O conflito entre energias e forças

Para o prático ortodoxo da medicina, a doença é tida como um processo mórbido definido que dá origem a uma série de sintomas que, em sua maior parte, são desencadeados por uma variedade de agentes físicos tais como as bactérias e os vírus.

Quando não se consegue especificar as causas, só pode ser um vírus que se aproxima e ao paciente é recomendado que descanse e tome a última panacéia miraculosa a venda nas farmácias e drogarias. A materialidade deste tipo de abordagem do problema da doença precisa ser urgentemente considerada, particularmente a luz da ciência espiritual e das técnicas alternativas de cura. Em outras palavras, as bactérias e vírus não constituem a causa primária das doenças, e sim o seu efeito que, ao estabelecer-se, passa a aparecer como causa.

A tensão eventualmente gera doença, que em última estância precipita-se sobre o plano físico sob a forma de lesões orgânicas ou distúrbios psicológicos.

Naturalmente, estamos lidando com fatores subjetivos que não se deixam comprovar cientificamente e não obstante, o tratamento baseado nestas “antigas descobertas” pode mostrar-se extremamente eficaz.

O Dr. Bach afirmava que o fluxo de energia da alma se depara com o campo de forças de nossos vários corpos, todos eles localizados nos corpos astral e mental, que com miasmas, toxinas por nós adquiridas e outros poluentes absorvidos por nosso corpo etérico, temos uma situação que gera tensão, na medida em que a energia da alma colide com este campo de força em qualquer um dos nossos veículos.

Uma vez que o campo magnético do homem acha-se continuamente em contato com outros campos magnéticos, nos quais as ações exercidas pelas forças de polaridade positivas e negativas, consistem em atrair e repelir umas às outras, o homem é quase sempre contaminado pelo intercambio destas forças, que se fragmentam em uma multiplicidade de pequenos vórtices e correntes cruzadas, chocando-se uma contra as outras numa terrível confusão, que assumem por fim a forma de germes ou doenças no campo físico.

É a causa da doença, que o praticante de Radiestesia e Radiônica deve visar, sendo que todo o processo de análise das condições de saúde tem por objetivo de identificar as causas básicas e primárias por trás de qualquer quadro de sintomas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *