O que é meridiano?

Meridiano (ou meridiano geográfico) é a linha imaginária que resulta de um corte efectuado num modelo geométrico da Terra por um plano que contém o seu centro. Quando esse modelo é uma esfera, o meridiano é uma semi-circunferência (180 graus); quando é um elipsóide de revolução, é uma semi-elipse. Em ambos os casos, o meridiano contém os pólos e é perpendicular a todos os paralelos e ao equador.


Ao conjunto de dois meridianos opostos, formando uma circunferência ou uma elipse, conforme o caso, chama-se círculo meridiano. Cada círculo meridiano contém, portanto, um meridiano e o respectivo antimeridiano ou meridiano contrário. Em cada meridiano, a longitude é constante. A posição sobre um determinado meridiano é dada pela latitude.


Meridiano internacional é aquele que é utilizado, por convenção internacional, como origem para a contagem das longitudes. É, desde, 1884, o meridiano que passa pelo Observatório de Greenwich, Inglaterra. Sobre o meridiano que passa por Greenwich, a longitude é igual a zero, contando-se para Leste (positiva) e para Oeste deste (negativa). Sobre o antimeridiano de Greenwich, também conhecido por Linha Internacional de Mudança de Data, a longitude é igual a 180º.



  • Meridiano geodésico de um lugar é aquele que é definido sobre um modelo geodésico da Terra, e sobre o qual a longitude representada nos mapas (latitude geodésica) é constante.
  • Meridiano astronómico de um lugar é a linha imaginária cujo plano contém a vertical do lugar e uma paralela ao eixo de rotação da Terra, e sobre o qual a longitude astronómica é constante. Devido às irregularidades do geóide, os meridianos astronómicos são linhas irregulares, não coincidentes com qualquer meridiano geográfico.
  • Meridiano celeste é um círculo máximo da esfera celeste que contém os pólos e o zénite do observador. Ao contrário dos círculos horários, considera-se que os meridianos celestes são solidários com a Terra, não estando sujeitos ao movimento diurno aparente da esfera celeste.

O termo “meridiano” vem do latim meridies, que significa, literalmente, “linha que une os lugares que têm o meio-dia ao mesmo tempo” ou, apenas, “a linha do meio-dia”. Ficará claro, portanto, por que um meridiano geográfico, ou linha do meio-dia, não é um círculo máximo, mas sim um semicírculo máximo, ou arco de 180 graus. O Sol cruza um dado meridiano a meio caminho entre a hora do nascer-do-sol e a do pôr-do-sol naquele meridiano; no meridiano oposto, ou antimeridiano, é meia-noite. A mesma raiz latina deu origem aos termos Ante Meridiem (AM), antes do meio-dia, e Post Meridiem (PM), depois do meio-dia).

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é meridiano?

O que é meridiano?

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *