Biocompatibilidade de solventes utilizados no retratamento endodontico





























Autor: Mabel Philipps Ramos
[pt] Biocompatibilidade de solventes utilizados no retratamento endodontico : estudo experimental em ratos
Instituição de Defesa: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Odontologia de Piracicaba
Data de Defesa: 2000-12-13
Resumo: [pt] O retratamento é a primeira opção para os casos de insucesso da terapia endodôntica. Para que possa ser realizado, é preciso remover o material obturador pré-existente no canal radicular. O uso de solventes facilita este procedimento, além de evitar a ocorrência de acidentes. Um dos requisitos desejáveis é de não serem agressivos aos tecidos periapicais. Sendo assim, a proposta deste estudo foi de avaliar o potencial irritante destes solventes e comparar seus efeitos sobre o tecido subcutâneo de ratos. Para isto, 12 animais foram utilizados, recebendo quatro tubos de polietileno. Três preenchidos com Fibrinol embebido em cada uma das substâncias-teste, ou seja, clorofórmio, eucaliptol e óleo de laranja e um tubo preenchido apenas com Fibrinol que serviu de controle. Os animais foram sacrificados após 4, 7, 11 e 15 dias, com remoção dos tecidos dorsais que continham os tubos. Após processamento laboratorial das peças incluídas em glicol metracrilato, foram realizados cortes de 3 m m de espessura, corados com hematoxilina e eosina e analisados em microscopia óptica. Os resultados obtidos demonstraram que o óleo de laranja foi o solvente menos irritante. Subjetivamente não foi encontrada diferença entre o poder irritante do eucaliptol e do clorofórmio. Sendo assim, acreditamos que o óleo de laranja possa ser a alternativa mais adequada para a desintegração do material obturador durante o retratamento endodôntico
[en] Re-treatment is the first option in case of failure of the endodontic therapy. To enable this process, it is essential to remove the pre-existing filling material of the root canal. The use of solvents facilitates this procedure and helps to avoid accidents. One of the properties required from these solvents is non-aggression to periapical tissues. The aim of this study is, therefore, to evaluate the harmful potential of these solvents and compare their effect on subcutaneous tissue of rats. Twelve rats were used to carry out the experiment. Four polyethylene tubes were implanted in each animal, and these tubes were filled with Fibrinol imbibed in one of the test-substances, which were chloroform, eucalyptol, and orange oil. The fourth tube was filled only with Fibrinol and was used as a control. Animals were killed 4, 7, 11 and 15 days after implant procedures, and dorsal tissues contained in the implants were removed. After laboratory processing of the specimens, which were immersed in metacrylate glycol, three 3 mm-wide sections were made. These sections were stained with hematoxylin and eosin, and analyzed through microscopy. The results showed that the least harmful solvent was the orange oil. Subjectively, no difference was found between the harmful potential of eucalyptol and chloroform. We therefore believe that the orange oil may be the most appropriate alternative for disintegration of filling material during endodontic re-treatment
Titulação: Mestre em Radiologia Odontologica
Contribuidor(es): Solange Maria de Almeida
Mario Roberto Vizioli [Orientador]
Davi Ribero Tames
Mario Roberto Vizioli
Assuntos: [en] Solvents
[en] Endodontic re-treatment
[en] Biocompatibility
[pt] Solventes
[pt] Biocompatibilidade
Documentos Digitais: Download Arquivo

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *