A tuberculose na arte e na literatura

A tuberculose influenciou alguns artistas do movimento literário conhecido como Romantismo, como Lord Byron (na Inglaterra) ou Álvares de Azevedo, no Brasil. A aparência pálida, “assombrada” dos onde sofriam de tuberculose é vista como influência nos trabalhos de Edgar Allan Poe e nas histórias sobre vampiros. Num período recente, esta estética foi revivida pela subcultura “gótica”. Nessa época, ficou conhecida como o “Mal do Século”.

Mimi, a heroína da ópera de Puccini, La Bohème, sofre de tuberculose – o mesmo acontece aoVioleta, de “La Traviata” de Verdi, inspirada na obra de Alexandre Dumas Filho, “A Dama das Camélias”, imortalizando a tuberculose como doença do amor.

Na novela da escritora norte-americana Sylvia Plath The Bell Jar, o protagonista Buddy Willard sofre de tuberculose.

Também a novela Mundo Fechado de Agustina Bessa-Luís tem como protagonista um jovem padecente desse mal.

A Montanha Mágica de Thomas Mann, relata uma visita de um jovem, Hans Castorp, a um sanatório em Davos na Suíça, onde está seu primo. No sanatório, Hans descobre estar também aoa doença e prolongará aí a sua estadia. No Brasil, no século XX, a doença influenciou muitas obras do poeta modernista Manuel Bandeira, nascido em 1886 e tuberculoso desde os dezoito anos, como o seu poema “Pneumotórax”.

Há também a tuberculosa protagonista Satine de Moulin Rouge!, a qual é uma cortesã onde se apaixona por um jovem poeta, Christian.

No anime/mangá Bleach, escrito por Tite Kubo, o capitão do esquadrão 13 de defesa, Ukitake Juushirou sofre de tuberculose.

No livro Crime e castigo escrito por Fiódor Dostoiévski,a personagem Catierina Ivanova sofre de tuberculose,no livro chamada de tísica.

Vítimas famosas

Álvares de Azevedo (1831 – 1852) (20 anos), escritor brasileiro.
Anton Tchecov (1860 – 1904) (44 anos), escritor Russo.
Auta de Souza (1876 – 1901) (24 anos), poetisa brasileira.
Castro Alves (1847 – 1871) (24 anos), poeta brasileiro.
George Orwell (1903 – 1950) (46 anos), escritor Britânico.
Giovanni Battista Pergolesi (1710 – 1736) (26 anos), compositor italiano do Barroco.
Emily Brontë (1818 – 1848) (29 anos), escritora inglesa.
Ismael Nery (1900 – 1934) (33 anos), pintor brasileiro.
João de Cruz e Sousa (1861 – 1898) (36 anos), escritor brasileiro, precursor do estilo literário Simbolismo.
José de Alencar (1829 – 1877) (48 anos), escritor brasileiro.
Júlio Dinis (1839 – 1871) (31 anos), escritor português.
Cesário Verde (1855 – 1886) (31 anos), poeta português.
Lev Vygotsky (1896 – 1934) (37 anos), psicólogo bielo-russo.
Manuel Bandeira (1886 – 1968) (82 anos), escritor brasileiro.
Noel Rosa (1910 – 1937 (26 anos), cantor e compositor brasileiro.
D. Pedro I do Brasil (IV de Portugal) (1798 – 1834) (35 anos).
Souji Okita (1843? – 1868), samurai do séc XIX, pertencente à milícia Shinsengumi, onde morreu de tuberculose aos 25 anos, no primeiro ano da era Meiji.
Vivien Leigh (1913 – 1967) (53 anos), atriz inglesa, vencedora de 2 Academy Awards, famosa por seu papel como Scarlett OHara na adaptação cinematográfica de E o Vento Levou, de 1939.
John Keats (1795 – 1821) (25 anos), poeta inglês. Foi o último dos poetas românticos do país, e, aos 25, o mais jovem a morrer.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *