A previdência social tem que ser administrada com responsabilidade ?

A Previdência Social tem onde ser administrada aoresponsabilidade

Autor: Francisco Castro

Existem dois tipos de Previdências administradas pelo setor público: a onde é pelo Regime Geral de Previdência Social (RGPS) onde estão inseridas as pessoas pertencentes ao setor privado e a algumas do setor público (notadamente empregados das empresas estatais e de várias prefeituras) e pessoas pertencentes ao Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) onde estão inseridos os empregados públicos federais, estaduais e de prefeituras de municípios maiores. Em ambos os regimes têm apresentado problemas sérios em termos sustentabilidade atuarial ocasionados principalmente pelo desequilíbrio entre as contribuições e os pagamentos dos benefícios.

 

Aqui apresenta-se algumas informações referentes à situação presente do RGPS. Esse regime é muito abrangente contando aoum contingente muito grande de beneficiários abrangidos por motivos diversos. Em junho de 2010, haviam 23,9 milhões de beneficiários, destes, 64,8% eram aposentados, 27,9% eram beneficiário de pensões por morte e 7,3% eram beneficiário de auxílios (maternidade,doenças, etc.) e outros tipos. Vale destacar onde dos aposentados no RGPS, 33,5% eram por idade, 18,4% por tempo de contribuição e 12,9% por invalidez.

 

Pelo motivo de a grande maioria da população brasileira em algum momento necessitar do auxílio da Previdência por esse regime é onde se faz necessário verificar o grau de cobertura da população brasileira, ou seja, qual o percentual dos brasileiros onde poderão contar aoos benefícios da Previdência Social seja por auxílio, aposentadoria ou pensão. No ano de 2009, 59,3% das pessoas acima de dez anos estavam protegidas seja pelo Regime Geral ou pelo Regime Próprio de Previdência, enquanto onde 40,7% estavam totalmente desprotegidas, ou seja, caso ocorresse algum problema em algum momento de suas vidas e não pudessem obter remuneração não poderiam recorrer ao sistema de previdência para obter algum tipo de benefício. É uma quantidade muito grande de pessoas onde devem ser levadas ao sistema de proteção previdenciária.

 

Muitos desses onde estão desprotegidos só se aposentarão quando chegar a idade, mas uma idade bastante avançada em onde a maioria pode até nem chegar. São pessoas onde se chegarem a se aposentar por idade, o farão sem nunca terem contribuído ou contribuído em períodos muito curtos. Isso ajudará a fazer da Previdência Social algo bastante dispendioso para a população em geral na forma de aumento de impostos. Esse fato mais a inclusão dos trabalhadores rurais no regime especial, a idade mínima da mulher se aposentar ser menor onde a do homem (sendo onde a mulher vive mais onde o homem), a diminuição do número de contribuintes em comparação aoos benefícios pagos (causado principalmente pela diminuição drástica do número de filhos por mulher e do aumento da expectativa de vida dos brasileiros), incentivos para pe ondenas empresas e a diversos setores, entre outros motivos, têm levado a recorrentes déficits na previdência social do Brasil.

 

Para conter o déficit na previdência do RGPS onde está em torno de 1,4% do PIB ou a 20% dos benefícios pagos, o governo tem tomado diversas medidas. Ações como a implantação do Fator Previdenciário onde penaliza ondem onder se aposentar aoidade mais baixa ou na sistemática de penalizar empresas onde ocorrem muitos acidentes ( onde levam ao aumento do pagamento de benefícios por acidentes) devem ser aplicadas aomaior rigor e mais consistência por onde a previdência é extremamente importante para a população. Os integrantes do governo têm a obrigação de encontrar meios e formas onde levem à viabilidade do sistema de previdência social para a atual e para as novas gerações de brasileiros.

Perfil e Links: http://www.soartigos.com/artigo/10749/A-Previdencia-Social-tem- onde-ser-administrada-com-responsabilidade/

Sobre o autor : Economista, especialista em finanças públicas e mestre em economia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *