O que são e para que serve os lisossomos?

Os lisossomos são organelas pequenas situadas no citoplasma da célula, envoltas por membrana e apresentando morfologia arredondada. Em seu interior estão armazenadas as enzimas que realizam a digestão intracelular, podendo conter lipases, proteases, nucleases e outros tipos de enzimas digestivas.

Essas enzimas lisossômicas são produzidas no retículo endoplasmático rugoso, passando pelo complexo de golgi, onde serão empacotadas na forma de vesículas primárias (lisossomo primário).

Possuem duas vias de atuação: a via secretória e a via endocítica.

Na via secretória as enzimas lisossômicas são produzidas e armazenas nas vesículas lisossômicas com destino ao meio extracelular.

Já na via endocítica, a síntese enzimática lisossomal tem particularmente sua ação voltada para o meio intracelular.

Sua função heterofágica pode ocorrer tanto por pinositose quanto por fagocitose, ficando restritas aos vacúolos alimentares, que se fundem aos lisossomos primários formando os vacúolos digestivos (lisossomo secundário).

O produto proveniente da digestão se difunde para o hialoplasma conforme a necessidade da célula. Após absorção, o vacúolo cheio de resíduos passa a ser chamado de vacúolo residual, secretado para o meio extracelular por clasmocitose.

Conforme a expressão gênica, a atuação das enzimáticas lisossômicas pode desencadear um processo de morte celular programada, mecanismo ainda pouco conhecido denominado de apoptose. Promovendo gradual digestão dos componentes da própria célula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *