Como são formados os rios.

Rio



Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


(Redirecionado de Curso de água)








A imagem mostra o Columbia River, um rio dos Estados Unidos da América

A imagem mostra o Columbia River, um rio dos Estados Unidos da América

Um rio é uma corrente natural de água que flui com continuidade. Possui um caudal considerável e desemboca no mar, num lago ou noutro rio, e em tal caso denomina-se afluente. Podem apresentar várias redes de drenagem.







Índice

[esconder]



 Transportes


Muitos rios são utilizados para transporte, chamado transporte fluvial. Em seu curso, dependendo do tamanho e volume das águas, e profundidade, navegam navios, barcos, barcaças e outras embarcações menores. Ressalte-se que há rios com corredeiras e quedas dágua que impedem a navegação, bem como há rios navegáveis em apenas parte de seu curso dágua.


A travessia aérea dos rios dá-se por intermédio de pontes, construídas sob os mais diferentes estilos arquitetônicos. Mas na água, a travessia dá-se através de “ferry-boats” ou balsas, jangadas, caiaques e outras pequenas embarcações.


Em rios de baixa profundidade somente é possível navegação com lanchas com hélices aéreas, chamadas de “aero-barcos”.




 Problemas sociais


Com o aumento da população mundial e ocupação desenfreada para industrialização e moradia de terrenos ribeirinhos, surgiu um problema grave no meio ambiente: a poluição fluvial, que pode provocar danos irreversíveis ao rio, provocando a morte e até a extinção por completo de espécies de peixes.


Isso somado à clássica iniciativa nociva de aterrar pântanos e banhados gera a cada temporada de chuvas, nas margens de rios e próximo a elas, o problema da enchente, que desabriga muitas famílias repetitivamente a cada ano.



 Sinonímia


Há vários outros termos utilizados para cursos dágua, vários deles característicos de determinadas regiões do Brasil:



  • Arroio – usado na região sul do Brasil, principalmente no estado do Rio Grande do Sul. Exemplos: arroio Chuí, arroio das Caneleiras, arroio Grande, arroio do Ouro etc.
  • Braço – exemplos: braço esquerdo do Mapuá, braço do Macaco…
  • Canal – exemplos: canal Campos-Macaé, canal Sernambetiba…
  • Corixo ou corixa – exemplos: corixa do Destacamanto, corixo Grande,…
  • Córrego – exemplos: córrego da Traição, córrego Buriti, córrego do Messias, córrego do Ouro,…
  • Desaguadouro – exemplos: desaguadouro da lagoa Mandioré
  • Furo – exemplos: furo Aturira, furo Curto, furo Matamata, furo Retiro,…
  • Grota – exemplos: grota Bananeira, grota do Corguinho
  • Igarapé – usado na região norte do Brasil, principalmente na Amazônia. Exemplos: igarapé Bahia, igarapé do Paracuri, igarapé Marreta, igarapé Yamanaka, igarapé Luiz de Albuquerque, igarapé Três Buritis, igarapé São Francisco, igarapé Castanhal,…
  • Lageado ou Lajeado – nome usado na região serrana do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina para designar cursos dágua repletos de rochas em seu leito. exemplos: lajeado Alegre, lajeado Grande, lejeado Bugre etc
  • Paraná – exemplos: paraná Bom Jardim, paraná das Cutias, paraná do Saraiva,
  • Regato
  • Riacho
  • Riachinho
  • Riachuelo
  • Ribeira
  • Ribeirão
  • Sanga: nome utilizado no sul do Brasil para designar cursos dágua muito pequenos.
  • Sangradouro
  • Várzea
  • Vazante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *