Ferdinand von zeppelin





Zeppelin

Ferdinand Adolf Heinrich August Graf von Zeppelin (Constança, 8 de julho de 1838Berlim, 8 de março de 1917) foi um general alemão, fundador da companhia dirigível Zeppelin.



[editar] Carreira militar


Zeppelin freqüentou a Escola de Guerra de Ludwigsburg e se tornou tenente em 1858. No ano seguinte, foi recrutado na unidade de engenharia e participou como observador na Guerra Civil Americana (de 1863), na Guerra Austro-prussiana (1866) e na Guerra franco-prussiana (18701871). Atuou como comandante do regimento Ulanen em Ulm nos anos de 1882 a 1885 e posteriormente foi enviado de Württemberg para Berlin. Em 1906, foi promovido a general de cavalaria.



[editar] Zeppelin e os dirigíveis






Primeira ascenção do LZ-1
em 2 de Julho de 1900.




Zeppelin sobrevoando a Baía de Guanabara, em 25 de Maio de 1930.


Zeppelin, baseado nas idéias de Schwartz, um engenheiro austríaco que havia tentado construir um balão de alumínio em 1887, projetou um aerostato sob comando, partindo então para tentativas arrojadas, em Friedrichshafen, onde morava.


Além de orientar a edificação de uma usina de alumínio, o ousado conde iniciou a construção e montagem dos primeiros dirigíveis rígidos em 1889, e, a despeito das dificuldades, terminou o seu primeiro modelo no ano seguinte. No entanto, o protótipo LZ-1 somente foi aprovado cinco anos depois, sendo que os modelos testados levavam as iniciais LZ, de Ludwig (assistente do conde) e do próprio Zeppelin, antecedendo a numeração.


Apesar do seu projeto ter sido rejeitado pelo Kaiser Guilherme II em 1894, o nobre militar, contando com o apoio da população do povoado à margem do Lago Constança e utilizando todos os seus recursos financeiros, se empenhou na construção de aeronaves com estrutura rígida, numa época em que os balões carregados de gás tinham estrutura flexível.


Em 2 de julho de 1900, fez o vôo inaugural do LZ-1, às margens do lago Constança. Porém, o tecido que cobria a estrutura de alumínio do balão se rompeu no pouso; mas o milionário não desistiu. Já estava na bancarrota quando, em 1908, ganhou fama com o LZ-4, ao cruzar os Alpes, numa viagem de 12 horas, sem escalas. Daí por diante, Zeppelin pôde contar com o dinheiro do governo alemão em suas façanhas e seus dirigíveis se transformaram em orgulho nacional. Zeppelin instituiu a primeira companhia aérea, a Luftschiffbau-Zeppelin, em 1909, com uma frota de cinco dirigíveis. Até 1914, quando iniciou a Primeira Grande Guerra, foram mais de 150 mil quilômetros voados, 1.600 vôos e 37,3 mil passageiros transportados. Durante o conflito mundial, ao lado dos nascentes aviões, os dirigíveis alemães foram utilizados para bombardear Paris. Ao longo de sua vida, Zeppelin construiu mais de 100 dirigíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *