Comportamento anatômico, fisiológico e agronômico do milho (zea mays l.)






























































Dissertação de Mestrado
Título original Comportamento anatômico, fisiológico e agronômico do milho (Zea mays L.) submetido a estresses de ambiente em diferentes estádios fenológicos
Autor Baldo, Marcelo Nascimento
E-mail marcelo@stoller.com.br
Unidade Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ)
Área de concentração Fitotecnia
Orientador ¤ Fancelli, Antonio Luiz
Banca Examinadora ¤ Almeida, Marcilio de
¤ Carvalho, Luiz Henrique
¤ Fancelli, Antonio Luiz
Data da Defesa 10/10/2007
Palavras-chave ¤ Aclimatação
¤ Anatomia vegetal
¤ Estresse hídrico
¤ Fenologia
¤ Fisiologia vegetal – Desempenho
¤ Milho
Resumo Original
Com o objetivo de avaliar o comportamento agronômico, fisiológico, bem como as características anatômicas e morfológicas do milho submetido a estresses por água e luz de forma isolada e conjunta, entre os estádios de desenvolvimento V2 – V5, V6 – V9 e V10 – V13, foi realizado o presente experimento, na área experimental do Depatamento de Produção Vegetal da ESALQ/USP, no município de Piracicaba, Estado de São Paulo, no ano agrícola de 2005/2006. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso em esquema fatorial 3 x 3 + 1, contendo 10 tratamentos e 3 repetições. As parcelas foram compostas por 4 linhas de milho espaçadas 0,7 m entre si com 5 m de comprimento. As avaliações anatômicas foram compostas por: características organográficas das estruturas do colmo; número de estômatos; espessura da epiderme superior e inferior; diâmetro das bainhas do feixe vascular (µm); distância entre as bainhas do feixe vascular diâmetro dos elementos de vasos (µm); diâmetro dos vasos crivados (µm); distância entre as linhas de células buliformes; tamanho das linhas de células buliformes e espessura do mesofilo (µm). As análises fisiológicas foram compostas pela determinação da taxa de assimilação de dióxido de carbono e respiração de escuro. As análises agronômicas realizadas foram: produtividade; componentes de produção (número de espigas por planta, número de fileiras de grãos por espiga e número de grãos por fileira); potencial produtivo; altura de plantas; diâmetro do colmo; índice de área foliar e número de folhas por planta. Os resultados obtidos permitem concluir que os estresses por água e luz aplicados concomitantemente são os mais prejudiciais para todas as características analisadas, seguido do estresse hídrico isoladamente e do estresse por luz. Ainda, no que se refere às épocas de estresse, foi possível concluir que, para a produtividade de grãos, quanto mais avançado o estádio de desenvolvimento de ocorrência do estresse, maiores são as perdas de produtividade. As outras características agronômicas como altura de plantas, diâmetro do colmo e índice de área foliar foram mais prejudicadas pela ocorrência dos fatores de estresse aplicados entre os estádios V6 e V9. As análises fisiológicas demonstraram que a cultura do milho submetida a estresses por água e luz, apresenta um comprometimento irreversível das suas funções fisiológicas, não conseguindo voltar ao nível metabólico normal apresentado antes da ocorrência dos estresses. Quanto aos caracteres morfológicos externos e internos estudados foi possível observar um acúmulo de lignina nos colmos de milho nos tratamentos relacionados aos estresses hídricos, além do aumento na quantidade de estômatos nas folhas do milho pela ocorrência dos fatores de estresse estudados. As demais características morfológicas avaliadas não foram influenciadas pelos fatores de estresse e épocas de ocorrência de estresses estudados.
Título em Inglês Anatomical, physiological, and agronomical behaviour of maize (Zea mays L.) submited at environment stresses in different phenology stages
Palavras-chave em Inglês ¤ Acclimatization
¤ Phenology
¤ Plant anatomy
¤ Plant physiology
¤ Water stress
Resumo em Inglês
With the aim of studying the agronomical and physiological behavior and the anatomical characteristics of the corn referred to the stress for water, light and the two comcomitant, among the stages of development V2 – V5, V6 – V9 and V10 – V13, the present was made at experimental area of ESALQ/USP, in Piracicaba, São Paulo State, during the 2005/2006 season. The experimental design used was randomizide blocks with a factorial scheme 3 x 3 +1 containing 10 treatements and 3 repetitions. The plots were composed by four lines of corn interrupted 0,7 m among themselves with 5 m of length. The anatomical available were composed by characteristics of the structure of thatch; number of stomaches; thickness of superior and inferior epidermis; diameter of the vascular bundle sheath (µm); distance among vascular bundle (µm); vessel diameter (µm); sieve tube diameter; distance among buliforms cells lines; buliforms cells lines size; and thickness of mesophyll (µm). The physiological analyses were composed by determination of the rate assimilation of carbon dioxide and respiration. The agronomical analysis done were: productivity; components of production (number of ears by plant, number of files of grain by ears and number of grains by files); productive potencial; height of the plants; diameter of the thatch; leaf index area and number of leaves by plants. The results obtained allow to conclude the stress by water and light applied together are the most harmful for all the analysed characteristics, followed by the water stress isolatedly of the stress, it was possible to conclude that, to the productivity if the stage of development of the plant is advanced, the lost of productivity are greater. The other agronomical characteristics as the height of the plants, diameter of the thatch, leaf index area and safe keeping were more harmful by the occurrence of the stress factors applied between V6 and V9 stages. The physiological analyses showed that the corn crop suffers an irreversible compromise of its physiological functions. As the anatomical and morphological characteristics studied it was possible to observe an accumulation of lignin in the thatch of corn in the treatments that involved the water stress and increase at the quantity of stomaches in the leaves of the corn by the factors of studied stress and the other anatomical and morphological available characteristics non influenced by the factors of stress and time of the studied occurrence.
Arquivos








Nome Tamanho
¤ DissertacaoMarceloBaldo.pdf 11.15 Mb
Data de Publicação 05/12/2007

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *