Capa Jornal Livre
Pesquise no Portal
339795 publicações 25979 colunistas cadastrados
MAIS SEÇÕES
Classificados
Enquetes
Notícias
Música
Sexo
Vídeos
Educação
Política
Negócios
Cinema
Agronegócio
Humor
Utilidade Pública
Autos | Trânsito
CANAIS

Lançamento do dvd e blu-ray: magia ao luar - crítica

Leveza e o humor ao abordar filosofia, religião e ceticismo marcam o novo dvd e blu-ray de woody allen

A magia leve de Woody Allen

 

Por Sergio Batisteli

 

Berlim, 1928. O mágico Wei Ling Soo, personagem de Stanley Crawford (Colin Firth) executa o tradicional número de fazer um elefante desaparecer em uma apresentação no teatro, quando termina o show Stanley mostra-se arrogante e prepotente. O seu amigo Howard (Simon McBurney) que também é mágico estava na platéia. Howard o convida para tomar um drink, comenta sobre uma jovem médium Sophie (Emma Stone) e o chama para assistir uma sessão mediúnica com a intenção de desmascará-la. Ambos são céticos em relação as manifestações ocultas.

 Sophie é noiva do rico empresário Brice (Hamish Linklater), que está perdidamente apaixonado por ela, mas a garota não corresponde a esse amor.

Magia ao Luar (Magic In The Moonlight, EUA - 2014) o longa-metragem marca o retorno de Woody Allen à França, após “Meia Noite em Paris” (2011), que lhe rendeu o Oscar de Melhor Roteiro Original. O filme apresenta no elenco Marcia Gay Harden “Na Natureza Selvagem” (2007), Jacki Weaver “O Lado Bom da Vida” (2012), Erica Leerhsen “Igual a Tudo na Vida” (2003).

Os mágicos vão até a reunião espiritual no sul da França. A arrogância, o egocentrismo e o ceticismo de Stanley; contrasta com o jeito perspicaz, bem humorado, unido a uma vivacidade no olhar e um ar de ingenuidade de Sophie. As personalidades distintas aproximam-se. A médium mexe profundamente com pensamentos do mágico e a partir daí, surge um romance entre os dois.

Por meio do humor sarcástico, Woody Allen insere questionamentos sobre fé, otimismo, vida após a morte versus descrença espiritual, racionalismo e desapego a sentimentos religiosos. Como outra característica no cinema do diretor, ele utiliza a filosofia, por exemplo, o pensador alemão Friedrich Nietzsche (1844-1900) nos questionamentos do filme. Quando Stanley diz: “Acredito que Nietzsche resolveu a questão Deus de maneira bem convincente” e “Aquilo que não mata só me fortalece.” Sophie também cita Nietzsche em: “Precisamos de ilusões viver.”

Magia ao Luar traz uma leveza através dos diálogos escritos pelo diretor. A Trilha sonora em Jazz e Charleston, o figurino e os carros ajudam a retratar o final dos anos 20, na Europa. O encanto romântico da trama filosófica também está contextualizado na bela frase: “O mundo pode ter um propósito ou não, mas ele não é totalmente despido de magia.”

 

Magia ao Luar


Disponível em DVD e BLU-RAY
Direção: Woody Allen
Gênero: Comédia
País de produção: EUA
Distribuição: Imagem Filmes
Duração: 97 minutos
Idiomas: Português, Inglês, Espanhol
Áudio: 5.1 – Português, 5.1 – Inglês, 5.1 – Espanhol
Preço sugerido em BLU-RAY: R$69,90
Preço sugerido em DVD: R$39,90



CANAIS
Advocacia | Direito
Artes | Cultura
Cinema
Humor
Religião
Turismo
COMPRAS
Pesquisar produto
O Jornal Livre é uma rede de conteúdo aberto onde você compartilha seus conhecimentos: vídeos, artigos, notícias, entre outros. O uso deste site implica na aceitação dos Termos e Condições Gerais do Jornal Livre. Os direitos autorais de todas as contribuições para o Jornal Livre pertencem aos seus respectivos autores.
Resolução Mínima de 1024x768 © 2007 - 2015.
Parceiros: Classificados | Free Classifieds | Compra Já | Mega Classificados | Central Brasileirão | Br 360 Graus | Todos os Concursos | Artigos | Anúncio Certo | Classificados Scambo | Anúncio Certo | Só Artigos | Marketing Digital
Permuta Livre