Famosas usam maquiagem a jato.

maquiagem e laser. Juras de felicidade eterna, nome do parceiro ou até a imagem do amado tatuados num impulso romântico, ganham cada vez mais novas técnicas de remoção. Essa semana, a atriz Alessandra Negrini apareceu publicamente camuflando o nome do ex-marido Otto escrito no braço.

“Existem estudos que dizem que 75% das pessoas que fazem tatuagem se arrependem”, conta a dermatologista Mônica Azulay, que lembra que nenhuma forma de apagar tatuagem é 100% garantida: “Futuras complicações como quelóide podem existir”. 

 


Truques e declarações de amor


Com seis tatuagens espalhadas pelo corpo, a modelo Viviane Araújo tem três delas com declarações públicas de amor. Uma delas – dedicada ao ex, o pagodeiro Belo – está sendo apagada há cerca de um ano.


 


“Não me arrependo e já fiz mais duas para o Rada (o atual namorado, o jogador Radamés, que atua no Al Jazira, nos Emirados Árabes).Chegaram a falar para eu não fazer, mas não dei ouvidos”, diz ela, que ganhou homenagens semelhantes do amado.

O tratamento, conta Viviane, é a laser. “As sessões são a cada dois meses. Quando gravo ou quero esconder, passo maquiagem”, entrega. Belo preferiu uma saída mais imediata e tatuou uma tribal por cima do nome da ex. 


 


Maquiagem com pressão


O truque da maquiagem é comum na televisão e em ensaios de publicidade. Segundo o maquiador Marcelo Hicho, a melhor solução é uma ferramenta chamada airbrush, que joga um jato de ar comprimido com base corretiva.

“A aparelhagem custa caro e tem que ter técnica para aplicá-la. Primeiro se coloca a camuflagem, que é um corretivo mais forte, para depois usar o airbrush com a cor da pele da pessoa”, explica ele.


 


Laser e cirurgia


De acordo com a dermatologista Mônica Azulay, se a área da tatuagem for pequena, uma das opções é a cirurgia. “Tem também o salabrasão, que é uma espécie de esfoliação, ou a dermoabrasão, que é feito com um aparelho. Elas deixam cicatrizes”, avisa.

Ela alerta ainda que o laser tem melhor resultado quando o desenho é todo preto. “As pessoas acham que é fácil, mas dependendo da tatuagem não é. Às vezes o que se tem é um borramento da tatuagem e não a pele perfeita”, alerta. 


 


Tattoo sobre tattoo


Tatuando anônimos e famosos há 30 anos, Carlinhos Tattoo diz que tenta dissuadir os clientes a escolher nomes de parceiros para desenhar a pele. “É mais caro para apagar ou refazer do que para fazer a primeira”, pondera ele.

“Para o resultado ficar 100%, sugiro pelo menos uma sessão de laser, ou que o cliente aplique um pigmento da cor da pele, para que a segunda tatuagem corra menos risco de ficar com um borrão”, completa Carlinhos.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *