Atlético pr vence náutico e manda adversário para a zona do rebaixamento

O Atlético-PR venceu o Náutico por 2 a 0 nesta quarta-feira, em Curitiba, e passou o adversário para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, onde o Furacão estava após a última rodada. Rafael Moura marcou o seu primeiro gol pelo clube paranaense. Danilo completou o placar. Este foi o oitavo jogo seguido sem vitória dos pernambucanos.

Com o resultado, o Rubro-Negro foi para 20 pontos, deixando o Timbu com 18, entre os quatro últimos colocados.

O jogo

Nos primeiros 15 minutos, equilíbrio na partida. A chance inicial foi do time da casa, com três de jogo. Com Anderson Aquino dando um drible de corpo na marcação, entrando na área e batendo cruzado. Eduardo defendeu. Aos 14, Nei escorregou, Felipe ficou com a bola e entrou na área. O chute de pé esquerdo foi defendido por Galatto. No rebote, o próprio Felipe cabeceou para o gol e o camisa 1 do Furacão se esticou todo para colocar para escanteio.

Esta, no entanto, seria a única boa chance do Timbu na etapa. A partir daí só deu Atlético. Aos 18 aconteceu o gol. Anderson Aquino recebeu na área, partiu para cima de Onildo e chegou à linha de fundo. O cruzamento rasteiro encontrou Rafael Moura na pequena área. O atacante só teve o trabalho de tocar para o gol.

Dois minutos depois, novamente jogada com Anderson Aquino. Ele recebeu de Márcio Araújo na área, girou e bateu para o gol. Eduardo ficou a bola. o Náutico tentou sair jogando, mas o Rubro-Negro roubou a bola de novo. Chico lançou Anderson Aquino de novo, e o atacante desta vez mandou para fora.

A partir daí o Furacão também diminuiu o ímpeto. E quando voltou a atacar, foi prejudicado pela arbitragem. Com 40 minutos, Anderson Aquino foi lançado entre os zagueiros e partiria livre para o gol, aproveitando a linha de impedimento mal feita do Náutico. No entanto, foi marcado impedimento erradamente.

Danilo fecha o placar

Na volta do intervalo, Anderson Aquino seguiu importunando a defesa rival. Logo com 20 segundos de jogo, ele apareceu na área, driblou Vágner e mandou rente à trave direita.

O Náutico, enfim, voltou a dar o ar de sua graça aos 13 minutos. Kuki deu um drible de corpo em Ney e bateu cruzado, pela esquerda. Por muito pouco a bola não entrou no canto esquerdo de Galatto.

Mas o Atlético seguiu senhor do jogo. Quatro minutos depois da chance alvirrubra, Rafael Moura tratou de responder. Ele arriscou de fora da área, e Eduardo caiu no canto direito para espalmar para o lado.

A situação do Timbu ficou ainda complicada com a expulsão do lateral-direito Maurinho, aos 21 minutos, por falta em Márcio Azevedo. Só que mesmo assim ainda deu um susto no time da casa dois minutos depois. Kuki roubou bola de Antônio Carlos na direita e cruzou. Felipe completou de primeira, mas Galatto esticou a perna esquerda para fazer grande defesa.

Rodriguinho, aos 35, perdeu boa chance para ampliar. No bico direito da pequena área, ele chutou para nova defesa de Eduardo. Mas na cobrança de escanteio, Nei bateu, e Danilo, na segunda trave, completou para a rede.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *