O que é fisioterapia ?

O que é fisioterapia ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é fisioterapia?


O fisioterapeuta auxilia duas crianças com poliomielite a se manterem em pé, enquanto exercitam seus membros inferiores

O fisioterapeuta auxilia duas crianças com poliomielite a se manterem em pé, enquanto exercitam seus membros inferiores

A Fisioterapia é atividade profissional regulamentada da Área da Saúde que estuda, diagnostica, previne e trata os distúrbios da cinesia humana decorrentes de alterações de órgãos e sistemas humanos. Capacitada a emitir ou prescrever diagnóstico, prognóstico, prescrição, intervenção e alta, dentro de sua tipicidade assistencial.


É administrada em consultórios, clínicas, centros de reabilitação, asilos, escolas, clubes, academias, residências, hospitais, empresas, unidades básicas ou especializadas de saúde, pesquisas, entre outros, tanto por serviços públicos como privados.


Esta tipicidade assistencial atua nas mais diferentes áreas com procedimentos, técnicas, metodologias e abordagens específicas que tem o objetivo de tratar, minimizar e prevenir as mais variadas disfunções.


Além disto, a complexidade da profissão reside na necessidade do entendimento global do ser humano através da fisiologia, anatomia, propedêutica e semiologia funcional do corpo humano, baseado na Biofísica, Bioquímica, Cinesiologia, Biomecânica e outras ciências básicas; e na cidadania, antropologia, ética e outras ciências humanas.


Uma formação curricular consistente permite ao fisioterapeuta, em sua avaliação ou consulta, a formulação do diagnóstico fisioterapêutico (cinético-funcional ou cinesiológico-funcional), de acordo com a normatização profissional do Brasil.[1]


A Fisioterapia foi regulamentada oficialmente no Brasil pelo Decreto-Lei nº 938/1969 e pela Lei Federal nº 6.316 em 1975.







Índice




Prevenção


A atenção fisioterapêutica propicia o desenvolvimento de ações preventivas primárias, secundárias e terciárias. Mesmo antes da doença atingir o horizonte clínico, ou seja, de exibir sinais e sintomas, podem ser desenvolvidas intervenções preventivas.


Em indivíduos sob atenção do Fisioterapeuta para recuperação funcional de lesões e/ou disfunções, ações preventivas mais complexas podem ser desenvolvidas, como por exemplo, a prevenção de incapacidade respiratória numa vítima de um dado quadro neurológico.


No âmbito da saúde comunitária, podem ser desenvolvidas ações preventivas visando a minimização de disfunções decorrentes de doenças crônico-degenerativas, prevenção de condições biomecanicamente desfavoráveis, escola de postura, dentre outras ações. É crescente a solicitação da sociedade para que o Estado disponibilize com maior efetividade a atenção fisioterapêutica.


No Brasil, a 13.ª Conferência Nacional de Saúde realizada em Brasília/DF de 14 a 18 de novembro de 2007 aprovou por unanimidade uma política pública de Saúde Funcional pelo Sistema Único de Saúde.



Um fisioterapeuta esportivo. A Fisioterapia esportiva atua no atendimento imediato a atletas e também de forma preventiva

Um fisioterapeuta esportivo. A Fisioterapia esportiva atua no atendimento imediato a atletas e também de forma preventiva


Processo de Reabilitação


Trata-se de um processo multiprofissional visando a reinserção bio-psico-social do paciente. Tem por objetivo restaurar os movimentos e funções comprometidas depois de uma doença ou acidente, até tornar possível devolver o indivíduo a seu lugar anterior na sociedade, ou o mais perto disto (mais funcional/autônomo possível). Não se pode afirmar que a reabilitação foi um sucesso se o indivíduo recuperado total ou parcialmente não conseguir retornar à sua função social de origem, igual ou próximo ao desempenho anterior ao acidente ou doença.



Reintegração


Fase final do processo de reabilitação de grandes incapacitados, reintegrar a pessoa à sociedade é nobre objetivo da atenção fisioterapêutica, após uma terapeutização resolutiva. Em pessoas que sofreram seqüelas irreversíveis (perda de membros, lesões nervosas ou músculo-tendíneas incapacitantes), tal reintegração se dá mediante o treinamento e adaptação dos pacientes às suas potencialidades (com uso ou não de órteses e/ou próteses), para um grau o maior possível de autonomia pessoal e conseqüente interação social.



Recursos Terapêuticos


Os procedimentos da Fisioterapia contribuem para a prevenção, cura e recuperação da saúde. Para que o fisioterapeuta eleja os procedimentos que serão utilizados, ele terá de proceder à elaboração do diagnóstico Cinesiológico Funcional identificando a abrangência da disfunção, assim como acompanhar a reposta terapêutica aos procedimentos indicados pelo próprio profissional. Conheça os mais conhecidos recursos da Fisioterapia à sua disposição:



  • Cinesioterapia – Terapia por movimentos. São procedimentos onde se usa o movimento com os músculos, articulações, ligamentos, tendões e estruturas do sistema nervoso central e periférico, que têm como objetivo recuperar a função dos mesmos. A reeducação postural é um princípio da cinesioterapia: tratar deformidades da coluna ou problemas de postura com exercícios de alongamento e de fortalecimento muscular. Um dos caminhos é o popularmente conhecido no Brasil como RPG, porém pouco difundido na Europa, aonde se prefere os termos Cadeias Musculares de Mezière ou Cadeias Diagonais de Busquet (oblíquas, transversas), entre outras.



  • Mecanoterapia – Procedimento com aparelhos mecânicos para fortalecer, alongar, repotencializar a musculatura e reeducar movimentos comprometidos.


  • Recursos manipulativos – São abordagens terapêuticas visando a mobilização/manipulação de segmentos articulares, musculos, nervos e fáscias e trações segmentares e axiais. Os procedimentos manipulativos estimulam a dinâmica circulatória e a mobilidade dos tecidos e segmentos.


  • Hidroterapia – Cinesioterapia realizada em ambiente aquático.


  • Termoterapia – Procedimento com administração de modalidades biotérmicas.


  • Crioterapia – Emprego de gelo como procedimento terapêutico, geralmente em segmentos para tratamento de contusões e torções.


Áreas da Fisioterapia



  • Fisioterapia Dermato-Funcional – Especialidade da Fisioterapia que diagnostica, estuda e trata as afecções dermatológicas e intertegumentares. Utiliza procedimentos próprios para doenças dermatológicas com LASER, infravermelho ou ultravioleta para evitar ou reduzir retrações musculares e acelerar os processos de reparação e cicatrização.


  • Fisioterapia do Trabalho – atua em empresas e/ou organizações detentoras de postos de trabalho, intervindo preventivamente e/ou terapeuticamente de maneira importante para a redução dos índices de doenças ocupacionais. Também conhecida em associação com Ergonomia.


  • Fisioterapia Gerontológica – Estuda, previne e trata as disfunções decorrentes do processo de envelhecimento, mediante a administração de condutas fisioterapêuticas, prevenindo quedas e promovendo a recuperação funcional global de pessoas idosas.


  • Fisioterapia Uroginecológica e Obstétrica – Administra procedimentos próprios que visam a conscientização corporal, eletroterapia, cinesioterapia e outros recursos na incontinência urinária e fecal masculina e feminina, no Vaginismo, na Endometriose, na Tensão pré-menstrual, na Dismenorréia, na Dor Pélvica Crônica, entre outros. A atuação fisioterapêutica é muito importante no período gestacional, a fim de tratar as alterações posturais e algias decorrentes da gestação, a minimização do edema gestacional com auxílio da Drenagem Linfática manual e, ainda, a preparação da gestante para o período pós-parto, com exercícios de fortalecimento de períneo e músculos abdominais. Todo o cuidado durante a gestação vai ajudar na recuperação da puérpera.


  • Fisioterapia Neurofuncional – Área da fisioterapia que visa o estudo, diagnóstico e tratamento de distúrbios neurológicos que envolvam as funções neuromotoras; por exemplo, pacientes que sofreram um Acidente Vascular Encefálico (AVE). A Fisioterapia Neurofuncional induz ações terapêuticas para recuperação de funções, entre elas a coordenação motora, a força, o equilíbrio e a coordenação. A terapêutica em fisioterapia neurológica baseia-se em exercícios que promovam a restauração de funções motoras, de forma a resolver deficiências motrizes e aperfeiçoar padrões motores, com importante fundamentaç~]ao nos princípios neurofisiológicos da Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva.


  • Fisioterapia Musculoesqulética – Estuda, diagnostica e trata as disfunções musculoesqueléticas, de origem ortopédica, reumática ou decorrente de traumatismos. Tem como recursos a cinesioterapia, eletroterapia, termoterapia, hidroterapia para aumentar a capacidade de movimentação, estimular a circulação e diminuir as dores de pacientes com fraturas, traumas musculares e entorses.


  • Fisioterapia Respiratória – Utiliza técnicas e manobras que visam melhorar a dinâmica respiratória e a distribuição do ar inalado no pulmão, remover secreções brônquicas, obtendo assim uma melhor função respiratória. Além das técnicas manuais, existem diversos equipamentos que auxiliam na obtenção destes resultados.



  • Fisioterapia Pediátrica – Especialidade que utiliza de métodos e técnicas próprias para o tratamento de enfermidades neurológicas e cardiorespiratórias de crianças. Dentre elas podemos citar o baby bobath, o aumento do fluxo expiratório – AFE, a expiração lenta e prolongada – ElPr, a desobstrução rinofaríngea retrógrada, a glossopulssão retrógrada, o posicionamento no leito e o reequilíbrio tóraco – abdominal – RTA.


  • Fisioterapia Esportiva – Atua diretamente nas atividades esportivas, na preparação, prevenção e recuperação de lesões no processo de reabilitação de atletas em clubes, times, academias, etc.


  • A Fisioterapia Manipulativa Ortopédica ou Músculo-Esquelética é uma área de especialização do Fisioterapeuta que lida com o manejo de disfunções neuro-músculo-esqueléticas, baseada no raciocínio clínico, usando técnicas e abordagens de tratamento altamente específicas, incluindo a terapia manipulativa e exercícios terapêuticos. A Fisioterapia Manipulativa é conduzida por dados científicos, evidência clínica e pelo quadro biopsicossocial dos pacientes.


Especialidades reconhecidas pelo Coffito no Brasil



  • Fisioterapia Pneumo-funcional pela resolução n.º 188, de 09/12/98, nomenclatura substituída por Fisioterapia respiratória pela resolução n.º 318, de 30/08/06.



  • Acupuntura pela resolução n.º 219, de 14/12/00, não-exclusiva; foi precedida pela normativa pioneira de 22/06/85, a histórica resolução n.º 60, e as complementações de n.º 97 e 201.





  • Fisioterapia do trabalho pela resolução n.º 351, de 13/06/08; foi precedida pela normativa inicial de n.º 259, de 18/12/03, que listou atribuições na área.

(A resolução n.º 348, de 02/04/08, reconhece a Equoterapia como recurso terapêutico a ser utilizado pelo fisioterapeuta, porém ainda não a reconhece como especialidade)



RPG – Reeducação Postural Global




Ver artigo principal: Reeducação Postural Global

A Reeducação Postural Global (RPG) é um método da Fisioterapia que visa a saúde integrada a partir do ajuste entre as estruturas do corpo. Apesar de ser comumente relacionada ao tratamento de disfunções do aparelho locomotor, a RPG em sua originalidade contribui para reeducação do ser integrado, agindo portanto sobre todos os sistemas do organismo humano, seja direta ou indiretamente.


A chamada RPG surge dos estudos realizados pelo pesquisador francês Philippe Emmanuel Souchard com a publicação da obra “O Campo Fechado” (1981). A RPG hoje conta com uma grande equipe de profissionais fisioterapeutas que, junto ao professor Souchard, respondem pelos cursos de formação básica e avançada do método em quatorze países do globo (quais sejam: França, Suíça, Portugal, Itália, Espanha, Bélgica, Luxemburgo, Canadá, Argentina, Venezuela, Uruguai, Chile, Peru e Brasil), bem como pelas pesquisas e atualizações em relação ao tema. Seus resultados tem sido publicados em obras de renome, sob autoria do professor Souchard e colaboradores, das quais podemos citar: O Diafragma; Respiração; Autoposturas Respiratórias; o que é RPG – Reeducação Postural Global; Esculpindo Seu Corpo; Fundamentos do Streching Global Ativo; O Streching Global Ativo; As Escolioses.



Referências




  1. Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional: RESOLUÇÃO Nº. 80, DE 9 DE MAIO DE 1987. (Diário Oficial da União nº. 093 – de 21/05/87, Seção I, Págs. 7609), acessado em 24 de abril de 2008

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é fisioterapia

Fisioterapia





 

A Fisioterapia é atividade profissional regulamentada da Área da Saúde que estuda, diagnostica, previne e trata os distúrbios da cinesia humana decorrentes de alterações de órgãos e sistemas humanos. Capacitada a emitir ou prescrever diagnóstico, prognóstico, prescrição, intervenção e alta, dentro de sua tipicidade assistencial.


É administrada em consultórios, clínicas, centros de reabilitação, asilos, escolas, clubes, academias, residências, hospitais, empresas, unidades básicas ou especializadas de saúde, pesquisas, entre outros, tanto por serviços públicos como privados.


Esta tipicidade assistencial atua nas mais diferentes áreas com procedimentos, técnicas, metodologias e abordagens específicas que tem o objetivo de tratar, minimizar e prevenir as mais variadas disfunções.


Além disto, a complexidade da profissão reside na necessidade do entendimento global do ser humano através da fisiologia, anatomia, propedêutica e semiologia funcional do corpo humano, baseado na Biofísica, Bioquímica, Cinesiologia, Biomecânica e outras ciências básicas; e na cidadania, antropologia, ética e outras ciências humanas.


Uma formação curricular consistente permite ao fisioterapeuta, em sua avaliação ou consulta, a formulação do diagnóstico fisioterapêutico (cinético-funcional ou cinesiológico-funcional), de acordo com a normatização profissional do Brasil.[1]


A Fisioterapia foi regulamentada oficialmente no Brasil pelo Decreto-Lei nº 938/1969 e pela Lei Federal nº 6.316 em 1975.



Prevenção


A atenção fisioterapêutica propicia o desenvolvimento de ações preventivas primárias, secundárias e terciárias. Mesmo antes da doença atingir o horizonte clínico, ou seja, de exibir sinais e sintomas, podem ser desenvolvidas intervenções preventivas.


Em indivíduos sob atenção do Fisioterapeuta para recuperação funcional de lesões e/ou disfunções, ações preventivas mais complexas podem ser desenvolvidas, como por exemplo, a prevenção de incapacidade respiratória numa vítima de um dado quadro neurológico.


No âmbito da saúde comunitária, podem ser desenvolvidas ações preventivas visando a minimização de disfunções decorrentes de doenças crônico-degenerativas, prevenção de condições biomecanicamente desfavoráveis, escola de postura, dentre outras ações. É crescente a solicitação da sociedade para que o Estado disponibilize com maior efetividade a atenção fisioterapêutica.


No Brasil, a 13.ª Conferência Nacional de Saúde realizada em Brasília/DF de 14 a 18 de novembro de 2007 aprovou por unanimidade uma política pública de Saúde Funcional pelo Sistema Único de Saúde.


 


Processo de Reabilitação


Trata-se de um processo multiprofissional visando a reinserção bio-psico-social do paciente. Tem por objetivo restaurar os movimentos e funções comprometidas depois de uma doença ou acidente, até tornar possível devolver o indivíduo a seu lugar anterior na sociedade, ou o mais perto disto (mais funcional/autônomo possível). Não se pode afirmar que a reabilitação foi um sucesso se o indivíduo recuperado total ou parcialmente não conseguir retornar à sua função social de origem, igual ou próximo ao desempenho anterior ao acidente ou doença.



Reintegração


Fase final do processo de reabilitação de grandes incapacitados, reintegrar a pessoa à sociedade é nobre objetivo da atenção fisioterapêutica, após uma terapeutização resolutiva. Em pessoas que sofreram seqüelas irreversíveis (perda de membros, lesões nervosas ou músculo-tendíneas incapacitantes), tal reintegração se dá mediante o treinamento e adaptação dos pacientes às suas potencialidades (com uso ou não de órteses e/ou próteses), para um grau o maior possível de autonomia pessoal e conseqüente interação social.



Recursos Terapêuticos


Os procedimentos da Fisioterapia contribuem para a prevenção, cura e recuperação da saúde. Para que o fisioterapeuta eleja os procedimentos que serão utilizados, ele terá de proceder à elaboração do diagnóstico Cinesiológico Funcional identificando a abrangência da disfunção, assim como acompanhar a reposta terapêutica aos procedimentos indicados pelo próprio profissional. Conheça os mais conhecidos recursos da Fisioterapia à sua disposição:



  • Cinesioterapia – Terapia por movimentos. São procedimentos onde se usa o movimento com os músculos, articulações, ligamentos, tendões e estruturas do sistema nervoso central e periférico, que têm como objetivo recuperar a função dos mesmos. A reeducação postural é um princípio da cinesioterapia: tratar deformidades da coluna ou problemas de postura com exercícios de alongamento e de fortalecimento muscular. Um dos caminhos é o popularmente conhecido no Brasil como RPG, porém pouco difundido na Europa, aonde se prefere os termos Cadeias Musculares de Mezière ou Cadeias Diagonais de Busquet (oblíquas, transversas), entre outras.



  • Mecanoterapia – Procedimento com aparelhos mecânicos para fortalecer, alongar, repotencializar a musculatura e reeducar movimentos comprometidos.


  • Recursos manipulativos – São abordagens terapêuticas visando a mobilização/manipulação de segmentos articulares, musculos, nervos e fáscias e trações segmentares e axiais. Os procedimentos manipulativos estimulam a dinâmica circulatória e a mobilidade dos tecidos e segmentos.


  • Hidroterapia – Cinesioterapia realizada em ambiente aquático.


  • Termoterapia – Procedimento com administração de modalidades biotérmicas.


  • Crioterapia – Emprego de gelo como procedimento terapêutico, geralmente em segmentos para tratamento de contusões e torções.


Áreas da Fisioterapia



  • Fisioterapia Dermato-Funcional – Especialidade da Fisioterapia que diagnostica, estuda e trata as afecções dermatológicas e intertegumentares. Utiliza procedimentos próprios para doenças dermatológicas com LASER, infravermelho ou ultravioleta para evitar ou reduzir retrações musculares e acelerar os processos de reparação e cicatrização.


  • Fisioterapia do Trabalho – atua em empresas e/ou organizações detentoras de postos de trabalho, intervindo preventivamente e/ou terapeuticamente de maneira importante para a redução dos índices de doenças ocupacionais. Também conhecida em associação com Ergonomia.


  • Fisioterapia Gerontológica – Estuda, previne e trata as disfunções decorrentes do processo de envelhecimento, mediante a administração de condutas fisioterapêuticas, prevenindo quedas e promovendo a recuperação funcional global de pessoas idosas.


  • Fisioterapia Uroginecológica e Obstétrica – Administra procedimentos próprios que visam a conscientização corporal, eletroterapia, cinesioterapia e outros recursos na incontinência urinária e fecal masculina e feminina, no Vaginismo, na Endometriose, na Tensão pré-menstrual, na Dismenorréia, na Dor Pélvica Crônica, entre outros. A atuação fisioterapêutica é muito importante no período gestacional, a fim de tratar as alterações posturais e algias decorrentes da gestação, a minimização do edema gestacional com auxílio da Drenagem Linfática manual e, ainda, a preparação da gestante para o período pós-parto, com exercícios de fortalecimento de períneo e músculos abdominais. Todo o cuidado durante a gestação vai ajudar na recuperação da puérpera.


  • Fisioterapia Neurofuncional – Área da fisioterapia que visa o estudo, diagnóstico e tratamento de distúrbios neurológicos que envolvam as funções neuromotoras; por exemplo, pacientes que sofreram um Acidente Vascular Encefálico (AVE). A Fisioterapia Neurofuncional induz ações terapêuticas para recuperação de funções, entre elas a coordenação motora, a força, o equilíbrio e a coordenação. A terapêutica em fisioterapia neurológica baseia-se em exercícios que promovam a restauração de funções motoras, de forma a resolver deficiências motrizes e aperfeiçoar padrões motores, com importante fundamentaç~]ao nos princípios neurofisiológicos da Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva.


  • Fisioterapia Musculoesqulética – Estuda, diagnostica e trata as disfunções musculoesqueléticas, de origem ortopédica, reumática ou decorrente de traumatismos. Tem como recursos a cinesioterapia, eletroterapia, termoterapia, hidroterapia para aumentar a capacidade de movimentação, estimular a circulação e diminuir as dores de pacientes com fraturas, traumas musculares e entorses.


  • Fisioterapia Respiratória – Utiliza técnicas e manobras que visam melhorar a dinâmica respiratória e a distribuição do ar inalado no pulmão, remover secreções brônquicas, obtendo assim uma melhor função respiratória. Além das técnicas manuais, existem diversos equipamentos que auxiliam na obtenção destes resultados.



  • Fisioterapia Pediátrica – Especialidade que utiliza de métodos e técnicas próprias para o tratamento de enfermidades neurológicas e cardiorespiratórias de crianças. Dentre elas podemos citar o baby bobath, o aumento do fluxo expiratório – AFE, a expiração lenta e prolongada – ElPr, a desobstrução rinofaríngea retrógrada, a glossopulssão retrógrada, o posicionamento no leito e o reequilíbrio tóraco – abdominal – RTA.


  • Fisioterapia Esportiva – Atua diretamente nas atividades esportivas, na preparação, prevenção e recuperação de lesões no processo de reabilitação de atletas em clubes, times, academias, etc.


  • A Fisioterapia Manipulativa Ortopédica ou Músculo-Esquelética é uma área de especialização do Fisioterapeuta que lida com o manejo de disfunções neuro-músculo-esqueléticas, baseada no raciocínio clínico, usando técnicas e abordagens de tratamento altamente específicas, incluindo a terapia manipulativa e exercícios terapêuticos. A Fisioterapia Manipulativa é conduzida por dados científicos, evidência clínica e pelo quadro biopsicossocial dos pacientes.


Especialidades reconhecidas pelo Coffito no Brasil



  • Fisioterapia Pneumo-funcional pela resolução n.º 188, de 09/12/98, nomenclatura substituída por Fisioterapia respiratória pela resolução n.º 318, de 30/08/06.



  • Acupuntura pela resolução n.º 219, de 14/12/00, não-exclusiva; foi precedida pela normativa pioneira de 22/06/85, a histórica resolução n.º 60, e as complementações de n.º 97 e 201.





  • Fisioterapia do trabalho pela resolução n.º 351, de 13/06/08; foi precedida pela normativa inicial de n.º 259, de 18/12/03, que listou atribuições na área.

(A resolução n.º 348, de 02/04/08, reconhece a Equoterapia como recurso terapêutico a ser utilizado pelo fisioterapeuta, porém ainda não a reconhece como especialidade)



RPG – Reeducação Postural Global




 

A Reeducação Postural Global (RPG) é um método da Fisioterapia que visa a saúde integrada a partir do ajuste entre as estruturas do corpo. Apesar de ser comumente relacionada ao tratamento de disfunções do aparelho locomotor, a RPG em sua originalidade contribui para reeducação do ser integrado, agindo portanto sobre todos os sistemas do organismo humano, seja direta ou indiretamente.


A chamada RPG surge dos estudos realizados pelo pesquisador francês Philippe Emmanuel Souchard com a publicação da obra “O Campo Fechado” (1981). A RPG hoje conta com uma grande equipe de profissionais fisioterapeutas que, junto ao professor Souchard, respondem pelos cursos de formação básica e avançada do método em quatorze países do globo (quais sejam: França, Suíça, Portugal, Itália, Espanha, Bélgica, Luxemburgo, Canadá, Argentina, Venezuela, Uruguai, Chile, Peru e Brasil), bem como pelas pesquisas e atualizações em relação ao tema. Seus resultados tem sido publicados em obras de renome, sob autoria do professor Souchard e colaboradores, das quais podemos citar: O Diafragma; Respiração; Autoposturas Respiratórias; o que é RPG – Reeducação Postural Global; Esculpindo Seu Corpo; Fundamentos do Streching Global Ativo; O Streching Global Ativo; As Escolioses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *