Como economizar energia

Os custos energéticos vão aumentar cada vez mais, por isso temos de aproveitar todos os truques para economizar energia e poupar dinheiro na factura mensal.


A maioria deles são pequenos gestos que não prejudicam a qualidade de vida, podendo até ser melhores, como por exemplo deixar o carro e passar a andar a pé, que faz melhor à saúde e à carteira.


Aqui ficam alguns truques que pode usar em várias áreas da sua vida, para poupar energia e o ambiente, fazendo algumas mudanças no seu modo de vida, tornando-se mais ‘verde’.


Economizar energia doméstica


Trocar as lâmpadas normais por lâmpadas de baixo consumo, que sendo mais caras, podem durar dez vezes mais. Veja como poupar na electricidade com dicas de iluminação.


Desligar os equipamentos eléctricos na ficha, em vez de ser em ‘Stand By’, pode fazê-lo economizar energia na ordem dos 8%. Veja como diminuir o consumo dos aparelhos eléctricos,


Baixar a temperatura do aquecimento em 1ºC pode trazer uma economia de 10% no consumo de energia doméstica.


Uma das formas mais eficientes de economizar energia é isolando correctamente a casa, o que poderá permitir um decréscimo de mais de 30%, devido às fugas de calor que ocorrem numa casa mal isolada.


Compre janelas de vidro duplo, que impedem a saída (ou entrada) de calor durante as estações de Verão e do frio durante as estações de Inverno. Veja mais em poupar no aquecimento e arrefecimento da casa.


Uma forma mais dispendiosa de economizar energia, mas igualmente eficaz, é substituindo aparelhos antigos e menos eficientes por aparelhos mais amigos do ambiente e menos consumidores de energia. Por exemplo, as caldeiras e frigoríficos, que representam grandes custos de energia ao longo do ano, são hoje muito mais eficientes energeticamente.


Economizar energia nos transportes


O mais económico é, sem dúvida, optar pelos transportes públicos, embora não seja fácil em zonas mais rurais. Nestes casos é preciso recorrer a outros truques.


Comprar o combustível no sítio mais barato que conseguir encontrar na sua zona. Existem sites na internet que têm praticamente todos os postos de combustível existentes, com os preços actualizados. Veja ainda outras dicas para poupar combustível.


A forma como conduzimos também influencia muito o consumo de combustível. Por exemplo, conduzir a uma velocidade mais baixa reduz muito o consumo. Conduzir de forma suave (sem acelerações e travagens bruscas) também reduz o gasto de combustíveis e permite economizar energia.


Outra medida que podemos adoptar para reduzir o consumo é desligar o ar condicionado quando viajamos. O ar condicionado dos carros gasta muito mais gasolina e gasóleo.


Deve manter o carro o mais aerodinâmico possível, removendo suportes que não usa e tudo o que possa criar atrito com o vento ou tornar o carro mais pesado.


Vale também a pena manter o carro sempre afinado. Por exemplo, os pneus com a pressão incorrecta podem aumentar o consumo até 5%.


Evite deslocações pequenas sempre que possível, porque os carros gastam mais quando ainda estão frios.


Com pequenas mudanças, aqui e ali, será possível conseguirmos economizar energia sem vermos a qualidade de vida diminuir.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como economizar energia?

O Brasil é o paraíso dos recursos naturais renováveis. Grande parte dos países não consegue reunir em seu território o que nós temos aqui. Só para começar: ventos abundantes, sol, oceano banhando nossa costa de norte a sul, matas, florestas…


Pensando bem, somos ricos e temos a enorme responsabilidade de preservar tudo isso.


Dia desses, minutos antes de sair para o trabalho, andando pela casa, parei na cozinha. Detive-me nos eletrodomésticos – esses consumi­dores de energia – como se os estivesse vendo pela primeira vez. Então, em rápida passada de olhos, como que procurando algo que pudesse fazer antes de sair, percebi que a luz da cozinha estava acesa. Apaguei.


Deparei, em seguida, com a tábua de passar roupas e o ferro. Minha lavanderia e cozinha co-dividem o espaço; assim, percebi que o ferro de passar ainda estava quente. Da próxima vez que utilizá-lo, pensei, vou ligá-lo só se tiver de passar várias peças de roupa e desligá-lo um pouco antes de terminar a tarefa.


Continuei examinando a cozinha. Outro grande consumidor de ener­gia é o forno elétrico. É importante ligá-lo apenas quando o alimento a ser cozido ou assado for em grande quantidade. Eu quase nunca cozinho grandes refeições, mas, se for este o seu caso, então, lembre-se disso! Ah, veja se a porta do forno está bem fechada e não abra várias vezes sem necessi­dade! Desligue-o, também, um pouco antes.


Hoje, esses aparelhos vêm com etiquetas indicativas de classe. Elas visam a orientar o consumidor quan­to à eficiência energética de alguns produtos e estimular a racionalização do consumo de energia por meio da utilização de aparelhos mais eficien­tes. O Brasil possui o Programa Brasi­­­leiro de Etiquetagem (PBE), disponível no site do Ministério das Minas e Energia. Cada linha de ele­tro­domésticos tem uma etique­ta. As classes A e B são as mais eficientes.


Continuando minha pequena inspeção, percebi que a máquina de lavar roupas continha algumas peças. Há algum tempo, venho seguindo à risca as instruções do fabricante de forma a economizar água e energia: ligar apenas com a quantidade máxima (uma lavadora de 5 kg gasta, em média, 135 litros de água por ciclo de lavagem!). Minha máquina não tem sistema de água quente, mas, se a sua tem, lembre-se de que as baixas temperaturas consomem menos energia.


Você também pode adotar esses hábitos. Se fizer a mesma investi­gação que fiz há pouco, entenderá o que estou dizendo. Poderá, ainda, antes de sair, desligar algumas lâmpadas e ver se não ficou nenhum aparelho ligado desnecessariamente.


O uso racional de energia consiste num conjunto de ações que, aparentemente insignificantes, são de grande importância na economia doméstica.


Seguindo algumas recomendações, é possí­vel reduzir o consumo e continuar desfrutando da mesma capacidade dos “consumi­dores de energia”. Você sabia que podemos medir, além da eficiência energética de uma máquina de lavar roupas, sua eficiência de lavagem, centrifugação, e a emissão de ruídos?


Pessoas no mundo todo estão tomando atitudes como essas para economizar ener­gia. Nosso país também está parti­cipando e não podemos fazer diferente. Brasília sediará, em setem­bro, o Encontro Verde das Américas, chamado Greenmeeting, ou Confe­rên­cia das Américas para o Meio Ambien­te e Desenvolvimento Sustentável. A busca de soluções para questões socioambientais, locais e globais, e para a questão da susten­ta­bilidade energética deve ser obje­tivo de todos. Se você colaborar, conside­re-se um participante ativo! E, da pró­xima vez que escolher um eletro­do­méstico, não esqueça da etiqueta!

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *