O que é eritema infeccioso ?

ERITEMA INFECCIOSO

Sinônimos e nomes populares:

megaleritema, quinta doença.

O que é?

Doença infectocontagiosa, exantemática (que causa erupção na pele), eritematosa (manchas avermelhadas) e que atinge crianças de 2 a 14 anos.

Como se desenvolve?

Na sua forma clássica, o eritema tem o aspecto inicial de manchas avermelhadas, levemente elevadas (lembrando a asa de um morcego) e que tomam conta da bochecha (como se fosse uma face esbofeteada).

Acomete, posteriormente, o tronco e os braços. As alterações cutâneas persistem por até três semanas, podendo voltar por estímulos variados como: sol, estresse e variação da temperatura ambiental.

Geralmente não se acompanha de manifestações sistêmicas, sendo que alguns pacientes podem se queixar de dores musculares e nas articulações.

O eritema infeccioso é causado por um vírus chamado parvovírus B-19. A transmissão se faz por via respiratória e na fase inicial da moléstia. O período de incubação dura de quatro a 14 dias e se estende desde o contato até o aparecimento dos sintomas.

Como se faz o diagnóstico?

O diagnóstico é essencialmente baseado nos achados da história e no exame clínico do paciente.

Tratamento e prevenção

A doença é autolimitada e cura-se espontaneamente. Por isso raramente é necessário o uso de medicações. Estas se restringem a analgésicos para os casos de dor muscular ou articular.

Não existem medidas específicas para prevenir a doença, nem são necessárias, exceto em casos de gestantes e doentes com anemia crônica.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é eritema infeccioso?

O Eritema infeccioso, também conhecido como Quinta doença, é uma doença infecciosa geralmente inócua da infância causada pelo vírus B19.







Índice




Virus B19


O virus B19 é o único virus patogénico para o homem da família dos parvovirus. O seu genoma é de DNA simples (unicatenar), e é um dos menores virus com apenas 20 nanómetros.



Epidemiologia


É infecciosa por contacto directo e de secreções e causa epidemias em crianças. É uma das cinco doenças com exantema da infância: as outras quatro são sarampo, varicela, roséola e rubéola.


Em estudos serológicos foi demonstrado que metade da população adulta sofreu infecção por este virus em alguma altura da vida.



Progressão e Sintomas



Eritema devido a infecção com B19 nas mãos de criança

Eritema devido a infecção com B19 nas mãos de criança

O parvovirus B19 dissemina-se até à medula óssea, onde se multiplica no interior das células estomáticas precursoras das hemácias, destruindo-as. Em pessoas normais a velocidade de destruição não causa problemas maiores, mas em pessoas que já sofriam de alguma forma de anemia, a redução dos glóbulos vermelhos pode levar a crise aplástica perigosa. Em pessoas adultas saúdaveis usualmente não causa qualquer sintoma. Nas crianças causa muitas vezes exantema na face e membros. Essa mácula avermelhada de contornos mal definidos na bochecha da criança é semelhante à vermelhidão que surge após uma bofetada, donde vem o seu nome de sindrome da bofetada. Pode complicar raramente em artrites moderadas e resolúveis por si só, mas o seu curso é quase sempre benigno. Nas mulheres grávidas no entanto, pode causar abortos e mal-formações (hydrops fetalis), mas com muito menor frequência que outras doenças como a rubéola.



Diagnóstico e Tratamento


O diagnóstico é por detecção de anticorpos especificos contra o virus, por imunofluorescência. A observação ao microscópio electrónico ou detecção do seu DNA por PCR também é usada.


Não há tratamento nem é necessário porque é praticamente inócua.


Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é eritema infeccioso

Eritema infeccioso



 



 

 

O Eritema infeccioso, também conhecido como Quinta doença, é uma doença infecciosa geralmente inócua da infância causada pelo vírus B19.



Virus B19


O virus B19 é o único virus patogénico para o homem da família dos parvovirus. O seu genoma é de DNA simples (unicatenar), e é um dos menores virus com apenas 20 nanómetros.



Epidemiologia


É infecciosa por contacto directo e de secreções e causa epidemias em crianças. É uma das cinco doenças com exantema da infância: as outras quatro são sarampo, varicela, roséola e rubéola.


Em estudos serológicos foi demonstrado que metade da população adulta sofreu infecção por este virus em alguma altura da vida.



Progressão e Sintomas


 

O parvovirus B19 dissemina-se até à medula óssea, onde se multiplica no interior das células estomáticas precursoras das hemácias, destruindo-as. Em pessoas normais a velocidade de destruição não causa problemas maiores, mas em pessoas que já sofriam de alguma forma de anemia, a redução dos glóbulos vermelhos pode levar a crise aplástica perigosa. Em pessoas adultas saúdaveis usualmente não causa qualquer sintoma. Nas crianças causa muitas vezes exantema na face e membros. Essa mácula avermelhada de contornos mal definidos na bochecha da criança é semelhante à vermelhidão que surge após uma bofetada, donde vem o seu nome de sindrome da bofetada. Pode complicar raramente em artrites moderadas e resolúveis por si só, mas o seu curso é quase sempre benigno. Nas mulheres grávidas no entanto, pode causar abortos e mal-formações (hydrops fetalis), mas com muito menor frequência que outras doenças como a rubéola.



Diagnóstico e Tratamento


O diagnóstico é por detecção de anticorpos especificos contra o virus, por imunofluorescência. A observação ao microscópio electrónico ou detecção do seu DNA por PCR também é usada.


Não há tratamento nem é necessário porque é praticamente inócua.


Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *