Processo de sorção e perda de agua em resina





























Autor: Eduardo Carrilho
[pt] Influencia da pressão e temperatura no processo de sorção e perda de agua em resina acrilica polimerizada por energia de microondas
Instituição de Defesa: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Odontologia de Piracicaba
Data de Defesa: 2000-12-06
Resumo: [en] The aim of the present work was verify the influence of the pressure and temperature on the index of the sorption and desorption of acrylic resin cured by energy of microwaves at 500W for 3 minutes and compared to the method of water bathing for 73 ±J: l°e for 9 hours. Eighty samples were made in agreement with the specification n.o 12 of Dental American Association. The samples were joined in 8 groups (GI, GIl, GlIl, GIV, GV, GVI, GVIl and GVIII) with 10 repetitions each one. The groups I to IV was cured by water bathing and the groups V to VIII were cured by microwaves energy, they were still divided with the following treatments of water sorption: (GI, GIII, GV and GVII) immersion in water, pressure sets, temperature of 37°e for 30 days; (GII, GIV, GVI and GVIII) immersion in water, pressure of 40 Lbs., temperature of 90oe for 60 minutes. After this period the groups were submitted to the sorption test described by the specification n.o 12 of A. D. A.. For the desorption test the groups were divided in: (GI, GII, GV and GVI) pressure sets, temperature of 37°e and inside dry heater; (GIII, GIV, GVII and GVIII) pressure sets, temperature of 37°e and inside the water in dry heater. The results were statistically analized by “t” test and when analized they allowed to conclude that the resins that were submitted to the sorption test gained water and consequently weight increasing, and the samples that were submitted to the pressure increase, temperature, whose desorption occurred inside the water, had their weight stabilized with no alterations. Keywords: acrylic resin, microwaves, water sorption, water desorption
[pt] O objetivo do presente trabalho foi verificar a influência da pressão e da temperatura sobre o índice de sorção e perda de água em amostras de resina termopolimerizável, processadas por energia de microondas à 500W durante três minutos, quando comparadas ao método de banho de água à 73 :t 1°C, por nove horas. Para tanto, foram confeccionadas 80 amostras, de acordo com a especificação n.o 12 da American Dental Association, reunidas em oito grupos (GI, GIl, GIII, GIV, GV, GVI, GVII e GVIII), com 10 repetições cada. Os grupos GI a GIV (grupo controle) continham as amostras processadas por banho de água, enquanto os grupos G V a G VIII continham as processadas por energia de microondas. A seguir, todos eles foram submetidos a dois tipos de tratamento de sorção de água: os GI, GIII, GV e GVII, ao de imersão em água destilada, pressão ambiente, temperatura de 37°C, por 30 dias; os GII, GIV, GVI e GVIII, ao de imersão em água destilada, pressão de 40 Lbs., temperatura de 90°C, por 60 minutos. Já no terceiro momento – teste de perda de água, os grupos foram assim divididos: os GI, GIl, GV e GVI foram submetidos à pressão ambiente, temperatura de 37°C e mantidos em estufa seca; os GIII, GIV, GVII e GVIII, à pressão ambiente, temperatura de 37°C e mantidos, dentro de um recipiente com água destilada, em estufa seca. Os resultados obtidos ao fim dos experimentos de (a) sorção de água e de (b) perda de água foram analisados estatisticamente pelo Teste t de Student e permitiram as respectivas seguintes constatações: a) da mesma forma que as do grupo controle, as amostras (GV, GVI, GVII e GVIII) polimerizadas por energia de microondas sorveram água. Deve-se ressaltar que, quando da análise e levando-se em conta o tipo de polimerização em relação ao tipo de sorção, não foi notada diferença significante; b) quando analisados os resultados do teste de perda de água, as amostras (GIII, GIV, GVII e GVIII) mantidas em estufa seca, porém dentro de um recipiente com água destilada, continuaram ganhando peso. Tais constatações ensejam concluir que as amostras polimerizadas por energia de microondas terão uma sorção total e organizada quando submetidas a uma pressão de 40 Lbs. (teste de sorção) e mantidas em água destilada à 3 7°C (teste de perda de água)
Titulação: Doutor em Clinica Dental
Contribuidor(es): Celia Marisa Rizzatti Barbosa [Orientador]
Saide Sarckis Domitti
Celia Marisa Rizzatti Barbosa
Haline Drummond Nagem de Aragão
Halim Nagem Filho
Wilkens Aurelio buarque e Silva
Assuntos: [pt] Polimerização
[pt] Resinas acrilicas
[pt] Protese dentaria completa
Documentos Digitais: Download Arquivo

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *