já foi a casa do chefe da Estação Poá hoje, restaurada, abriga um museu
* Praça Guido Guida e Praça da Bíblia – unificadas em 2007, possui espelho-d`água, pista de caminhada, canteiros, playground e etc.
* Praça de Eventos – Local onde são realizados os maiores eventos da cidade
* Rotatória Padre Eustáquio – Construída em homenagem ao pároco.
* Fonte Áurea – Onde é extraída a Água Mineral Poá,
* Balneário Municipal Vicente Leporace – Construído na década de 70, foi fechado ao público e é utilizado como um centro de fisioterapia, existe um projeto para transformá-lo em um parque aquático.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *