Dissertação de catadores de papel






























































Dissertação de Mestrado
Título original Condições de vida, trajetórias e modos de “estar” e “ser” catador: estudo de trabalhadores que exercem atividade de coleta e venda de materiais recicláveis na cidade de Curitiba(PR)
Autor Dias, Allan Rodrigues
E-mail [email protected]
Unidade Instituto de Psicologia (IP)
Área de concentração Psicologia Social
Orientador ¤ Sato, Leny
Banca Examinadora ¤ Mello, Sylvia Leser de
¤ Sato, Leny
¤ Schmidt, Maria Luisa Sandoval
Data da Defesa 16/09/2002
Palavras-chave ¤ catadores de papel
¤ psicologia organizacional
¤ psicologia social
¤ reciclagem
¤ trabalho informal
Resumo Original
Este estudo tem por objetivo delinear as condições de vida, as trajetórias de trabalho e os modos de “estar” e “ser” catador de papel. Para tanto, desenvolvemos um estudo qualitativo, mediante acompanhamento do trabalho de catadores e entrevistas semi-estruturadas, na cidade de Curitiba (PR). Identificamos que as trajetórias são orientadas por múltiplas motivações, sustentadas em tentativas de inserção no mercado formal de trabalho bem como na avaliação desses trabalhadores sobre as chances e vantagens no mercado formal e informal de trabalho. Apresentamos os modos de “estar” e “ser” catador. Sob estes aspectos apresentam-se como relevantes: sentirem-se percebidos pela população como estorvo, como marginais e como sujos. Por outro lado, identificam algumas vantagens em ser catador, como por exemplo, os rendimentos, a maior autonomia na definição da organização do trabalho e a ausência da figura do chefe. Verificamos que há formas de “estar” catador, como por exemplo, os “profissionais”, os que têm a “visão empresarial”, os que têm a atividade como “bico”, dentre outros. Evidenciamos que, embora o trabalho realizado pelos catadores de papel tenha grande relevância no ciclo produtivo da reciclagem de materiais, suas condições de vida e de trabalho são bastante precárias.
Título em Inglês Life conditions, working(job) history (career) and the different manners of existence of the rag picker worker: a study on workers that pick and sale recyclable materials in the city of Curitiba (PR)
Palavras-chave em Inglês ¤ industrial psychology
¤ informal work
¤ ragpickers
¤ recycling
¤ social psychology
Resumo em Inglês
This work delineates the life conditions, labor history and the different manners of existence of the rag picker. It is developed a qualitative research by acompaniment of the workers and semi-structured interviews, in the city of Curitiba (PR). The results pointed out that the workers are headed for attempts to include themselves on the labor market as well as for their evaluation about opportunities and advantages of stay in a formal job or in a informal work. It is presented different manners of be (existence) a rag picker. It is important the feeling of be noticed as an obstacle, a marginal or a dirty person. On the other hand it is pointed some advantages like the earnings or the larger autonomy to arrange the work itself without a boss. There are different ways of being a rag picker. The “professionals”, the ones that have the managerial view and the workers that regard this job as a possibility for a complementary earnings. It is evidenced that the life and work conditions of the rag picker are quite precarious, despite the great relevance of their role in the recyclable materials business.
Arquivos








Nome Tamanho
¤ dissertacao.pdf 305.80 Kb
Data de Publicação 07/03/2006

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *