Os albula vulpes

Albula vulpes, também designada popularmente por flecha, ubarana-rato, ubarana-focinho-de-rato, juruna, peixe-rato, arabaiana-rato, focinho-de-rato ou ubarana-boca-de-rato, é um peixe da família dos albulídeos. Chega a atingir 104 cm de comprimento e 9 Kg de peso. É uma espécie cosmopolita que vive em águas tropicais, no Atlântico ocidental, desde a Baía de Fundy ao sul do Brasil. É uma espécie apreciada em pesca desportiva, ainda que não o seja tanto como alimento, devido à presença de pequenos ossos na sua carne (daí o nome inglês “bonefish” ou peixe dos ossos). Crê-se actualmente que esta designação engloba mais do que uma espécie. Alimenta-se especialmente de crustáceos, ainda que diversos autores ainda refiram pequenos vermes e moluscos, como bivalves e lulas.



 Gíria


Uma pessoa é dita Juruna quando ela apresenta um comportamento bobo, banal, considerado idiota. Também pode ser chamado de Juruna uma pessoa que tem dificuldade em compreender o que está sendo dito (que vulgarmente seria chamado de burro). Por fim, quando uma pessoa está sendo desagradável também pode ser chamada de Juruna (o vulgarmente chamado chato).


Resumindo, a gíria Juruna serve como alternativo para: chato, burro, bobo, imbecil, pedante, etc.. E seria até recomendado usar ao invés das demais quando a intenção de ofender não for muito grande, uma vez que ela é uma palavra mais suave e não é considerada um palavrão pela sociedade em geral.



 Adjetivo


No Brasil, é muito comum chamar uma pessoa com traços indígenas (por exemplo, descendentes de índios, bolivianos, peruanos, amazonenses, etc.) de Juruna. Pois remete ao grande defensor dos índios Mário Juruna. Não é considerado de forma alguma ofensivo, é algo como chamar um oriental de Japonês ainda que ele seja Chinês, Coreano, etc..

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *