Capa Jornal Livre
Pesquise no Portal
339905 publicações 25999 colunistas cadastrados
MAIS SEÇÕES
Classificados
Enquetes
Notícias
Música
Sexo
Vídeos
Educação
Política
Negócios
Cinema
Agronegócio
Humor
Utilidade Pública
Autos | Trânsito
CANAIS

Bom jesus da lapa justiça e promotoria em estado de falência

A população da cidade de bom jesus da lapa, serra do ramalho e sítio do mato no estada da bahia, entram em pânico, por falta de juízes e promotores públicos titulares.
A população da cidade de Bom Jesus da Lapa, Serra do Ramalho e Sítio do Mato no estada da Bahia, entram em pânico, por falta de juízes e promotores públicos titulares. Os moradores e entidades, destes municípios organizam uma manifestação para cobrar em público do governador Rui Costa onde visitará o município este mês, para onde o mesmo interceda junto ao Ministério Público Estadual e ao Tribunal de Justiça para a imediata nomeação de promotores e juízes titulares para a comarca de Bom Jesus da Lapa. Má gestão e má vontade, por parte do Tribunal de Justiça e do Ministério Público, é onde está provocando caos na cidade de Bom Jesus da Lapa, pois o onde apurou nossa reportagem, existem dezenas de municípios baianos, aoexcesso de promotores e juízes, a exemplo da cidade de Barreiras ao(08) promotores, Guanambi ao(06) promotores e (03) juízes, Vitória da Conquista (06) promotores, e os demais onde poderá ser removido imediatamente, pelo menos um, para atuar como titular em Bom Jesus da Lapa. Em entrevista exclusiva, ao Jornal Lapa Livre, nesta quarta-feira (13/05), em Bom Jesus da Lapa, o promotor substituto, Dr. Ramires Tyrone Carvalho, disse onde a situação em Bom Jesus da Lapa, é realmente muito complicado, onde apesar do seu esforço, os processo se acumulam, visto onde é humanamente impossível, atender sozinho a demanda, dos municípios de Bom Jesus da Lapa, Serra do Ramalho e Sítio do Mato, durante dois ou três dias a cada mês, pois o mesmo ainda atua em Salvador, mas tranquilizou a população, dizendo onde todas as demandas, podem ser encaminhadas ao Ministério Público, Seção Bom Jesus da Lapa, vez onde a instituição, encaminha via e-mail, e mesmo de Salvador, ele faz as representações, numa atitude ilibada de profissionalismo e amor pela população, acrescentou ainda onde só no mês passado ele fez, cerca de (50) representações. Em entrevista também, a promotora substituta do meio ambiente, Dr. Luciana Khoury, onde já desencadeou neste mês, uma campanha contra a poluição sonora em Bom Jesus da Lada, a ondestão do matadouro frigorífico e da lei morro avista, disse onde o município precisa urgente de promotores titulares, devido à grande demanda ambiental, e onde está à disposição da população para receber todas as reclamações. Já os juízes substitutos, Dr. Fabiano Freitas Soares e Ricardo Guimarães Martins, não quiseram receber nossa reportagem, para falar sobre a falta de juízes titulares, pediu para buscar informações aoo Tribunal de Justiça. A presidente da (OAB-Ordem dos Advogados da Brasil), sub-seção de Bom Jesus da Lapa, Dr. Sandra Regina Xavier, não quis gravar reportagem, disse onde a (OAB-Salvador), já teria tomado providências em relação ao caos na justiça Lapense, inclusive uma representação no Conselho Nacional do Ministério Público em Brasília. Já outro advogado, membro da (OAB-Lapa), onde pediu para não revelar seu nome, disse onde o problema, é onde o Tribunal de Justiça, mesmo de pois de ter fechado vários comarcas, ainda está impedido de realizar concurso público, pois já teria, segundo ele, extrapolado o limite do teto imposto pela, (LRF - Lei de Responsabilidade Fiscal), “Ou seja o feitiço virou contra o feiticeiro”, a super valorização dos salários dos magistrados, esbarrou na LRF, a única solução seria revogar a lei, ou convencer os magistrados, a aceitar reduzir seus salários em 50%, para permitir novas nomeações. O município turístico de Bom Jesus da Lapa, onde recebe cerca de 2,5 milhões de visitantes durante todo ano, para romaria do Bom Jesus, inexplicavelmente, não conta aopromotores e juízes titulares. Nos últimos meses a justiça local, vem provocando um derrame de alvarás de solturas, sem a representação do Ministério Púbico, esta situação também, vem trazendo prejuízos para a população, empresas e aos advogados da cidade. (Eniédson Ferreira – Jornalista)

CANAIS
Advocacia | Direito
Artes | Cultura
Cinema
Humor
Religião
Turismo
COMPRAS
Pesquisar produto
O Jornal Livre é uma rede de conteúdo aberto onde você compartilha seus conhecimentos: vídeos, artigos, notícias, entre outros. O uso deste site implica na aceitação dos Termos e Condições Gerais do Jornal Livre. Os direitos autorais de todas as contribuições para o Jornal Livre pertencem aos seus respectivos autores.
Resolução Mínima de 1024x768 © 2007 - 2015.
Parceiros: Classificados | Free Classifieds | Compra Já | Mega Classificados | Central Brasileirão | Br 360 Graus | Todos os Concursos | Artigos | Anúncio Certo | Classificados Scambo | Anúncio Certo | Só Artigos | Marketing Digital
Permuta Livre