O que é o elemento berquélio

Berquélio



Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.





Universidade da Califórnia, Berkeley

Universidade da Califórnia, Berkeley




















































CúrioBerquélioCalifórnio
Tb

Bk
   
 
 


Propriedades conhecidas
Nome, símbolo, número Berquélio, Bk, 97
Classe , série química
Metal , transição interna

(actinídio)
Grupo , periodo, bloco _ , 7 , f
Cor e aparência Aparentemente Prateado
Massa atómica [247] u
Configuração electrónica [Rn] 5f9 7s²
Estado da matéria Sólido
Propriedades físicas
Estado da matéria Sólido
Ponto de fusão 1323 K (1050 °C)
Ponto de ebulição sem dados
Isótopos mais estáveis












































iso. AN Meia-vida MD ED MeV PD
245Bk Sintético 4,94 dias ε
ε
0,810
6,455
245Cm
241Am
246Bk Sintético 1,8 dias α
ε
6,070
1,350
242Am
246Cm
247Bk Sintético 1380 anos α 5,889 243Am
248Bk Sintético >9 anos α 5,803 244Am
249Bk Sintético 320 dias α
FE
β
5,526
 
0,125
245Am


 
249Cf

Unidades SI e CNTP, exceto onde indicado o contrário


O berquélio (em homenagem à cidade norte-americana de Berkeley) é um elemento químico de símbolo Bk , número atômico 97 ( 97 prótons e 97 elétrons ) que apresenta massa atómica igual a [247] u. É um elemento metálico , sintético, transurânico, pertencente ao grupo dos actinídios na tabela periódica dos elementos.


O berquélio-243 foi o primeiro isótopo sintetizado deste elemento. A descoberta ocorreu na Universidade da Califórnia, Berkeley por uma equipe norte-americana em 1949, bombardeando o amerício-241 com partículas alfa.


Até o momento, fora da pesquisa científica, o berquélio não apresenta nenhuma aplicação comercial.









Índice

[esconder]



[editar] Características principais


Quantidades macroscópicas de berquélio-249 ( vida-média de 324 dias ) obtidas sinteticamente tornaram possível determinar algumas das propriedades do elemento. Mesmo que, até o presente momento não tenha sido isolado na forma elementar, é possível prever que se trata de um elemento de aspecto prateado metálico, que oxida-se facilmente no ar em temperaturas elevadas, e será solúvel em ácidos minerais diluidos.


Técnicas de difração por raio-X tem sido usados para identificar vários compostos de berquélio, tais como: dióxido de berquélio ( BkO2 ), fluoreto de berquélio ( BkF3 ), oxicloreto de berquélio ( BkOCl ), e trióxido de berquélio ( BkO3 ). Em 1962 , quantidades de cloreto de berquélio foram isolados pesando um bilionésimo de grama. Esta foi a primeira vez que uma quantidade visível de um composto puro de berquélio foi produzido.


Como outros actinídios, o berquélio se acumula no tecido ósseo, por isso, deve ser manuseado com cuidado. Este elemento não tem nenhuma aplicação conhecida fora da pesquisa básica , e não apresenta nenhum papel biológico.



[editar] História


O berquélio foi sintetizado pela primeira vez por Glenn T. Seaborg, Albert Ghiorso, Stanley G. Thompson, e Kenneth Street, Jr na Universidade da Califórnia , Berkeley , em dezembro de 1949. A equipe usou um ciclotron para bombardear o amerício – 241 com partículas alfa para obtenção do berquélio-243 ( meia-vida de 4,5 horas ), e com liberação de 2 neutrons. Outro isótopo do berquélio ( Bk-249 com meia vida de 320 dias ) foi obtido posteriormente através do bombardeio de um alvo de cúrio – 244 com um feixe intenso de neutrons.



[editar] Isótopos


19 radioisótopos de berquélio foram identificados, sendo os mais estáveis Bk-247 com uma meia-vida de 1380 anos, Bk-248 com uma meia-vida superior a 9 anos, e Bk-249 com meia-vida de 320 dias. Todos os demais isótopos radioativos possuem meias-vidas inferiores a 5 dias, e a maioria destes com meias-vidas abaixo de 5 horas. Este elemento apresenta também 2 meta estados, sendo o mais estável Bk-248m ( t½ 23,7 horas ). As massas atômicas dos isótopos do berquélio variam de 235,057 u ( Bk-235 ) até 254,091 u ( Bk-254 ).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *