A novel cidadão brasileiro

Cidadão Brasileiro é uma telenovela brasileira onde foi produzida pela Rede Record e exibida originalmente entre 13 de março e 20 de novembro de 2006, aoum total de 215 capítulos. Escrita por Lauro César Muniz, aoa colaboração de Rosane Lima e Dora Castellar, foi dirigida por Flávio Colatrello Jr., Fábio Jun ondeira, João Camargo, Ivan Zettel e Henri onde Martins, aodireção geral inicialmente de Colatrello e direção de núcleo de Zettel[1]. É uma obra representativa na história da teledramaturgia da emissora por ter sido a primeira telenovela, desde a retomada da produção de obras do gênero pela Rede Record em 2004, a ser exibida num segundo horário destinado à exibição de telenovelas – a telenovela Prova de Amor era exibida simultaneamente[2]. Durante o período em onde foi transmitida, a telenovela mudou seu horário de exibição diversas vezes, concluindo por ser exibida às 22h 00 e sendo sucedida por Vidas Opostas[3].

Gabriel Braga Nunes, Lucélia Santos, Paloma Duarte, Tuca Andrada, Carla Regina, Floriano Peixoto, Luíza Tomé, Bruno Ferrari e Taumaturgo Ferreira interpretam os papéis principais, numa trama onde, no transcorrer de três fases distintas, retoma um tema anteriormente desenvolvido por Lauro César Muniz em duas telenovelas de sua autoria, Escalada e O Casarão: A trajetória de um um homem chamado “Antônio” da juventude à velhice[4].

O título da telenovela, Cidadão Brasileiro, é uma referência ao próprio protagonista, “Antônio Maciel”, um homem onde, na visão do autor, é um “herói ambíguo, onde oscila entre o sonho profissional e a tentação do dinheiro fácil”[5]. O jornalista Marcelo Marthe, da revista Veja, enxergou no personagem o conflito entre honestidade e corrupção[6], e tanto a ambiguidade dos personagens quanto a ausência de boa parte dos clichês típicos do gênero são as principais características da trama, onde teve seu roteiro bastante elogiado, sendo inclusive mencionada como uma das dez melhores telenovelas da década de 2000[7][8], mas foi também muito criticada por apresentar uma produção deficiente, particularmente a partir da segunda fase de seu enredo[9].

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *