Quais os medicamentos para asma?

Medicamentos de alívio


Atualmente estão disponíveis nas farmácias vários medicamentos de alívio dos sintomas da asma, medicamentos chamados broncodilatadores.


Os broncodilatadores dilatam as vias aéreas que estão contraídas na crise asmática, permitindo assim, a melhor passagem do ar.


Os broncodilatadores mais utilizados estão disponíveis em sprays, popularmente conhecidos como bombinhas. Outros medicamentos, como, por exemplo, os corticóides inalatórios, também são dispensados em sprays; portanto, dizer que usamos uma bombinha para o controle da asma é a mesma coisa que dizer que tomamos um comprimido para controlar a pressão; ou seja, com esta simples explicação não é possível identificar qual tratamento está sendo realizado.


Ao contrário do que se pensa, as medicações liberadas em spray são bastante seguras. Ao inalar uma dose, o medicamento é liberado diretamente nos pulmões e seu efeito muito mais rápido. Por estarem rapidamente disponíveis nos locais de ação (os pulmões), são necessárias doses menores de medicamentos inalatórios em relação às doses que seriam necessárias caso o medicamento fosse administrado em comprimidos ou xaropes.


O uso de medicação broncodilatadora é destinado somente para o alívio dos sintomas da asma. Assim, toda vez em que houver necessidade de sua utilização em intervalos menores do que 4 horas é sinal de que a crise de asma é intensa, sendo então recomendado procurar assistência médica.


A medicação de alívio não pode ser o único medicamento para a asma. O paciente deve sim usar todos os dias a medicação de controle, determinada pelo médico, evitando assim a necessidade de uso de medicamento de alívio.


Medicamentos de prevenção


Os corticóides inalatórios são antiinflamatórios recomendados para a prevenção e controle da asma. Seu uso diário traz os seguintes benefícios:


Redução dos sintomas diurnos e noturnos;


Redução das exacerbações;


Redução do uso de medicação de resgate;


Melhora da função pulmonar;


Redução da inflamação;


Redução das faltas à escola e ao trabalho por causa da asma;


Redução das hospitalizações;


Melhor qualidade de vida.


Dois fatores são muito importantes para que estes benefícios sejam alcançados: uso correto do dispositivo e uso diário regular dos corticóides inalatórios.


Os corticóides inalatórios podem estar disponíveis em aerossol – spray ou em dispositivos de inalação em pó. Ambos liberam a medicação rapidamente aos locais onde precisam agir, as vias aéreas. Existem ainda outros medicamentos antiinflamatórios para o uso contínuo, dispensados por comprimidos para uso oral. Estes, porém não são tão eficazes quanto os corticóides inalatórios.



Os corticóides inalatórios não trazem alívio imediato dos sintomas, mas devem ser usados regularmente para que os sintomas não apareçam.


Tipo de inaladores


Existem vários tipos de inaladores no mercado que diferem na forma de liberação da medicação e em como são disparados. São eles:
Nebulizadores;


Aerossol dosimetrado spray ou “bombinha”;


Inaladores de pó-seco .


Como Usar o Inalador


A determinação do melhor dispositivo a ser utilizado deverá ser discutida com o médico; devem ser considerados o tipo de medicação, a facilidade de uso, a praticidade e o custo da medicação.


Ajudando seu médico a controlar a Asma


Use rotineiramente ou sempre que julgar necessário o medidor de pico do fluxo.


Faça registros de suas medidas de pico do fluxo, seus sintomas e a necessidade de medicação de alívio.


Se estiver apresentando sintomas, agende uma consulta para rever seu tratamento.


Durante a consulta, passe a seu médico todas as informações que considerar necessárias para que ele possa fazer uma avaliação segura do atual estado de sua asma.


Jamais omita a informação de que deixou de tomar a medicação ou exagerou no uso da “bombinha”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *