Qual a verdadeira cura?

É muito interessante refletir o porque algumas pessoas ainda se mantém na rusticidade e obscuridade espiritual não aceitando e entendendo as purificações, seja pelas preocupações, dificuldades ou contrariedades. Precisamos, todos, ficarmos alerta para a grande realidade da grande Teia da Vida. Nenhuma verdade é exclusiva e nada pertence a um único ser e ninguém é dono de ninguém. Tudo isso é tão evidente como é lúcido o fato de já começarmos a entender que não existe coincidência.
Não há exclusividade em uma verdade como não há coincidência acerca de nossos encontros causais. Sempre existe algo mais entre nós e o que vemos e sentimos. Este algo mais que está oculto na informação, e que só é vista com muita percepção e dependendo de nosso momento, de nossos sentimentos e de nossa evolução. Qualquer um de nós pode atingir a iluminação. Todos podem chegar ao topo da iluminação e, por paradoxal que possa parecer, este é o caminho, esta é a busca e a LUZ a verdade que está à nossa frente. Só não a vemos, dependendo da emoção, das dificuldades que estamos vivendo no momento. Mas ela está ali, esperando para ser vista e usada.
Os humanos precisam acordar e assim perceberem que as maiores verdades estão disponíveis e que seremos heróis ou escravos de nossa mente. Nós determinamos as nossas verdades e com elas viveremos nossas alegrias ou tristezas. Não há exclusividade ou superdotação. Assim acontece com as idéias. Elas não são exclusivas. Pertencem a todos e se apoderam delas os mais rápidos e aqueles que buscam sua autopreparação. Os que estão aptos para verem. Aquele que não tem medo do futuro.
Muitos buscam entender suas dificuldades em livros de auto-ajuda e lêem cada vez mais. Sempre buscando mais saber, mais verdades. Esquecem, assim, que há uma grande ilusão neste único caminho. Muitos se atrapalham ainda mais por inteiro. Só haverá o encontro com o Eu quando começar a olhar para o seu interior. Ali está a sua verdade. É fundamental buscarmos saber mais, mas o autoconhecimento vem primeiro. Saber o que realmente somos e porque chegamos a este ponto é que faz toda a diferença. Trilhar o caminho é bom, visitar ajuda, fazer o caminho é importante, mas e depois? O que vamos fazer com este conhecimento? Só ter conhecimento é pura enganação; engano, dependência e frustração, quando retornamos à nossa realidade de vida.
É preciso aplicar o conhecimento Universal da Sabedoria Infinita. A verdade faz parte de todos nós. Nascemos com muito mais energia positiva que negativa. Mas, porque as negativas vencem, muitas vezes? Porque para sermos nulos basta não fazer nada e aceitar que o Inconsciente Coletivo pense por nós. Para sermos negativos é só convivermos com a matéria e acharmos que a verdade está nela. Sermos positivos exige muito trabalho; inteligência, raciocínio, dedicação, disciplina e autoconhecimento.
Não se esqueça que a nossa Cura vem de dentro, está acomodada dentro de cada um de nós e este suprimento provém do exercício das coisas que parecem impossíveis de serem realizadas, dos nossos pensamentos e do que atraímos através deles e com um único segredo: fazer tudo com muito amor levando em consideração nossos semelhantes. Atente-se, pois tudo passa tão rápido nesta existência; assim como o amor se assemelha à flor, que nasce e morre, quando não se espera. Exale o perfume de seu coração através da sua essência Divina. Boas energias. Eu acredito em você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *