O conceito de arrebatamento

Arrebatamento



Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



 

O conceito de arrebatamento está presente em algumas interpretações de escatologia cristã, inclusive o dispensacionalismo. É uma interpretação de vários livros bíblicos, como por exemplo o Apocalipse, livro da revelação dada ao apóstolo João sobre o futuro da humanidade. Trata-se de um momento no qual Jesus resgataria os salvos para o reino dos céus Nova Jerusalém, deixando na Terra os demais seres humanos que não o aceitaram como salvador.


De acordo com a maioria das pessoas que advogam essa tese, após o arrebatamento, haverá um grande caos na terra durante 7 anos (3 anos e meio de falsa paz e 3 anos e meio de guerras), com o governo do Anti-Cristo (líder político mundial), do Falso Profeta (líder religioso ecumênico) e da Besta (O deus da religião do futuro). Esse período é chamado de Grande Tribulação. Após os sete anos Jesus voltaria novamente junto com os salvos para reinar no planeta Terra por mil anos. Após o milênio irá acontecer o juízo final e a construção do “novo céu” e da “nova Terra”.


Segundo algumas interpretações de certas passagens bíblicas – tais como Primeira Epístola aos Tessalonicenses 4, 13-17, 1 Corintios 15, 51-52 e Mateus 24, 40-41 – alguns textos bíblicos apresentam esta doutrina como uma realidade que impulsiona a fé e a esperança de um futuro sem dores, tristeza e morte. Essa seria a grande verdade, pois todos os cristãos têm uma esperança bendita da manifestação da glória de Deus Tt 2, 13.


A exegese católica não crê em um arrebatamento nestes termos e tampouco nos mil anos literalmente falando que, para a mesma, consistiriam no lapso de tempo entre a Ascensão de Jesus e os tempos em que vivemos, mas na Parusia, que é a segunda vinda de Jesus Cristo no final dos tempos e sua manifestação gloriosa ao mundo para julgar pessoalmente cada homem segundo sua fé e obras e a História humana. Os justos seriam salvos e gozariam a vida eterna, a criação será renovada e os maus condenados à eternidade sem Deus, que é o inferno.


No Antigo Testamento também se refere o arrebatamento de Elias, não sendo muito claro o significado deste acontecimento.


A jovem Margaret Macdonald foi primeira pessoa discorrer sobre a doutrina do arrebatamento pré-tribulação, não era teóloga nem expositora da bíblia, era uma profetiza Irvingita. O fato foi registrado pelo jornalista cristão Dave MacPherson, que escreveu um livro sobre o tema dizendo: “Temos visto que uma jovem escocesa chamada Margaret Macdonald teve uma revelação particular em Port Glasgow, Escócia, no começo de 1830, de que um grupo seleto de cristãos seria capturado para encontrar Cristo nos ares, antes dos dias do Anticristo.” (extraido de SCHWERTLEY, Brian. Is the Pretribulation Rapture Biblical?)


O conceito popularizou-se em anos recentes, tanto pelo avanço do esforço missionário protestante quanto pela difusão de obras de ficção, das quais a mais notável é a série Deixados Para Trás.





[editar] O Governo Mundial após o arrebatamento da Igreja de Cristo


Questionamento inevitável: És tu o anticristo?


“Mas ele calou-se, e nada respondeu. O sumo sacerdote lhe tornou a perguntar, e disse-lhe: És tu o Cristo, Filho do Deus Bendito?” Marcos 14:61.


Semelhante ao questionamento daquele sacerdote do citado texto bíblico, muitos se perguntam nos dias atuais, quem será o anticristo? Podemos até imaginar numa reunião de cúpula mundial, a seguinte conversa informal entre George W. Bush, Nicolas Sarkozy, Dmitri Medvedev, Angela Merkel, Silvio Berlusconi, Gordon Brown, Stephen Harper, Yasuo Fukuda e outros mais: Qual de nós será o anticristo? Ou então, és tu o anticristo? O presidente venezuelano Hugo Chavez, que não tem papa na língua já disse abertamente que seria George W. Bush, pois chamou-o de a besta, e em outra ocasião na ONU disse que sentia cheiro de enxofre, pois o mesmo no dia anterior, havia estado naquele lugar. Por outro lado, se alguém questionasse a Bush, ele desconversaria e diria que o anticristo com certeza é o presidente do Irã, e é justamente por esse motivo que devemos destituí-lo. Pois o mundo precisa se livrar destas “ameaças”, como fizemos com Saddam Hussein, concluiria o presidente americano.



O grande cenário está sendo montado



Enquanto o cenário está sendo montado,existe na opinião dos escatologistas atualmente no mundo uma lista enorme de pretensos candidatos a anticristo. Alguém que assumirá o poder no governo mundial, nos moldes da descrição bíblica de Apocalipse 13. Chegam a citar George W. Bush, Bill Clinton, o seu ex-vice Al Gore, Bill Gates, Tony Blair, Vladimir Putin, Nelson Mandela, o príncipe Charles, o rei Juan Carlos da Espanha, Nicolas Sarkozy, Bin Laden, o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad até o candidato democrata a presidente dos EUA Barack Obama. Mas nenhum destes citados reune melhor os requisitos que o cargo requer que o premier italiano Silvio Berlusconi, considerando que o Vaticano se encontra em solo italiano, com o seu “falso profeta“, O Papa, visto que a maioria dos protestantes acredita que um lider católico será o falso profeta ou até mesmo a besta apocalíptica. Os quatro cantos do mundo, menos o governo Bush já sabe e aprova a reforma no Conselho de Segurança da ONU, com assento permanente para Alemanha, Brasil, Índia, Japão e um outro país africano. Quando isso acontecer será uma das últimas peças no cenário mundial, para o arrebatamento da Igreja de Cristo. Quando então assumirá o poder do governo mundial, o bilionário, e megalomaníaco premier italiano Silvio Berlusconi. Com a reforma do Conselho de Segurança da ONU, pelo visto para dez assentos permanentes e o arrebatamento da Igreja – desaparecimento de milhões e milhões de pessoas em todo o mundo, inclusive todas as crianças, estará tudo pronto para o cumprimento da profecia de Apocalipse 17 – “Os dez reis que têm poder, mas não têm reino“. Por conta do caos instalado no mundo, em nome de uma Nova Ordem Mundial, após o arrebatamento, estes “dez reis” oferecerão o poder e autoridade à besta. Com o poder nas mãos após o arrebatamento, conforme o pensamento protestante, Berlusconi incentivará a contrução de uma imagem falante do Papa, para que todos os moradores da terra a adorem. Quem quiser salvar a sua vida irá perdê-la, quem perder a sua vida irá ganhá-la na vida eterna.



Textos bíblicos:



“Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á.” Mateus 16:25.


“E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta. Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta.” Apocalipse 17:12-13.


“E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão. E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada. E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens. E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia. E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.” Apocalipse 13: 11-17.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *