Crise financeira: bom ou ruin?

É muito interessante observar o caos que tomou conta dos mercados financeiros.
A mídia só fala nisso, o povo só pensa sobre isso, de tal forma que o mais humilde dos brasileiros sabe o que anda acontecendo.
É uma pena que não vemos nem a décima parte desse interesse todo na “economia”, em questões ambientais, que são até mesmo, mais importantes que esta que ora nos aflige. Quando entram em risco os interesses de banqueiros, especuladores, e ricos em geral, parece que o mundo vai terminar…Mas não será por isso irmãos…
Já foi dito que estamos por ingressar num momento diferente e altamente evolutivo na história da humanidade. Lógico, dependendo da nossas atitudes e reação aos problemas – que nós mesmos criamos.
Essa “crise” nada mais é que o resultado da ganância, do egoísmo e da vaidade de alguns. Nada pode crescer indefinidamente, somente o amor de Deus. Para todo o resto, sempre existe um limite. E não é segredo para quem acompanha nosso trabalho, que já havíamos dito que os homens já haviam ultrapassado o limite exploratório de seu Planeta. PLANTA; COLHE.
Será necessária uma profunda adaptação. Todos terão de reagir bem as perdas. Já havíamos dito que perdas materiais viriam, em função das nossas erradas atitudes, e para que venha o fortalecimento espiritual e a retomada do caminho de Deus. Não que progresso material seja contrário ao Pai, mas sim essa divisão desequilibrada e egoísta que existe. O valor que o homem deu ao dinheiro, colocando-o a frente de qualquer coisa, até mesmo da família ou de Deus.
Muitos não acreditam no que escrevemos, mas tudo vem acontecendo de maneira sistemática, conforme havíamos orientado. Mesmo que ainda não acreditem, pois é mais fácil chamar alguém de louco e não aceitar a verdade, do que mudar algumas atitudes, o tempo tudo dirá.
Mesmo que não queiram aceitar, com os acontecimentos futuros, verão que estávamos certos e virão para o lado de Deus. Usarão toda essa força que usam para defender o dinheiro, para ajudar ao próximo e na construção do mundo humano e justo que defendemos. Como não percebem que essa é a solução para atenuar as crises, tanto as financeiras, quanto as ambientais?
Ainda não consigo entender como algumas pessoas não pensam no irmão que sofre com enchentes, com secas, que morre em tempestades, que passa fome, sede, que morre sem assistência médica, na miséria, mas ficam extremamente agoniados com a possibilidade de terem o bolso menos cheio. Refiro-me especialmente aos ricos, que em sua maioria pensam somente em lucros e em maneiras de “enriquecer”. Infelizmente o enriquecimento espiritual passa muito longe da maioria dos lares.
Todos sabem que o acúmulo de riqueza só acontece quando alguém consegue mais do que precisa, em detrimento de outro. Receber um pouco mais, é justo, em função das atuais divisões que temos e para que o ser humano jamais deixe de pensar em evoluir (isso porque ainda não somos capazes de evoluir em igualdade). Mas o acúmulo não deixa de ser um roubo velado. E em dividir esse acúmulo ninguém pensa. Querem é acumular ainda mais para comprar uma super casa, um grande carro, fazer viagens fantásticas, enfim, esbanjar, e indiretamente fortalecer as desigualdades entre os filhos de Deus. Ganância, egoísmo e vaidade. Já falamos sobre isso…Partilhar – que palavra difícil de pôr no coração das pessoas…
Serei bem claro. Essa crise financeira é a ponta do iceberg da crise econômica mundial, que virá como a conseqüência das mudanças climáticas e dos valores que plantamos na nossa sociedade. Quanto antes o ser humano tentar buscar o equilíbrio com a natureza e com ele próprio, menos devastadores serão os efeitos da colheita. Alguém pensa que com queda de produção de alimentos, necessidade vital de diminuir a industrialização, e outras alterações – principalmente de ordem ambientais -, a economia ainda será capaz de crescer? Ainda seremos capazes de compactuar com um mundo desleal, ganancioso, demagogo e hipócrita que construímos?
Deus está nos dizendo quais são os caminhos que deveremos seguir, e nos mostrando isso pelos acontecimentos. Não creio que pensamos ser mais inteligentes que Ele. Espero que todos percebam essa verdade antes que seja tarde, principalmente aqueles a quem foi dada a dádiva de decidir o futuro das Nações. Ainda acredito no ser humano. E sei que o Pai também. Mas nosso tempo está se esvaindo a passos largos, e a mudança na nossa maneira de ver o mundo deverá acontecer rapidamente. A fim de merecermos o amor e a misericórdia de Deus e do Amado Mestre Jesus Cristo. Eles é quem são os Mestres. Somente Eles contém a verdadeira Sabedoria.
AMOR, CARIDADE, IGUALDADE, HUMILDADE, FÉ E ESPERANÇA! NUNCA É DEMAIS LEMBRAR!
ALGUÉM REALMENTE ACREDITA NA SUSTENTABILIDADE DO MUNDO ATUAL???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *