Dados clínicos e métodos não invasivos na detecção da aterosclerose humana






























































Tese de Doutorado
Título original Correlação dos dados clínicos e métodos não invasivos na detecção da aterosclerose humana
Autor Bampi, Angela Teresa Bacelar Albuquerque
E-mail angela_teresa@uol.com.br
Unidade Faculdade de Medicina (FM)
Área de concentração Cardiologia
Orientador ¤ Luz, Protasio Lemos da
Banca Examinadora ¤ Fonseca, Francisco Antônio Helfenstein
¤ Franken, Roberto Alexandre
¤ Luz, Protasio Lemos da
¤ Serrano Junior, Carlos Vicente
¤ Stefanini, Edson
Data da Defesa 23/01/2008
Palavras-chave ¤ Artérias carótidas
¤ Aterosclerose
¤ Endotélio ultra-sonografia
¤ Fatores de risco
¤ Lipídeos
¤ Proteína C reativa
¤ Tomografia
Resumo Original
A doença cardiovascular aterosclerótica é a principal causa de morte no hemisfério ocidental, portanto também no Brasil. A detecção não invasiva da aterosclerose é fundamental para prevenção. Objetivos: Correlacionar os fatores de risco (escore de Framingham), o perfil lipídico, a PCR-us, a espessura da íntima-média da carótida, a função endotelial, o índice tornozelo-braquial e o escore de cálcio pela tomografia computadorizada, com a extensão da doença coronariana determinada pelo índice de Friesinger, na cinecoronariografia. Casuística e métodos: Foram estudados 100 pacientes de ambos os sexos, com idade de 55,1±10,7 sendo 55% homens e 45% mulheres. Não foram incluídos pacientes com síndrome coronariana aguda, insuficiência renal dialítica, doença do colágeno e câncer. Todos se submeteram a avaliação clínica, laboratorial (glicemia, perfil lipídico e PCR-us), função endotelial da artéria braquial e ultrasonografia da artéria carótida por ultra-som de alta resolução, índice tornozelo-braquial e tomografia computadorizada coronária para determinação do escore de cálcio. Foram calculados o colesterol não HDL-c e a relação TG/HDL-c. Todos os pacientes foram submetidos à cinecoronariografia por indicação do médico assistente. Foram considerados normais pacientes sem lesão obstrutiva na cinecoronariografia. Resultados: Pela análise univariada, escore de cálcio (529,5 ± 930,9) um HDL-c (45,9±15,5), relação TG/HDL (5,5±9,2) e IMT (0,77±0,22) mostraram correlação significativa com o índice de Friesinger. Já por análise multivariada somente o escore de cálcio, relação TG/HDL-c aumentada e HDL-c baixo correlacionaram-se significativamente com a extensão da DAC. A PCR-s (3,4±3,5), LDL-c (122,8±51,5) e DMF (4,8±5,7) não se correlacionaram com o índice de Friensinger. Conclusão: Assim, é possível ter uma idéia aproximada da presença/extensão da DAC usando métodos não invasivos, especialmente escore de cálcio, relação TG/HDL-c e HDL-c baixo.
Título em Inglês Correlation of clinic evolution and non invasive methods in detection of human atherosclerosis
Palavras-chave em Inglês ¤ Atherosclerosis
¤ C-reactive protein
¤ Carotids arteries
¤ Endothelium ultra-sonography
¤ Lipids
¤ Risk factors
¤ Tomography
Resumo em Inglês
Background: Atherosclerotic cardiovascular disease is the leading cause of death in the western hemisphere including Brazil. Non-invasive detection of atherosclerosis is critical to prevention. Objectives: We correlated the risk factors (score of Framingham), lipid profile, PCR-us, carotid intima-media thickness, endothelial function, ankle-brachial index and calcium score by computed tomography with the extent of coronary disease determined by the Friesinger index, by coronary angiography. Methods: We studied 100 patients of both sexes, aged from 55.1 ± 10.7, 55% men and 45% women. Patients with acute coronary syndrome, renal dialitic, collagen disease and cancer were not included. All were submitted to clinical evaluation, laboratory (blood glucose, lipid profile and hs-CRP), endothelial function of brachial artery and ultra-sonography of carotid artery by high-resolution ultra-sound, ankle-brachial index and computed tomography for coronary determination of calcium score. We calculated the cholesterol not HDL-c and TG/HDL-c ratio. All patients were submitted to coronary angiography for indication by attending physician. We considered normal patients without obstructive lesion in coronary angiography. Results: By univariate analysis, calcium score, HDL-c, TG/HDL ratio and IMT showed significant correlation with Friesinger index. However, multivariate analysis only calcium score, increased TG/HDL-c and low HDL-c correlated significantly with the extension of the CAD. The hs-CRP, LDL-c and FMD, did not correlate Friensinger index. Conclusion: Thus, it is possible to have an approximate idea of the presence/extension of CAD by non-invasive methods, especially calcium score, TG/HDL-C ratio and HDL-c.
Arquivos








Nome Tamanho
¤ AngelatbaBampi.pdf 3.11 Mb
Data de Publicação 06/08/2008

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *