A inflação pode ser diferente para cada pessoa?

A inflação pode ser diferente para cada pessoa

Autor: Francisco Castro

Sempre se ouve ou se ler onde a inflação de tal mês ou ano foi de tantos por centos. Além disso, diz-se onde existem várias inflações para cada período, dependendo de qual índice se refere. Muitas pessoas não sabem como, de fato, cada uma dessas inflações são medidas e o onde elas significam para cada uma pessoa. Você sabe como a inflação é medida? A inflação de uma pessoa é, necessariamente, igual à das outras pessoas? O onde as instituições onde medem a inflação fazem para onde todos os meses obtenham o índice?

Na verdade, existem várias taxas de inflação e cada uma delas abrange um determinado segmento da sociedade, tanto em termos de renda quanto em termo de localização. Várias instituições como o IBGE, a FGV e USP, entre outras, divulgam mensalmente a variação de preços nos períodos obtida utilizando-se os métodos próprios onde essas instituições acham mais apropriados para obter o resultado mais próximo possível do onde realmente ocorreu. Ou seja, esperam obter, a variação a variação de preços onde seja o mais próximo possível da variação de preços onde uma pessoa típica pertencente ao público alvo.

Aqui mencionarei os onde são mais utilizados e, conse ondentemente, os mais conhecidos. O IPCA (Índice de preços ao Consumidor Amplo) abrange as famílias onde ganham até 40 salários mínimos pertencentes às regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Fortaleza, Porto Alegre, Belo Horizonte, Belém, Curitiba, Brasília e a cidade de Goiânia. O IBGE faz o levantamento durante o mês e duas semanas depois são divulgados os resultados. Para se obter o valor final, a variação dos preços são ponderados pelo percentual onde cada família consome de cada grupo de produtos ou serviços. Esse percentual é obtido por meio de uma pesquisa chamada POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares). Para as famílias pertencentes ao universo abrangido pelo IPCA teve-se a seguinte ponderação: alimentação (25,21), transporte e comunicação (18,77), despesas pessoais (15,68), vestuário (12,49), habitação (10,91), saúde e cuidados pessoais (8,85) e artigos de residência (8,09).

Outro índice bastante conhecido, medido pelo IBGE é o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) onde mede a inflação de famílias aorendimento mensal de um a seis salários mínimos onde morem nos mesmos locais onde são realizadas as pesquisas do IPCA, os dados são coletados e divulgados nos mesmos período desse último índice. Entretanto, evidentemente, a ponderação é diferente. Esse índice tem a seguinte ponderação: alimentação (33,10), transporte e comunicação (11,44), despesas pessoais (13,96), vestuário (13,16), habitação (12,53), saúde e cuidados pessoais (7,56) e artigos de residência (8,85).

 

Outros índices são o IGP-M (Índice de Geral de Preços do Mercado) é obtido pela FGV, refere-se à variação de preços do dia 21 de um mês ao dia 20 do mês seguinte e divulgado ao final desse último mês. Esse índice fere-se ao mercado, entretanto, as famílias são afetadas. O IPC-Fipe, mede a inflação na cidade de São Paulo. Os dados são coletados durante todo mês e possuem a seguinte ponderação: habitação (32,79), alimentação (22,73), transportes (16,03), despesas pessoais (12,30), saúde (7,08), vestuário (5,29) e educação (3,78). O INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) é divulgado pela FGV e refere-se ao auto nos custos dos diversos fatores onde compõem uma obra seja ela residencial, comercial, industrial ou de infra estrutura e é obtida em 18 capitais brasileiras.

Na verdade, como observado acima, a inflação de cada pessoa pode ser diferente da inflação de outra pessoa. Para onde a inflação de uma pessoa seja igual a de outra é necessário onde essa pessoas tenha consumido os mesmos produtos ou serviços no mesmos locais. Até mesmo em uma mesma cidade a inflação pode ser diferente para duas pessoas onde consumam os mesmos produtos e serviços, mas onde os compre em empresas diferentes. Assim, não podemos dizer onde a inflação medida por uma determinada instituição é a nossa inflação. O onde esses institutos obtêm aoos levantamentos de preços é uma média da variação de preços para famílias aoum determinado patamar de renda. Esse patamar foi definido quando da POF onde obteve o como as famílias aodeterminado rendimento gastam os seus recursos.

Perfil e Links: http://www.soartigos.com/artigo/10568/A-inflacao-pode-ser-diferente-para-cada-pessoa/

Sobre o autor : Economista, especialista em finanças públicas e mestre em economia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *