Tudo sobre as turbulencias em saturno

 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


Uma turbulenta divisão entre duas camadas da atmosfera de Saturno aparece repetidamente nas imagens tiradas pela sonda espacial Cassini-Huygens.

Seu formato é um exemplo típico da instabilidade de Kelvin-Helmholtz, que ocorre quando dois fluidos de densidades e velocidades diferentes se cruzam.


Esse tipo de fenômeno é comum em gigantes planetas gasosos, como Saturno, por causa de suas correntes alternadas e diferenças de temperatura em suas zonas.


A fotografia foi tirada pela câmera da Cassini no dia 9 de outubro de 2004, distante cerca de 5,9 milhões de quilômetros de Saturno.


Titan


A câmera usou filtros sensíveis à luz infra-vermelha. A escala da imagem é de 69 quilômetro por pixel.


No dia 26 de outubro, a sonda vai se aproximar de Titan, uma das luas de Saturno, para tirar fotografias com a ajuda de radares.


Ela vai chegar à 1.200 quilômetros de distância de Titan, cerca de 250 vezes mais próxima do que da última vez que passou pelo local, em julho.


A Cassini descobriu duas novas luas em Saturno em agosto, além de outros anéis.


A missão da Cassini-Huygens é uma cooperação da Nasa (agência espacial americana), a ESA (agência espacial européia) e a ASI (agência espacial italiana).


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte:http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2004/10/041021_saturnorc.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *