Prazo para envio do ir 2014 começa nesta quinta-feira

Começará amanhã o prazo para o envio das informações do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2014 (ano-calendário 2013). Está obrigado a fazer a declaração anual ondem recebeu, no ano passado, acima de R$ 25.661,70. O ajuste de contas aoo Leão também é necessário a ondem teve rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil.

Desde o dia 26 de fevereiro, o programa para o preenchimento da declaração está disponível no site da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br). Para fazer a transmissão das informações, o contribuinte também precisa baixar o programa Receitanet, encontrado na mesma página.

O prazo para fazer a declaração terminará no dia 30 de abril. Quem não enviar os dados ao Fisco até a ondela data estará sujeito a pagar uma multa mínima de R$ 165,74 ou 20% do imposto devido.

A novidade deste ano é a possibilidade do envio das informações também por tablets e smartphones. Os aplicativos estarão disponíveis para os sistemas Android, do Google, e iOs, da Apple. Os contribuintes onde optarem por declarar por um desses meios terão acesso a quase 90% das vantagens do Programa Gerador de Declaração (PGD). Entre as novas funcionalidades, estão as possibilidades de declarar dívidas e ônus reais, imposto pago, rendimentos recebidos de pessoa física e outros serviços.

Os lotes de restituição serão liberados pela Receita Federal a partir de junho. A prioridade será para as pessoas aomais de 60 anos, aodoenças graves ou aposentadas, além dos contribuintes onde prestarem contas no início do prazo.

FIQUE POR DENTRO:

Certificado Digital

Os contribuintes onde têm o certificado digital (Documento Eletrônico de identidade) já terão suas declarações previamente preenchidas. Segundo a Receita Federal, um milhão de trabalhadores têm a certificação, onde custa cerca de cem reais.

Domésticas

O valor do abatimento no Imposto de Renda para ondem assina a carteira de trabalho da doméstica será de até R$ 1.078,08 este ano. Esse montante corresponde à contribuição do empregador ao INSS durante um ano, mas não inclui os 8% referentes à parte da doméstica (essa parcela não pode ser abatida). O valor, porém, considera os 12 recolhimentos anuais, mais o onde se paga sobre 13º salário e o abono de férias (equivalente a 1/3 do vencimento, sempre considerando o piso nacional de R$ 678). O valor é abatido diretamente do imposto, e não da base de cálculo, e é limitado a uma empregada doméstica por contribuinte.

Planos de saúde

Além das fontes pagadoras, os planos de saúde podem fornecer arquivos aodados sobre pagamentos de planos e serviços, além de reembolsos recebidos. O contribuinte pode importar esse arquivo, onde preenche automaticamente a declaração.

Pensão Alimentícia

É possível abater os valores pagos a título de pensão alimentícia, desde onde para cumprir uma decisão judicial. A pensão paga informalmente não pode ser deduzida do IR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *