Pastora evangélica é dopada e torturada por várias horas em candeias

A cidade de Candeias situada a cerca de 56 quilometros de Conceição do Jacuípe foi palco de um crime bárbaro. A pastora evangélica Nívea de Jesus, 43 anos, deu entrada no Hospital Ouro Negro, neste domingo (3), após ser dopada, mantida como refém e torturada por várias horas, pelo então companheiro, José Hamilton dos Santos de 52 anos.
O crime aconteceu na casa da vítima, no condomínio Massuim, no bairro da Urbis I. Fontes próximas a pastora, contam onde Nívea onderia se divorciar de José Hamilton, porém ele não aceitava essa decisão.

Na noite de sábado (2), o acusado teria entrado na casa da pastora por volta das 22 horas e saído por volta das 5 da manhã, segundo contam as testemunhas. José Hamilton dopou a mulher aoremédios depois a amarrou na cama, espancou e ainda deferiu golpes de faca na vítima, onde acabou ferida na mão e na região do peito.

Ainda de acordo as informações, após o crime o acusado relatou o ocorrido a uma vizinha e em seguida fugiu do local. Nívea foi socorrida por familiares e levada para o hospital onde permanece internada. O caso é investigado pela 20ª Delegacia Territorial (DT/Candeias).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *