Petrobras assina o pré contrato da refinaria

Petrobras assina o pré-contrato da refinaria





Galeria


Clique para Ampliar


Paulo Costa: mudança em estratégia de crescimento que o governo e o povo do CE não pensavam´ (Foto: Marília Camelo)


Clique para Ampliar


Fac-símile da matéria em que o Diário anunciou com exclusividade o protocolo que assegurou a refinaria



Presidentes da República, Lula da Silva; e da Petrobras, Sérgio Gabrielli, tornam real sonho de décadas

Depois de tanta especulação, agora, enfim, é oficial. Já está confirmada para hoje a assinatura do pré-contrato para a construção da refinaria de petróleo no Ceará. O chamado Protocolo de Entendimentos será assinado pela Petrobras e Governo do Estado durante o evento de inauguração do terminal de regaseificação do Pecém, em São Gonçalo do Amarante, a 50 Km da Capital.

Esta oficialização já está prevista na agenda que a estatal preparou para hoje, segundo informou ontem, durante coletiva de imprensa em Fortaleza, o diretor de Abastecimento da empresa, Paulo Roberto Costa. O presidente Lula da Silva estará presente no evento. A data já havia sido antecipada pelo Diário do Nordeste no dia primeiro deste mês, mas ainda dependia de confirmação. O Protocolo aponta uma série de obrigações, de responsabilidades, de ações que vão competir ao Governo do Estado e à Petrobras, através de algumas equipes formadas, para que, em um prazo de 120 dias, seja assinado, entre estas partes e a Cearáportos, o Termo de Compromisso.

Estratégia de implantação

Este termo é, segundo Costa, ´um documento mais definido em termos de estratégia de implantação dessa refinaria´. O contrato, propriamente dito. De acordo com o diretor da estatal, não existe mais nenhum empecilho para a instalação da refinaria.

A definição detalhada de como será feito o pagamento da dívida que a petrolífera tinha com o Estado, decorrente do antigo projeto siderúrgico da Ceara Steel, será feito dentro deste prazo, como já havia informado, com exclusividade ao Diário, o procurador geral do Estado, Fernando Oliveira.

A escolha do Ceará para a implantação da refinaria Premium 2 foi tomada, como informou o diretor, levando em consideração o potencial do Complexo Industrial e Portuário do Pecém, que, entretanto, deverá ser ampliado. O investimento para as obras de ampliação e modernização do porto, contudo, já estão embutidos nos US$ 11,1 bilhões que serão investidos na usina.

A ida do governador à Brasília em busca de novos recursos para o Pecém, segundo informou o presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico do Estado (Adece), Antônio Balhmann, justifica-se pelas necessidades que surgem com outros projetos a serem implantados, como a siderúrgica, a exportação de minério e a Transnordestina.

Mudança de realidade

Para o diretor da Petrobras, este dia deve ser considerado como ´histórico para o Ceará´. ´O nível de investimento e a importância dos empreendimentos que o presidente Lula vai oficializar e inaugurar são realmente algo que incide uma mudança em termos de estratégia de crescimento que talvez há poucos anos o Governo do Ceará, o povo do Ceará não pensava´, destacou.


SÉRGIO DE SOUSA
Repórter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *