O que é exantema súbito ?

EXANTEMA SÚBITO

Sinônimos e nomes populares:

roséola infantum, sexta moléstia, febre dos três dias.

O que é?

É uma doença infectocontagiosa que causa febre, de evolução benigna e que afeta crianças de seis a 36 meses.

Como se desenvolve e se adquire?

O exantema súbito é causado por alguns vírus da espécie herpes vírus humano sendo mais freqüente os do tipo 6 e 7.

A transmissão se faz através das secreções orais, em geral de adultos sadios.

Uma vez adquirido o vírus permanece no organismo por toda a vida, embora não cause mais doença, (portador assintomático). O período entre a aquisição do vírus e o surgimento da doença (incubação) varia de 7 a 10 dias.

Como se faz o diagnóstico?

O diagnóstico é essencialmente clínico, sendo baseado na história da doença e no exame clínico do paciente.

O que se sente?

Nos primeiros dias o exame pode ser normal ou levemente alterado, com pequenos gânglios (ínguas) no pescoço e ou na nuca, a garganta pode estar avermelhada e com discreto edema. Com ou sem medicação por volta do terceiro dia surge o exantema eritematoso (pele com lesões avermelhadas levemente elevadas) iniciando no tronco e atingindo posteriormente a face, o pescoço e a raiz das coxas.

A febre cede bruscamente, não retornando. A pele permanece avermelhada por mais dois ou três dias, quando então o eritema desaparece sem deixar marcas.

Como se trata?

A doença é autolimitada e cura-se espontaneamente sem deixar seqüelas. Cerca de 10 a 15% dos pacientes podem apresentar crise convulsiva durante a febre. Por isso raramente é necessário o uso de medicações. Estas se restringem a antitérmicos para a febre.

Como se previne?

Ainda não existe vacina nem medidas preventivas eficazes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *