Diagnostico parasitologico e avaliação de uma intervenção educativa





























Autor: Glauco Rogerio Ferreira
[pt] Diagnostico parasitologico e avaliação de uma intervenção educativa no controle e prevenção de enteroparasitoses no municipio de Estiva Gerbi – SP
Instituição de Defesa: Universidade Estadual de Campinas . Instituto de Biologia
Data de Defesa: 2004-02-13
Resumo: [pt] As parasitoses constituem um grave problema de Saúde Pública no Brasil. Ao estudar alguns levantamentos realizados na Região Sudeste do Brasil, observa-se um declínio das taxas de enteroparasitas ao longo dos anos, que se deve a melhoria de saneamento e do próprio processo de urbanização. Devido a inexistência de programa específicos de controle e Educação Sanitária no entanto, nota-se ainda altas prevalências de parasitoses nos escolares desta região. Perante isto, foi realizado um levantamento coprológico associado a uma pesquisa sócio-cultural nos escolares do Município de Estiva Gerbi – SP. Observou-se uma prevalência geral de 11,5% para enteroparasitas. Entre os casos positivos, a prevalência de parasitos e comensais foi: Entamoeba coli 5,2%, Giardia duodenalis 5,0%, Ascaris lumbricoides 1,5%, Endolimax nana com 0,8% e Enterobius vermicularis 0,2%. Detectou-se ainda Hymenolepis nana, Trichuris trichiura e Ancilostomídeos com 0,1 %. Notou-se uma relação de dependência para as seguintes variáveis sócio-culturais: Localização da Residência ; Possuir Caixa D água ; Localização da Privada ; Animais Sinantrópicos ; Conhecimento sobre Verminoses e Atitudes . Concluiu-se que os escolares apresentavam prevalência e diversidade de parasitismo comparáveis às demais regiões do interior do estado de São Paulo. Em seguida a esse levantamentos, os escolares foram tratados. Foi realizado um workshop sobre parasitas intestinais no sentido de avaliar essa intervenção educativa, como estratégia para diminuir os índices. Foi avaliado, a comunidade do CECI Alaíde R. Batista, que atende crianças de O a 4 anos de idade, e que teve a maior taxa de parasitismo (23,5%). A avaliação após 2 anos mostrou que a incidência de enteroparasitas nos escolares tratados era ainda baixa (6,6%), e na escola como um todo, devido ao ingresso de novos estudantes, voltou a ser de 23,3%. Conclui-se que com medidas educativas quando integradas a um processo contínuo de controle e erradicação das enteroparasitoses, a tendência é diminuir as taxas de prevalência, contudo deverão ser empregadas continuamente, devido a constante rotatividade dos escolares
[en] Enteroparasitoses are a serious problems to the Public Health system in Brazi1. Studying some reports to the southeast region of Brazil, it can be detected a decrease in the enteroparasitoses rates throughout the Iast years, due to improvings in the sanitation and also to the process of urbanization. Due to the absence of specific control programs and education for sanitation, it can be noted high parasitoses for the taxes schoolars from the region. Considering this it was canied out a coprological screening associated to a social-cultural screening among the students from Estiva Gerbi city, county of São Paulo state, in order to relate both parameters. We could notice a prevalence of 11,5% for enteroparasitoses among the students. Positive cases of pamsitoses and commensalism it was: Entamoeba coli 5,2%, Giardia duodena/is 5,(1 10, Ascaris lumbricoides 1,5%, Endolimax nana 0,8%, Enterobius vermicularis 0,2%, Hymenolepis nana, Trichuris trichiura and Ancylostomatids with 0,1 %. We could notice a statistica1 dependence (significative) to the following variable: Housing Place ; Presence a Water Deposit ; Position ofthe Toilet ; Sinantropic AnimaIs ; Knowledge about Worms ; Manners . We could conclude that the students presented levels and variety of parasitism compared to that from other regions of the state of São Paulo. Afier this study we canied out a workshop about intestinal pamsitoses with the objective to teach about and prevention and decrease that rates. It was evaluated the school Alaíde R. Batista community, that assist children from O to 04 years old, and presented the highest leveI of parasitism (23,5%). An evaluation 2 years afier showed that the prevalence of enteroparasitoses among treated the students was 6,6%, but for the whole school, due to the income of new students, it was the saroe as previously recorded (23,3%). We conc1uded that some education attitudes are worth, only when integrated to a whole and continuous process of control and eradication of the enteroparasitoses
Titulação: Mestre em Parasitologia
Contribuidor(es): Ana Maria Aparecida Guaraldo
Carlos Fernando Salgueirosa Andrade
Alair Assis
Carlos Fernando Salgueirosa Andrade [Orientador]
Assuntos: [pt] Doenças parasitarias – Prevenção
Documentos Digitais: Download Arquivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *