O que é sinusite ?

SINUSITE

O que é?

Sinusite é uma doença com base inflamatória e/ou infecciosa que acomete as cavidades existentes ao redor do nariz. Estas deveriam comunicar-se com as fossas nasais sem impedimentos! São cavidades revestidas por uma mucosa que necessita ventilação para a manutenção da normalidade na região.


 


A figura apresenta a região do nariz em uma visualização interna de seus componentes. Observe a proximidade destas cavidades para-nasais (ao redor do nariz) com as estruturas das órbitas (olhos), dentes e do cérebro. Sinusites podem levar a complicações sérias nestas regiões vizinhas!

Como se adquire?

Após infecção viral, inflamação de origem alérgica ou por poluentes, a mucosa da região nasal aumenta de volume e obstrui a comunicação destas cavidades com as fossas nasais. Esta obstrução acarreta o início da colonização por germes e fungos que estão presentes na região, mas não encontravam condições favoráveis ao seu crescimento.

O que se sente?

A doença pode gerar sensação de “peso na face”, corrimento nasal, dores de cabeça, sensação de mau cheiro oriunda do nariz ou da boca e obstrução nasal com eventuais espirros.

Como o médico faz o diagnóstico?

O diagnóstico é feito através da história que o paciente relata, exame físico da região e de exames radiológicos eventualmente necessários.

Como se trata?

O tratamento é feito com analgésicos, medicamentos para melhorar a permeabilidade nasal e antibióticos específicos aos germes que forem encontrados na região. Trata-se com medicamentos antifúngicos as infecções fúngicas sinusais.

Como se previne?

O cuidado com a saúde para se evitar as infecções virais e a manutenção da permeabilidade nasal durante essas viroses; o correto tratamento dos problemas alérgicos; a correção cirúrgica de eventuais desvios septais obstrutivos e/ou cornetos nasais obstrutivos podem prevenir as sinusites.

Quem vive em regiões frias ou com grandes variações climáticas ao longo dos dias ou meses, deve tomar cuidados mais intensos pela propensão maior da doença.

Perguntas que você pode fazer ao seu médico:

A minha sinusite tem cura?

Se ela retorna freqüentemente não seria necessário combater os fatores predisponentes?

Quais as repercussões a médio e longo prazo de uma sinusite mal tratada?

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é sinusite?


Maxilar com sinusite

Maxilar com sinusite


















Sinusite
Classificações e recursos externos
CID10 J01., J32.
CID9 461, 473
DiseasesDB 12136
eMedicine emerg/536 
MeSH D012852

Sinusite é uma inflamação dos seios paranasais, geralmente associada a um processo infeccioso.


Os seios paranasais são formados por um grupo de cavidades aeradas que se abrem dentro do nariz e se desenvolvem nos ossos da face.


As causas mais comuns que podem desencadear a sinusite são: a gripe, alergia, desvio do septo nasal e más condições climáticas. Mas existem várias maneiras de prevenir a sinusite. O primeiro passo é fazer de tudo para garantir uma boa função nasal, provocando uma drenagem adequada das cavidades.a as medidas profiláticas em relação às alergias também funcionam positivamente para a prevenção da sinusite.


Esta patologia pode ser dividir em quatro tipos:



  1. Infecciosa: a sinusite neste caso tem características de dor na região dos seios da face, seguida de obstrução nasal, secreção purulenta e febre.
  2. Alérgica: apresenta dor nos seios da face, ocasionalmente febre e vem com todos os sintomas comuns da alergia, coriza clara e abundante, obstrução nasal e crises de espirros.
  3. Traumática: causada por diferença de pressão. Por exemplo, durante viagens de avião ou mergulho. Suas características são a dor maxilar e pouca obstrução nasal.
  4. Crônica: neste caso a drenagem do muco fica definitivamente comprometida, e a mucosa fica espessa e fibrosa.


Diagnóstico


O processo de diagnóstico se inicia com uma história clínica bem colhida, associada a exames radiológicos, em particular a tomografia computadorizada, e exames vídeo-endoscópicos, destacando que a utilização exclusiva dos raios X para o diagnóstico das sinusopatias é desaconselhado devido à alta taxa de falhas que este exame apresenta para os seios da face.



Tratamento






Advertência: A Wikipedia não é um consultório médico.


Se necessita de ajuda, por favor consulte um profissional de saúde;
As informações aqui contidas, são apenas de caráter informativo.


Após o diagnóstico se inicia o tratamento que se destina a desobstruir, a liberar as secreções retidas na face e tentar que este processo infeccioso e/ou inflamatório não se repita. O tratamento se dá através de antialérgicos, corticóides, lavagens nasais, inalações e cirurgias, com seus avanços nos últimos anos, que oferecem excelentes resultados quando indicados corretamente e realizados por médicos experientes neste setor.Sendo valer que estudos feitos recentes mostraram que a pessoa que ingerir bebidas alcoólicas no tratamento ou no desenvolvimento dela agrava o caso em cerca de 40% de aumento das secreções retidas na face.


A sinusite e a obstrução nasal têm cura. O importante é destacar que o tratamento correto e a adesão do paciente são de fundamental importância para que a doença seja vencida.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é sinusite

Sinusite



 



 


Maxilar com sinusite

Maxilar com sinusite


















Sinusite
Classificações e recursos externos
CID10 J01., J32.
CID9 461, 473
DiseasesDB 12136
eMedicine emerg/536 
MeSH D012852

Sinusite é uma inflamação dos seios paranasais, geralmente associada a um processo infeccioso.


Os seios paranasais são formados por um grupo de cavidades aeradas que se abrem dentro do nariz e se desenvolvem nos ossos da face.


As causas mais comuns que podem desencadear a sinusite são: a gripe, alergia, desvio do septo nasal e más condições climáticas. Mas existem várias maneiras de prevenir a sinusite. O primeiro passo é fazer de tudo para garantir uma boa função nasal, provocando uma drenagem adequada das cavidades.a as medidas profiláticas em relação às alergias também funcionam positivamente para a prevenção da sinusite.


Esta patologia pode ser dividir em quatro tipos:



  1. Infecciosa: a sinusite neste caso tem características de dor na região dos seios da face, seguida de obstrução nasal, secreção purulenta e febre.
  2. Alérgica: apresenta dor nos seios da face, ocasionalmente febre e vem com todos os sintomas comuns da alergia, coriza clara e abundante, obstrução nasal e crises de espirros.
  3. Traumática: causada por diferença de pressão. Por exemplo, durante viagens de avião ou mergulho. Suas características são a dor maxilar e pouca obstrução nasal.
  4. Crônica: neste caso a drenagem do muco fica definitivamente comprometida, e a mucosa fica espessa e fibrosa.


Diagnóstico


O processo de diagnóstico se inicia com uma história clínica bem colhida, associada a exames radiológicos, em particular a tomografia computadorizada, e exames vídeo-endoscópicos, destacando que a utilização exclusiva dos raios X para o diagnóstico das sinusopatias é desaconselhado devido à alta taxa de falhas que este exame apresenta para os seios da face.



Tratamento


Após o diagnóstico se inicia o tratamento que se destina a desobstruir, a liberar as secreções retidas na face e tentar que este processo infeccioso e/ou inflamatório não se repita. O tratamento se dá através de antialérgicos, corticóides, lavagens nasais, inalações e cirurgias, com seus avanços nos últimos anos, que oferecem excelentes resultados quando indicados corretamente e realizados por médicos experientes neste setor.Sendo valer que estudos feitos recentes mostraram que a pessoa que ingerir bebidas alcoólicas no tratamento ou no desenvolvimento dela agrava o caso em cerca de 40% de aumento das secreções retidas na face.


A sinusite e a obstrução nasal têm cura. O importante é destacar que o tratamento correto e a adesão do paciente são de fundamental importância para que a doença seja vencida.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é sinusite?

É a inflamação dos seios paranasais – que podem ser divididos em maxilares, frontais e etmóides -, produzida por uma infecção, cuja origem pode ser bacteriana, fúngica ou viral.

A sinusite é crônica, quando permanece no tempo, e geralmente decorre de uma infecção dental. Outro tipo de sinusite é a aguda, que aparece depois de um resfriado, e a sua duração é limitada. Um resfriado pode produzir o bloqueio das aberturas dos seios nasais, produzindo uma alteração da pressão no interior dos mesmos e fortes dores.

A dor e a inflamação dos seios é o sintoma característico da sinusite. A localização da mesma determinará a região a ser acometida por dores: quando os seios afetados são os estmóideos, a dor localiza-se nos olhos e na parte superior da frente; quando somente existe dor de cabeça na frente, trata-se de sinusite frontal; e, finalmente, o esfenoidal estende a área de dor às regiões frontais e posteriores da cabeça. Quando esses sintomas encontram-se acompanhados de calafrios e febre, deve-se suspeitar que a infecção não ficou limitada aos seios paranasais.

O desaparecimento da infecção consegue-se com a limpeza, por drenagem, dos seios paranasais afetados. A primeira medida recomendada com esse objetivo, é a nebulização ou inalação de vapor, pois ajudam na drenagem da mucosidade. O uso de fármacos na vaporização deve ser limitado. Casos mais graves de sinusite, seja crônica ou aguda, podem ser tratadas com antibióticos ou, eventualmente, cirurgias.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte:http://www.grupoescolar.com/materia/sinusite.html

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *