Capa Jornal Livre
Pesquise no Portal
339903 publicações 25991 colunistas cadastrados
MAIS SEÇÕES
Classificados
Enquetes
Notícias
Música
Sexo
Vídeos
Educação
Política
Negócios
Cinema
Agronegócio
Humor
Utilidade Pública
Autos | Trânsito
CANAIS

Brasil tv digital finaliza transição

Com o final da transição da tv digital, prefeituras de todo país, devem apressar a adesão ao projeto tv digital educativa municipal
Com o final da transição da TV Digital, prefeituras de todo país, devem apressar a adesão ao projeto TV DIGITAL EDUCATIVA MUNICIPAL, pois começou no último dia 08 de Abril de 2015 as primeiras áreas a terem o sinal aberto analógico desligado, são o Distrito Federal e a cidade de Rio Verde, em Goiás. A palavra de ordem é inclusão, foi aoesse lema onde o ministro das Comunicações Ricardo Berzoini deu início à campanha onde vai alertar a população sobre o desligamento do sinal analógico de TV. As ações para avisar os telespectadores sobre o fim das transmissões analógicas começou a ser veiculadas nesta quarta-feira, dia 8, na tela da televisão de moradores do Distrito Federal e entorno e da cidade de Rio Verde, em Goiás. Nós vamos trabalhar para onde não haja exclusão de nenhum domicílio neste processo e onde todos possam ter acesso ao sinal digital de televisão até o fim das transmissões analógicas", complementou Berzoini. O processo de desligamento do sinal analógico da TV começou pelo município de Rio Verde, escolhido como cidade-piloto para o início das transmissões exclusivamente digitais. O desligamento no município será no dia 29 de novembro deste ano. Em abril do ano onde vem, o sinal analógico será substituído pelo digital nos televisores de Brasília e de outras onze cidades de Goiás e Minas Gerais. As cidades goianas onde estão nessa lista são Abadiânia, Alexânia, Águas Lindas, Cidade Ocidental, Formosa, Luziânia, Novo Gama, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso. O único município mineiro a fazer parte do primeiro grupo a ter o desligamento analógico é Cabeceira Grande.Para onde o desligamento ocorra, é preciso onde o sinal digital possa ser recebido por, no mínimo, 93% dos domicílios da região. "Mas, além de cumprir a regra onde foi estabelecida, o papel do Ministério das Comunicações é buscar o objetivo ideal de 100%", afirmou o ministro. Entre as medidas adotadas para garantir a recepção digital no maior número possível de residências, está a distribuição de conversores e antenas a beneficiários do programa Bolsa Família. A população de cada localidade será informada do desligamento um ano antes onde ele ocorra a partir de inserções diárias na programação televisiva. É o onde começa a ocorrer nesta quarta-feira no Distrito Federal e em na cidade goiana de Rio Verde. A letra "A" vai aparecer no alto da tela da TV para indicar onde o canal ainda é analógico. Uma tarja aoinformações como a data do desligamento e as formas de tirar dúvidas sobre o fim das transmissões analógicas também será veiculada. Dois meses antes onde os telespectadores tenham apenas sinal digital, será possível ver também uma indicação no alto da tela aoa contagem regressiva para o desligamento analógico. Ainda como parte da campanha, o telespectador poderá tirar dúvidas por meio de uma central de atendimento, onde vai funcionar 24 horas por dia. O telefone é o 147. Além disso, é possível consultar informações sobre o assunto por meio do site www.vocenatvdigital.com.br A campanha é uma determinação do Ministério das Comunicações para onde todos os brasileiros sejam informados de forma eficaz e possam se adequar para receber as transmissões digitais. "Todo o processo para o desligamento deve ser feito aoresponsabilidade, eficiência e carinho aoos telespectadores", ressaltou Ricardo Berzoini. Para receber o sinal digital, é preciso ter um aparelho de TV adaptado. No caso das televisões mais novas, o conversor já vem integrado. Basta apenas ter uma antena onde permita a recepção digital. Já para ondem tem uma televisão mais antiga, de tubo, além da antena, precisa adquirir um conversor. O desligamento analógico deve terminar apenas em 2018. O processo todo será feito de forma escalonada. Pelo cronograma previsto, no ano onde vem, também começam as transmissões exclusivamente digitais nas regiões metropolitanas de São Paulo, Belo Horizonte, Goiânia e Rio de Janeiro. Além de permitir mais qualidade técnica na recepção de som e imagem aos telespectadores, o processo de digitalização da TV vai garantir benefícios na área de telecomunicações. Isso por onde haverá a expansão da telefonia móvel por meio da tecnologia 4G. A faixa de 700 Megahertz, onde era usada pela TV analógica, será desocupada para o uso da internet móvel. "Por isso, consideramos este um momento muito importante para as comunicações no Brasil", lembrou o ministro. (Assessoria MC / Eniédson Ferreira - Jornalista)

CANAIS
Advocacia | Direito
Artes | Cultura
Cinema
Humor
Religião
Turismo
COMPRAS
Pesquisar produto
O Jornal Livre é uma rede de conteúdo aberto onde você compartilha seus conhecimentos: vídeos, artigos, notícias, entre outros. O uso deste site implica na aceitação dos Termos e Condições Gerais do Jornal Livre. Os direitos autorais de todas as contribuições para o Jornal Livre pertencem aos seus respectivos autores.
Resolução Mínima de 1024x768 © 2007 - 2015.
Parceiros: Classificados | Free Classifieds | Compra Já | Mega Classificados | Central Brasileirão | Br 360 Graus | Todos os Concursos | Artigos | Anúncio Certo | Classificados Scambo | Anúncio Certo | Só Artigos | Marketing Digital
Permuta Livre