como identificar o mel de qualidade do falsificado


O mel é considerado o produto natural mais completo que existe. O Jornal Hoje ajuda você a comprar o mel puro, evitando as falsificações.




 






Começou a primavera, e as colméias estão em plena safra de mel.

O apicultor Claudemir José Pazinatto tem 100 caixas espalhadas no meio da mata. Ele toma muito cuidado na hora de coletar os favos: “A gente aplica o mínimo de fumaça possível para não ter perigo de contaminação”.

O mel é considerado pela Organização Mundial de Saúde o mais completo dos alimentos naturais; tem mais de 70 substâncias que fazem bem a saúde. São benefícios garantidos pelo mel puro, aquele que fica dentro do favo, lacrado com cera.

O problema é quando o homem tenta fazer o papel das abelhas. “Tem corantes que dão cor, cheiro e sabor de mel para ludibriar quem está menos avisado”, explica Claudemir.

Mais de 70 litros de mel de quatro apiários diferentes foram apreendidos pela Superintendência Federal da Agricultura em Mato Grosso do Sul. As irregularidades eram muitas, como o rótulo do serviço de inspeção federal falsificado e data de validade vencida. “Algumas unidades do mel estavam com odor desagradável, de álcool. Algumas também continham impurezas, como patas de insetos “, completou a fiscal Vivam Palmeira Borges.

Para o consumidor comum, é difícil distinguir o mel puro de um produto de má qualidade. Por isso, a primeira dica é ficar de olho no rótulo e no selo de inspeção sanitária. Se for municipal, o mel só pode ser vendido no município de origem; se for estadual, não pode sair do estado. Para ser comercializado em todo o país, o vidro tem de ter o selo de inspeção do ministério da Agricultura.

A família de Albano de Dembogurski cria abelhas há mais de 100 anos. Hoje, eles produzem dez mil litros de mel por mês. Depois de sair das colméias, o mel fica dois dias descansando em tambores de metal para decantar. “Talvez seja o processo mais eficiente que a gente conheça”, diz Albano.

A coloração do mel varia de acordo com a florada onde as abelhas buscam o néctar. Se for de laranjeira, o mel é mais claro; se de flores silvestres, o mel é mais escuro.

Outra dica: mel cristalizado é bom sinal. “Todo mel, quando bem manipulado, tende a cristalizar”, explica Albano.


Contatos: [email protected]


Aproveita e acessa os sites abaixo:


http://www.portalmil.net/?id=3623


http://www.lestcred.com.br/?123074


http://www.ganheextra.com/?cod=29


http://www.clubedenegocios.info/sandrika

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *