Insucesso endodontico com perda do elemento dentario





























Autor: Eneida Barros Santos de Araujo
[pt] Avaliação dos fatores relacionados ao insucesso endodontico com perda do elemento dentario
Instituição de Defesa: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Odontologia de Piracicaba
Data de Defesa: 2000-12-05
Resumo: [en] Microorganisms play an important role in the development of pulp and periapical lesions and along with the lack of coronal restoration, inadequate biomechanical preparations, level and quality of filling are related to the failure of endodontic treatment. The aim of this work was to analyse the factors involved with the failure followed by extraction of 58 root filled-teeth performed by specialists and undergraduate students of the Dental School of Piracicaba-UNICAMP-SP-Brasil. Some teeth were placed in individual bottles containing 10% neutral buffered formalin radiographed at different angles for evaluation of the quality of root canal filling and further for the bacteriological, microleakage and root canal morphology studies. Others were placed in individual bottles containing 2.5% glutaraldehyde solution to be investigated under scanning electron microscopic (SEM) in order to study the presence of bacteria in the dentinal tubules. The following data were recorded: age, gender, tooth, fracture, presence of coronary seal, periapical and endo-perio lesions, reabsorption, among others. Statiscally significant results (Pearson x?; p<0.05) were found between: lack of coronal seal, apical limit, endo­perio lesion and microorganisms into dentinal tubules with the increase of root canal failure. It was concluded that the preservation of endodontically-treated teeth depends not only on the factors related to the endodontic technique but also on the restorative procedures and periodontal conditions, among others
[pt] Microrganismos exercem influência no desenvolvimento de doenças pulpares e periapicais, e juntamente com a ausência de selamento coronário, falhas no preparo químico-mecânico, limite e qualidade da obturação, determinam o insucesso do tratamento endodôntico. O objetivo deste trabalho foi investigar os fatores relacionados ao insucesso resultando em perda do elemento dental de 58 dentes endodonticamente tratados, os quais foram extraídos por especialistas e alunos da FOP/UNICAMP. Os dentes foram coletados imediatamente após a extração, fixados em solução de formalina a 10% e radiografados em diferentes angulações para avaliação da qualidade da obturação endodôntica e posterior estudo histobacteriológico, da microinfiltração e morfologia do sistema de canais radiculares. Algumas amostras foram acondicionadas em solução de glutaraldeído a 2,5% para estudo em microscopia eletrônica de varredura para verificação da presença de bactérias nos túbulos dentinários. Os seguintes dados foram coletados: idade, sexo, dente, fratura, selamento coronário, lesão periapical e endo-perio, reabsorção, entre outros. Os resultados indicam uma relação entre ausência de selamento coronário, limite da obturação, lesão endo-periodontal com a presença de microrganismos nos túbulos dentinários e conseqüente aumento nos índices de insucesso da terapia endodôntica (p<0,05 – teste de l de Pearson ou Fisher). Pode-se concluir que a preservação de dentes tratados endodonticamente depende não apenas de fatores relacionados à técnica endodôntica, mas também de procedimentos restauradores e condições periodontais, entre outros
Titulação: Doutor em Clinica Odontologica
Contribuidor(es): Brenda Paula Figueiredo de Almeida Gomes
Izabel Cristina Froner
Brenda Paula Figueiredo de Almeida Gomes [Orientador]
Fabricio Batista Teixeira
Marcia Carneiro Valera
Francisco Jose de Souza Filho
Assuntos: [pt] Epidemiologia
[pt] Endodontia
[pt] Bacterias
Documentos Digitais: Download Arquivo

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *