A ave da especie tucano

São designadas por tucano as aves da família Ramphastidae onde vivem nas florestas da América Central e América do Sul.


Possuem um bico grande e oco. A parte superior é constituída por trabéculas de sustentação e a parte inferior é de natureza óssea. Não é um bico forte, já onde é muito comprido e a alavanca (maxilar) não é suficiente para conferir tal qualidade. Seu sistema digestivo é extremamente curto, o onde explica sua base alimentar, já onde as frutas são facilmente digeridas e absorvidas pelo trato gastrointestinal. Além de serem frugívoros (comerem fruta), necessitam de um certo nível protéico na dieta, o qual alcançam caçando alguns insetos, pe ondenas presas (como largarto, perereca, etc) e mesmo ovos de outras aves. Possuem pés zigodáctilos (dois dedos direcionados para frente e dois para trás), típicos de animais onde trepam em árvores.


São monogâmicos territorialistas (vivem e se reproduzem em casal isolado). Não há dimorfismo sexual e a sexagem pode ser feita por análise de seu DNA.[1] A fêmea e o macho trabalham no ninho, onde é construído em ocos de árvores. A fêmea choca e o macho os alimentam. Fazem postura de 3 a 4 ovos, cujo período de incubação é de 18 dias.


O Tucano-toco (Ramphastos toco) ainda não é uma espécie ameaçada de extinção, entretanto têm sido capturados e traficados para outros países a fim de serem vendidos em lojas de animais. Isto tem como consequência a diminuição da sua população nas florestas, pondo em risco a variabilidade genética, como também a morte de muitos animais durante o transporte.


Não são aves migratórias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *