O período kamakura viu a introdução das duas escolas que talvez tenham tido

Kamakura até o período moderno

O período Kamakura viu a introdução das duas escolas que talvez tenham tido o maior impacto no país: (1) As escolas Amidistas Terra Pura, promulgadas por evangelistas como Genshin e articulada por monges como Hōnen, que enfatizavam a salvação através da fé em Amitabha e que continua sendo a maior seita budista no Japão (e na Ásia); e (2) as escolas mais filosóficas Zen, promulgadas por monges como Eisai e Dogen, que enfatizavam a liberação através do insight da meditação, que também foram rapidamente adotas pelas classes superiores e tiveram um impacto profundo na cultura japonesa.

O Japão tem visto um declínio acentuado na prática budista no século XXI, com o fechamento de aproximadamente 1.000 templos por ano.[2] Muitos japoneses não estão mais realizando ritos funerários budistas, os quais eram antigamente a prática budista meais importante e universal na cultura japonesa.

[editar] Escolas Amidistas

[editar] Jodo Shu

Fundador: Huiyuan (慧遠, Jp. Eon), China, c. 400 EC
Nome chinês: Jingtu (浄土) “Terra Pura”
Introdução no Japão: Hōnen (法然), 1175 EC
Doutrina: nembutsu (念仏, “reza ao Buda”)
Texto principal: Sutra da Vida Infinita (Muryojukyo 無量壽経)

[editar] Jodo Shinshu

Fundador: Shinran (親鸞), 1224 EC
Nome japonês: 浄土真, “Verdadeira Terra Pur”
Influências principais: Jodo
Doutrina: shintai zokutai (真諦俗諦, “Verdade Real, Verdade Comum”)
Texto principal: Sutra da Vida Infinita (Muryojukyo 無量壽経)

[editar] Ji Shu

Fundador: Ippen (一遍), 1270 EC
Nome japonês: 時宗 ou 時衆, “Tempo”
Influências principais: Jodo
Doutrina: nenbutsu (念仏, “mentalização d Buda”)
Texto principal:

[editar] Yudsunenbutsu Shu

Fundador: Ryōnin (良忍), 1117 EC
Nome japonês: 融通念仏
Doutrina: sokushitsu ōjō (速疾往生,)
Texto principal: Sutra Avatamsaka (Kegonkyo 華厳経)・Sutra do Lótus (Hokekyo 法華経)

[editar] Escolas Zen

Varias variantes da prática e sabedoria experimental do Zen (禅宗) foram trazidas separadamente ao Japão. Note que influências Zen são encontradas anteriormente no Budismo japonês, especialmente na fertilização cruzada entre Hosso and Kegon, mas as escolas independentes foram formadas posteriormente.

[editar] Soto

Fundadores: Caoshan (曹山, japonês: Sosan) e Dongshan (洞山, japonês: Tosan), China, c. 850
Nome chinês: Caodong (曹洞), denominada em referência a seus fundadores
Introdução no Japão: Dogen (道元), 1227 EC
Influências principais: Tendai, Hosso, Kegon
Doutrina: zazen (坐禅, “meditação sentada”), especialmente shikantaza
Textos principais: Sutras da Sabedoria Transcendente, ou Sutras Prajnaparamita (般若波羅蜜経), incluindo o Sutra do Coração
monge budista japonês c.1897
monge budista japonês c.1897

[editar] Rinzai

Fundador: Linji (臨済), China, c. 850
Nome chinês: Linji (臨済), denominada em referência ao fundador
Introdução no Japão: Eisai (栄西), 1191 EC
Influências principais: Hosso, Kegon
Doutrina: zazen (坐禅, “meditação sentada”), especialmente prática de koan (公案, “matéria pública”)
Textos principais: Sutras da Sabedoria Transcendente, ou Sutras Prajnaparamita (般若波羅蜜経), incluindo o Sutra do Coração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *