Qual a importância da recicalgem?

O que é?

A Reciclagem é a transformação dos resíduos depois de terem sido separados por famílias de materiais em novos objectos. Esta transformação faz-se através da utilização desses resíduos, substituindo-os por materiais novos no processo de produção. Há dois tipos de reciclagem, reciclagem primária e reciclagem secundária. Na reciclagem primária os resíduos são convertidos em produtos do mesmo tipo, na reciclagem secundária os resíduos são convertidos noutro tipo de produtos. Importância de reciclar

Por cada tonelada de papel reciclada evita-se o abate de 20 árvores, economiza-se 71% de energia eléctrica, 90% de água e 74% de poluição do ar. O plástico apresenta um tempo médio de decomposição entre os 200 e os 500 anos (dependendo da sua constituição química). Acrescendo ainda o facto da grande maioria dos plásticos serem fabricados a partir do petróleo, que é altamente tóxico e poluente, é imperativa a aposta na sua reciclagem. Os metais são obtidos a partir dos elementos presentes na terra que fazem parte dos recursos não renováveis. O alumínio demora cerca de 500 anos para se decompor, sendo, por isso, necessária a sua reciclagem. Por cada tonelada de vidro reciclado economiza-se cerca de1300 kg de areia, diminui-se a poluição atmosférica e hídrica. As pilhas e acumuladores contém inúmeros materiais tóxicos e perigosos que podem provocar poluição ao nível dos solos e das águas subterrâneas, podendo ainda provocar no homem doenças gravíssimas, como o cancro. Como tal, ao reciclar as pilhas estamos a recuperar compostos químicos que podem voltar a ser utilizados no fabrico de novos materiais.

Vantagens em reciclar

    * Economia das matérias primas essenciais;
    * Redução do montante de resíduos não biodegradáveis;
    * Fornecimento de matérias primas secundárias;
    * Economia de energia;
    * Remoção de materiais perigosos;
    * Redução do impacte ambiental causado pela extracção de recursos;
    * Criação de postos de trabalho;
    * Contribuição para um desenvolvimento sustentável;
    * Redução de resíduos a colocar em aterro.

Materiais recicláveis

-Papel e cartão

O papel e o cartão representam cerca de 25% da composição física dos RSU no nosso país e são a segunda fileira mais representativa.
A reciclagem de papel e cartão permite assim uma grande redução da quantidade de resíduos sólidos urbanos, permite evitar uma excessiva utilização dos recursos naturais, nomeadamente de matérias-primas como a madeira e a água e permite ainda reduzir bastante o consumo de energia.

Curiosidade 1000kg de papel reciclado = 20 árvores poupadas

1000kg de papel reciclado = 2000l água poupados

1000kg de papel não reciclado = 100 000l água



gastos

-Plástico Os plásticos constituem cerca de 9,5% do peso da totalidade dos lixos domésticos e são materiais produzidos a partir de recursos naturais como o petróleo, o gás natural, a hulha e o sal comum
A reciclagem do plástico permite assim, entre outras coisas, a:

    * Poupança de matérias-primas não renováveis, como o petróleo;
    * Redução do consumo de energia na fabricação de materiais plásticos;
    * Transformação de produtos de vida curta (embalagens), em produtos de vida longa;
    * Redução dos encargos com a remoção e tratamento de RSU.

-Vidro

A partir de uma tonelada de casco, pode produzir-se uma tonelada de vidro novo. Trata-se de um rendimento de 100 %, logo uma situação extremamente favorável à indústria do vidro de embalagem. Para obter a mesma quantidade de vidro a partir de matéria-prima seria necessário 1,2 toneladas da mesma. Por cada 10 % de casco adicional que é introduzido num forno, obtém-se 2,5 a 3 % de poupança no consumo de energia. Caso fosse possível obter casco em qualidade e quantidade suficiente, para ser 100 % o valor de incorporação deste num forno, então a poupança seria de 25 a 30 %. É de salientar que as fábricas de vidro de embalagem existentes em Portugal (algumas delas bastante antigas) possuem de um modo geral a melhor tecnologia disponível internacionalmente, pois caso contrário não teriam capacidade competitiva.

Ecoponto

O que é?



Um ecoponto é um conjunto de contentores onde se depositam materiais como o papel e cartão, embalagens de plástico e de metal vidro e pilhas. Os ecopontos localizam-se em locais públicos, como feiras, escolas, complexos desportivos,etc.

    * Ecoponto Azul: papel e cartão.
    * Ecoponto Verde: garrafas e embalagens de vidro.
    * Ecoponto Amarelo: embalagens de cartão complexo, plástico e metal.
    * As pilhas colocadas no pilhão vermelho.

Ecocentro

O que é?

Depois de recolhidos dos ecopontos, os materiais seguem para o ecocentro, que são conjuntos de contentores de grandes dimensões destinados a receber e a armazenar separadamente os resíduos que podem ser reciclados e que recebem também outros materiais, tais como electrodomésticos velhos, restos de madeira e óleos usados. A partir daqui, os resíduos seguem para os centros de triagem, onde os operadores especializados separam o papel do cartão, as embalagens plásticas das metálicas, etc.

Política dos 3Rs

    * Reduzir a quantidade de lixos produzida em cada habitação através de pequenos gestos, como por exemplo, comprar produtos a peso, reduzindo a quantidade de embalagens que vai para o contentor.
    * Reutilizar, ou seja voltar a utilizar o mesmo produto mesmo que seja para um fim diferente. Alguns exemplos poderão passar pela utilização das folhas de papel em ambos os lados, utilização de pilhas recarregáveis, etc.
    * Reciclar, ou seja transformar materiais usados em novos materiais. Esta será a última alternativa, quando não for possível reduzir nem reutilizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *