Biologia vasoconstrição

É o processo que ocorre quando os músculos lisos das paredes dos vasos sanguíneos se contraem e também está relacionado com a manutenção e regulação da temperatura corporal, evitando que o corpo perca calor para o meio exterior.

O organismo vive em estado parcial de contração nos vasos sanguíneos, mediado por impulsos. Esse estado é chamado de tônus vasomotor, que também controla as atividades do coração, como contração e freqüência dos batimentos, aumentado ou diminuindo a atividade do organismo.

Controle
O mecanismo de controle da vasoconstrição é proveniente do hipotálamo, pois possui efeitos excitatórios e inibitórios sobre o centro vasomotor.

Efeitos

Quando uma pessoa é exposta a um frio prolongado, a vasoconstrição pode ser observada com maior clareza nos pés e nas mãos, pela interrupção da circulação sanguínea, que é logo liberada pela vasodilatação.

Substâncias vasoconstritoras
São substâncias vasoconstritoras a norepinefrina, epinefrina, angiotensina e vasopressina.


Frequentemente observamos alterações na temperatura do ambiente, e às vezes até abruptas.

Quando o corpo está em um meio com a temperatura muito baixa, provoca a contração dos vasos sanguíneos, ou vasoconstrição, resposta mediada pelo sistema nervoso. Em seguida, ocorre o processo de dilatação dos vasos, ou vasodilatação.

Quando uma pessoa coloca a mão dentro de um recipiente com água gelada, imediatamente ocorre vasoconstrição, às vezes acompanhada de dor, e logo em seguida, vasodilatação. Esse dois episódios se alternam até um equilíbrio de temperatura.

A exposição ao calor provoca vasodilatação. A vasodilatação provoca diminuição da pressão sanguínea e perda de calor para o exterior.

Substâncias vasodilatadoras
São substâncias que provocam a dilatação dos vasos e podem ser usadas em medicamentos.

Agentes vasodilatadores: bradicinina, serotonina, histamina e prostaglandinas.



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *