Avaliação da presença de patogenos no lodo liquido estabilizado





























Autor: Marta Siviero Guilherme Pires
[pt] Avaliação da presença de patogenos no lodo liquido estabilizado de ETE (processo aerobio) quando aplicado ao solo arenoso-siltroso
Instituição de Defesa: Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Engenharia Civil
Data de Defesa: 2003-10-23
Resumo: [pt] o lodo de esgoto é um resíduo gerado no final do processo de tratamento de esgotos. É produzido em grandes quantidades e há necessidade de promover sua disposição de maneira adequada. A disposição do lodo no solo é uma alternativa que combina reuso e reciclagem de constituintes orgânicos e minerais, pois o lodo contém matéria orgânica e elementos como N e P, que são importantes para o desenvolvimento das plantas. No entanto, este lodo pode estar contaminado por patógenos, como os protozoários e helmintos, ou por metais pesados, causando problemas em relação à disposição. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a presença destes patógenos no solo e no líquido percolado que recebeu aplicação de lodo em 3 dosagens diferentes: 2,5 ; 5,0 e 7,5 TDS/ha, com pH natural e 5,0 TDS/ha pH corrigido, além do grupo controle. Também foram testadas duas formas de desinfecção do lodo: calagem (20, 30 e 50%) e desinfecção natural utilizando a luz solar, sendo que neste experimento, além de helmintos e protozoários, foram feitas análises de coliformes totais e E. colí. Os resultados obtidos para aplicação de lodo no solo mostram que os patógenos concentram-se na camada superficial do solo (0-20cm), e quanto maior a dose de lodo aplicada maior a concentração destes organismos. No líquido percolado não foram detectados patógenos. Os testes de calagem indicam que a 50% os patógenos são eliminados em 15 dias, e o experimento de desinfecção natural também demonstra que este método pode ser utilizado, com eliminação total da E. colítambém em periodo de 15 dias.
[en] Sewage sludge is a residue trom wastewater treatment process that has been produced in large scale and must be disposed appropriatelly. Land disposal of sludge is an altemative that arrange reuse and recicling ot organic and mineral constituints like nitrogen (N) and phosporus (P). However, sludge can be contamined with pathogens, helminth and protozoan, or heavy metal, causing problems with disposal. The objective was to evaluate the pathogens in soil and inflitrated liquid in sai , that received sewage sludge application in three differents dosagens: 2,5; 5,0 e 7,5 TDS/ha in natural pH and 5,OTDS/ha in corriged pH. There were tested two forms os sludge disinfection: chemical stabilization with lime a (20, 30 and 50%) and natural solar disinfection. In the last was checkin total coliforms and E. colí. The research to land appplication in soU shows that the pathogens are concentring on superficial layer at soil (D-20cm) and the concentration increases in accordance with elevation dosage. In the infilirated liquid has not been detected pathogens. The chemical stabilization with lime (50%) shows that pathogens are eliminated within 15 days. Solar disinfection proved an alternative efficient, with destruction of E coli within 15 days too.
Titulação: Doutor em Engenharia Civil
Contribuidor(es): Bruno Coraucci Filho
Urara Kawazoe
Bruno Coraucci Filho [Orientador]
Antonio Roberto Siviero
Roberto Feijo de Figueiredo
Dolores Ursula Mehnert
Assuntos: [en] Pathogens
[en] Reuse
[en] Sewage sludge
[en] Protozoan
[en] Helminth
[pt] Aguas residuais
[pt] Helminto
[pt] Residuos
[pt] Protozoario
Documentos Digitais: Download Arquivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *