Cultura de cultura

A cidade sempre teve uma posição destacada no Estado de São Paulo, com grande produção e recursos culturais. Conta com três teatros municipais, com a Orquestra sinfônica da cidade (fundada em 1974, durante as festividades do bicentenário da cidade e considerada uma das três melhores do país, ao lado da OSESP e OSB), vários grupos de música erudita, corais, 43 salas de cinema, dezenas de bibliotecas (uma delas municipal), galerias de arte, museus etc. A vida cultural é variada e intensa, especialmente na música popular.


Nas últimas décadas do século XIX, antes de Campinas ser devastada pela febre amarela, seu povo nutria uma rivalidade com São Paulo e aspirava a um estilo de vida europeu. Não era difícil ouvir expressões como “Campinas über alles”. Um escritor local, Eustáquio Gomes, explorou essa situação em seu romance A Febre Amorosa. “A cidade posava de capital agrícola da província e dizem que a febre veio por pura mandinga paulistana. Nossos concidadãos eram tão altivos e orgulhosos que na rua se comportavam como desconhecidos só para se darem a impressão de habitar uma cidade grande. No estrangeiro, quando interrogados, respondiam em primeiro lugar que eram campineiros, só depois condescendendo em declarar que eram paulistas, e a muito custo admitindo que eram brasileiros. Com a praga republicana, que aqui vicejou como capim, alguém chegou a lançar a idéia de uma República dos Estados Unidos de Campinas”.


É a terra natal de Antônio Carlos Gomes, famoso compositor de óperas na Itália do século XIX, com obras como O Guarani, Fosca e O Escravo. Santos Dumont também morou um tempo em Campinas e estudou no colégio Culto à Ciência. Também nasceram em Campinas o escritor Guilherme de Almeida e o quarto presidente da República, Campos Sales.



[editar] Principais museus



Largo do Pará.

Largo do Pará.



[editar] Principais editoras



  • Editora da Unicamp
  • Editora Komedi
  • Editora Mercado das Letras
  • Editora Papirus
  • Editora Sabores ( Revista Sabores do Cambuí)
  • Editora Verus


[editar] Principais teatros[21]



  • Auditório Beethoven (Concha Acústica)
  • Centro Cultural Evolução
  • Teatro Carlos Maia (Bosque dos Jequitibás)
  • Teatro da Vila Padre Anchieta
  • Teatro de Arena
  • Teatro de Arte e Ofício (TAO)
  • Teatro Dom Nery (Externato São João)
  • Teatro Interno Luiz Otávio Burnier (Centro de Convivência Cultural)
  • Teatro José de Castro Mendes
  • Teatro Teresa Aguiar (Teatro do Conservatório)
  • Teatro TIM


[editar] Principais bibliotecas



  • Biblioteca Pública Distrital de Sousas “Guilherme de Almeida”[22]
  • Biblioteca Pública Infantil “Monteiro Lobato”[23]
  • Biblioteca Pública Municipal “Joaquim de Castro Tibiriçá”[24]
  • Biblioteca Pública Municipal “Professor Ernesto Manoel Zink”[25]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *