Ecologia e educação ambiental no ensino fundamental moçambicano





























Autor: Joaquim Ernesto Matavele
[pt] Ecologia e educação ambiental no ensino fundamental moçambicano : percepções dos professores e compatibilidade com a realidade local
Instituição de Defesa: Universidade Estadual de Campinas . Instituto de Biologia
Data de Defesa: 2001-03-13
Resumo: [pt] O aumento do interesse com relação às questões ambientais a partir da década de 70, criou condições para que a Educação Ambiental se tomasse realidade nos currículos escolares. O presente trabalho tem como objetivos: Visualizar através do diagnóstico ambienta!, os problemas mais graves com os quais a comunidade se depara, de modo que os programas de Educação Ambiental a implementar sejam realmente efetivos e venham de encontro com os anseios da comunidade. Também este mesmo trabalho visa explorar as percepções e práticas dos professores do ensino fundamental, que desenvolvem trabalhos de educação ambiental, e como eles interpretam os seus objetivos e a sua esfera. Avaliar o nível de consciência, bem como a sensibilidade dos alunos do primeiro grau do ensino fundamental com relação a questões ambientais, também faz parte dos objetivos desta investigação. A interação Homem / Ambiente e a utilização de plantas medicinais foram objeto de estudo neste trabalho, nas três macro regiões de Moçambique. Para o diagnóstico ambiental, os dados foram obtidos a partir de fontes bibliográficas produzidas por órgãos governamentais e de observações in loco, realizadas na fase preliminar de coleta de dados. A coleta de dados referente às atitudes dos entrevistados, envolveu fichas de coleta de dados e entrevistas a professores, alunos, comunidade, bem como pessoas chaves das três macro regiões estudadas. Para o levantamento das plantas medicinais optou-se, além das entrevistas com as comunidades pesquisadas, pelas consultas de registros oficiais e bibliográficos. O trabalho de campo foi desenvolvido na República de Moçambique, país situado na costa Oriental da Áfiica. No país as condições naturais, econômicas, a população, os povoamentos e a produção de bens de consumo são Muito heterogêneas. Observa-se, também, uma grande pressão na utilização de recursos naturais, principalmente tlorísticos e faunísticos. Muitos professores entrevistados reconheceram a necessidade de se desenvolver através das atividades escolares uma consciência ambiental bem como o senso de responsabilidade para a preservação e o melhoramento do ambiente e dos seus recursos. Contudo, para alguns professores, a principal dificuldade consiste na implementação de propósitos afetivos e morais, como mecanismos de sensibilização, dentro da realidade que atualmente as escolas apresentam. Para os alunos, as plantas e animais são os termos que melhor descrevem O ambiente, e a escola é a sua principal fonte de informação para questões ambientais. As disciplinas de Ciências Naturais e Geografia são as que atualmente tem contribuído com maior intensidade na abordagem de questões ambientais. O uso de espécies de plantas e de animais para os mais diversos fins, entre eles o medicinal constitui uma prática cultural assegurada por transmissão oral de uma geração para outra. Foram citadas 34 etnoespécies (nomes populares) de 22 famílias de plantas usadas para fins medicinais. A etnobotânica, especialmente associada à ecologia, permite abordar o uso de plantas por comunidades humanas de forma quantitativa, isto é, através de índices de diversidade (Simpson, Shannon, ou através de curvas de rarefação). Comparações por diferentes categorias de usuários, baseados no sexo, idade, região e origem das plantas, foram realizadas e alguns grupos comparados apresentam diferenças significativas (p <0,05). De acordo com o diagnóstico ambiental e com os anseios da população objeto, os temas básicos para a elaboração de programas de educação ambiental, variam de acordo com as macro-regiões. Na região Norte foram mais citados temas como: desmatamento, seca (escassez de chuvas), pobreza, erosão e exploração excessiva de recursos naturais. Na região Centro a ênfase é dada ao desmatamento, lixo, saneamento básico, pobreza e seca. Na região Sul os temas eleitos são o Lixo, seca, pobreza, queimadas e crescimento populacional
[en] With the increasing awareness of environmental concems since the 1970 s, Environrnental Education has developed as an element within the school curricula. Related with the nature of such an education at primary leveI, in practice it can take various forms, from the study of the immediate surroundings, to planting trees in a conservation area or campaigning for endangered species. The aim of the present study is, through an environrnental diagnosis, to identify the problems facing the community in order to better design proposals of environrnental education programs, to get a clear picture about the situation of Environrnental Education in the primary schools. It explores, also, perceptions and practices conducted by teachers involved in this area of education. An assessment of students attending the last year of lower primary school was carried out. The main purpose of this investigation was to evaluate the environrnental knowledge and student attitudes, as well as, their main source of information. Due to cultural habits, as well as financial shortage, some native and cultivated plants used for medicine are considered very important natural resource for the Mozambican communities. For this purpose a stratified random sample of both sexes with ages varied between 18 and 60 years was established. According to the needs of local communities, some proposals of themes, to be used in the elaboration of environrnental education projects were also identified. The methodology involves a questionnaire survey amongst teachers students, and local communities. lnterviews with key persons were also realized. The field study was carried out in Mozambique, a country located in the southem Africa. Within such a country there are some disparities in terms of natural resources distribution and consumption. Some plant and animal species are being threatened, and if the situation could not be changed, they should suffer an extreme extinction risk. Most of the teachers involved in the survey acknowledged the importance of developing in children an awareness about the environment and related issues, as well as, a sense of responsibility for its conservation and improvement. However, some of them believe that the challenge would be in the implementation of affective and moral approaches within thepractical realities of primary schools. AIso, it seems important to offer further professional training focusing on some new approaches, essential for the introduction and elaboration of Environmental Education programs within the primary curricula. For the majority of students, plants and animaIs describe better the environment; and the school represents their main source of environmental information. Poverty, drought, and soil fertility were most ftequently mentioned as critical local environmental problems threatening the development of local communities. Natural Science and Geography are the subjects that actually contribute more in the dissemination of environmental topics. About 34 folk plant species belonging to 22 families were mentioned as used for medicine purposes. Utilization of medicinal plants by local communities was analyzed using diversity indices. Usage of such plants by different categories of people (Sex and age), in relation to its occurring place and origin, was compared and significant differences (p<0,05) were found among some groups. According with the environmental diagnosis and the opinion of interviewed people, themes like deforestation, drought, poverty, soil erosion, population growth, and basic sanitation, were suggested to be approached in future environmental education programs in Mozambique, although regional specifications within the country should be taken in mind
Titulação: Doutor em Ecologia
Contribuidor(es): Hugo Anibal Gonzales Vela
Corinta Maria Grisolia Geraldi
Mohamed Habib
Alpina Begossi
Mohamed Habib [Orientador]
Rachel Negrão Cavalcanti
Assuntos: [pt] Etnobotanica – Moçambique
[pt] Educação ambiental – Moçambique
[pt] Diversidade biologica – Moçambique
Documentos Digitais: Download Arquivo

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *