Atividade enzimatica da triparedoxina peroxidase em trypanosoma cruzi





























Autor: Renata Vilela Rodrigues
[pt] Caracterização da atividade enzimatica da triparedoxina peroxidase em Trypanosoma cruzi
Instituição de Defesa: Universidade Estadual de Campinas . Instituto de Biologia
Data de Defesa: 2001-01-12
Resumo: [en] The objective of this work was to charactetize and compare the tryparedoxin peroxidase (TXNp) enzymatic activity in two strains of T. cruzi that have different resistances to oxidative stress. TXNp identification was made in total ceIlular extracts ITom epimastigote of Y and Tulahuen 2 strain. In a broad sense, Tulauen 2 strain has a higher concentration of this enzyme when compared to the Y strain. Differences in TXNp concentration into a same strain with different geographic origins were also observed. TXNp present in total ceIlular extracts ITom T. cruzi epimastigote has an antioxidant function, protecting glutamine synthetase (GS) against reactive oxygen species (ROS) produced by the DTTlFe3+/02 oxidant system. lt appears not to be involved with cellular proliferation, since a correlation could not be stablished using Westem Blot analysis, between the different growth days and the amount of this protein. Tryparedoxin (TXN) was also found in the same extracts and variation in its concentration were observed when strains and different growth days were compared. Also in this case, Tulahuen 2 ceIls had a higher concentration of TXN. The higher resistance observed in the Tulahuen 2 strain against ROS generated by DTTlFe3+/02 system can be explained by the higher concentration of TXN and TXNp found. This would led to a hydroperoxide metabolism system more effective, when compared to the Y strain. T. cruzi sheddings of both forms (epimastigote and trypomastigote) showed liberation ofTXNp to the extraceIlular environrnent
[pt] O objetivo deste trabalho foi caracterizar e comparar a atividade enzimática da triparedoxina peroxidase (TXNp) em duas cepas de T. cruzi que apresentam diferentes resistências ao estresse oxidativo. A identificação da TXNp foi feita em extratos celulares totais da forma epimastigota de T. cruzi das cepas Y e Tulahuen 2. De um modo geral, a cepa Tulahuen 2 tem uma concentração maior desta enzÍma do que a Y. Variações na concentração da TXNp dentro de uma mesma cepa com origens geográficas diferentes também foi observada. A TXNp obtida em extratos celulares totais de T. cruzi epimastigotas possui função antioxidante, protegendo a glutamina sintetase (GS) contra as espécies reativas de oxigênio (EROs) produzidas pelo sistema oxidante DTT/Fe3+/02. Parece não estar envolvida com a proliferação celular, uma vez que uma correlação não pôde ser estabelecida através da análise por Western blotting entre os diferentes dias de crescimento e a quantidade desta proteína. A triparedoxina (TXN) também foi encontrada nos mesmos extratos e variações em sua concentração foram observadas quando as cepas e seus diferentes dias de crescimento foram comparados. Neste caso também as células Tulahuen 2 apresentaram uma maior concentração da TXN. Uma maior resistência às EROs geradas pelo sistema DTT/Fe3+/02 pode ser explicada pela maior concentração de TXN e TXNp encontradas. Isto levaria a um metabolismo de hidroperóxidos mais efetivo, quando comparado à cepay. Os “sheddings” de T. cruzi de ambas as formas (epimastigota e tripomastigota) mostraram a liberação de TXNp para o meio extracelular
Titulação: Mestre em Biologia Funcional e Molecular
Contribuidor(es): Luis Eduardo Soares Netto
Satie Hatsushika Ogo
Carmem Verissima Ferreira
Fernanda Ramos Gadelha
Fernanda Ramos Gadelha [Orientador]
Maria de Fatima Nepomuceno
Assuntos: [pt] Bioquimica
[pt] Peroxidase
[pt] Tripanossoma cruzi
Documentos Digitais: Download Arquivo

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *