“Então, ordenou Jesus: Tirai a pedra. Disse-lhe Marta, irmã do morto: Senhor, já cheira  mal, porque é de quatro dias. Respondeu-lhe Jesus: Não te disse eu que, se creres,  verás a glória de Deus?” (João 11:39-40).


 


Uma das primeiras reações das pessoas, diante de problemas de difíceis soluções, é só enxergar obstáculos. Foi o que Maria enxergou: Senhor, já cheira mal, porque é de quatro dias. De nada adiantaria remover a pedra da entrada do túmulo de seu irmão Lázaro.


 


Fazer Lázaro voltar à vida era uma tarefa impossível aos homens, mas possível a Deus. Remover a pedra, porém, era uma tarefa que os homens poderiam fazer. E Jesus deixou esse trabalho a cargo deles.


 


Um milagre requer uma parceria entre Deus e o homem. O homem entra com a fé; Deus entra com a ação sobrenatural.


 


Se o homem não entra com sua parte, a fé, o milagre não vem, pois “sem fé é impossível agradar a Deus”. É óbvio que Deus pode fazer tudo só, mas agrada a Deus a fé nele depositada pelo homem. Por isso a Bíblia diz: “Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração” (Salmo 37.4)


 


O evangelho de Mateus (13.58) registra que Jesus deixou de fazer milagres em Nazaré devido à incredulidade das pessoas. Uma coisa é a fé teórica; outra coisa é a fé provada, vivenciada; é a maravilhosa experiência da relação homem/Deus nos momentos mais difíceis da vida.


 


Há vezes em que, diante de uma tribulação, de um problema de difícil solução, sentimo-nos desanimados, abatidos, e não temos disposição para remover a pedra que impede nosso acesso à solução dos problemas; só pensamos no “mau cheiro” dos problemas.


 


Mas Deus, que é maior que todos os problemas, nos diz: Tirai a pedra!


 


Se nós não removermos a pedra da nossa incredulidade, se não exercermos a nossa fé, perderemos a oportunidade de dizer, como Jó: “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem” (Jó 42.5).


 


Você está passando por alguma situação difícil?  Esse problema já é de “quatro dias” e já “cheira mal”? Já recorreu a Deus e a resposta ainda não chegou? Continue confiando; Ele sabe o tempo de te dar a bênção.


 


Não desanime. Remover a pedra significa fazer a sua parte para a solução do problema. Exerça sua fé,  Ele espera que você faça sua parte, sem o que você não verá a glória de Deus.


 


Era impossível a Naamã mergulhar no rio sete vezes para ficar curado da lepra?  Não.


 


Era impossível aos discípulos lançarem a rede outra vez ao mar para terem sucesso na pescaria?  Não.


 


Era impossível aos apóstolos recolherem cinco pães e dois peixes pra que Jesus os multiplicasse e alimentasse a multidão?  Não.


 


Era impossível aos serventes nas bodas em Caná da Galiléia encherem as talhas com água para que Jesus a transformasse em vinho?  Não.


 


Queremos ver milagres em nossa vida? Então, não duvidemos das promessas de Deus.


 


Se diante de um problema Ele nos mandar remover a pedra que serve de obstáculo à solução esperada, obedeçamos.


 


Deus sabe até onde vai a nossa capacidade de lutar, e não deixará que carreguemos fardos superiores à nossa força.  Ele não espera o impossível de nós, e sabe o tempo certo de agir em nosso favor.


 


Então, quando diante de um problema sentires que, realmente, nada podes fazer, e que se esgotou toda tua capacidade física, mental, emocional e espiritual… Lembra-te que Deus é maior que todos os problemas, e que ainda te resta a fé.


 


Disse Jesus: “No mundo passais por aflições; mas tende bom animo; eu venci o mundo”.  (João 16.33).


 


Se você conhece alguém que está abatido em conseqüência de aflições e que está enfrentando momentos difíceis em sua vida, repasse esta mensagem; abençoe uma vida, tal qual fomos um dia abençoados, pois nada poderá nos separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus (Romanos 8.35).


 


Lembre-se: A fé é o gatilho da providência divina.


 

Fonte: Nerivaldo.Lopes