O que é cauterização?

Cauterização: nova técnica de recuperação dos cabelos

O que é cauterização?

Um dos assuntos mais comentados atualmente nos salões de beleza é a cauterização. Mas, para que serve esse tratamento? É indicado pra qual tipo de cabelo?

A cauterização é um tratamento que cicatriza a cutícula do cabelo para que as proteínas depositadas, através de uma hidratação, permaneçam por mais tempo nos fios.

Ela corrige a estrutura capilar através de meios energéticos chamados agentes catiônicos, que recuperam as fibras capilares.

Uma explicação mais popular definiria a cauterização como uma hidratação profunda que sela as escamas dos fios e suaviza as pontas duplas, o que permite eliminar o aspecto arrepiado dos cabelos.

Como é feita a cauterização?

Para o tratamento são utilizados produtos específicos, por isso é muito importante que essa técnica seja conduzida por um profissional qualificado.

No salão, a cauterização é feita por etapas. Primeiro, o cabeleireiro lavará seus cabelos com um xampu específico e aplicará cremes reconstrutores, mecha por mecha, finalizando, depois com a chapa de cerâmica aquecida, própria para o tratamento.

Com isso, será produzido uma névoa de vapor com alto poder de penetração de queratina na fibra capilar, principalmente onde há fissuras ou falhas presentes nos fios, proporcionando brilho e maciez imediato.

É indicada pra quem?

Uma das principais vantagens da cauterização é permitir que cabelos descoloridos ou que passaram por processo químico, que antes eram reprovados nos testes, possam receber a Escova Definitiva.

Como é um tratamento que repõe toda a queratina perdida dos fios e tem a função de hidratar e deixar os cabelos com brilho, é indicado para qualquer tipo de cabelo, principalmente para os danificados, volumosos ou que passaram por qualquer processo químico, como o alisamento japonês, o relaxamento e a tintura.

Os profissionais recomendam o mínimo de quatro aplicações, com intervalos de mais ou menos vinte dias, para um resultado eficaz.



Fonte: taiff

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é cauterização

Cauterização





Cauterização é um termo médico usado para descrever o ato de queimar parte do corpo humano para remover ou fechar alguma região. As principais formas de cauterização utilizadas atualmente são o eletrocautério e a cauterização química.



Eletrocautério


Eletrocauterização (também chamada de cirurgia elétrica ou eletrocirurgia) é o processo de destruir tecido com a eletricidade, sendo usado amplamente na cirurgia moderna. O procedimento é frequentemente usado para parar o sangramento de pequenos vasos (sendo os vasos maiores ligados) ou para cortar um tecido corporal, como, por exemplo, a gordura abdominal em uma laparotomia ou o tecido mamário em uma mastectomia.



Gerador eletrocirúrgico


O gerador eletrocirúrgico (mais conhecido como uma unidade eletrocirúrgica ou simplesmente como gerador) alimenta um sistema de eletrocirurgia com eletricidade em voltagem, frequência e forma de onda adequados para corte ou coagulação, de acordo com a necessidade do cirurgião.



Frequência


Para prevenir o choque elétrico, uma frequência alternada que é maior do que a das tomadas domésticas é utilizada. As tomadas domésticas apresentam uma frequência de 50–60 Hz, que é bastante letal, já que a cada alteração os nervos e músculos são estimulados, causando contrações violentas 50-60 vezes por segundo. Entretanto, a estimulação nervosa e muscular cessam a 100.000 Hz, já que as alterações são rápidas demais para as células acompanharem. Desta maneira, a eletrocirurgia pode ser realizada com segurança em frequências acima de 100kHz.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *