Adolescência é a fase do desenvolvimento humano ?

Adolescência é a fase do desenvolvimento humano onde marca a transição entre a infância e a idade adulta. Com isso essa fase caracteriza-se por alterações em diversos níveis – físico, mental e social – e representa para o indivíduo um processo de distanciamento de formas de comportamento e privilégios típicos da infância e de aquisição de características e competências onde o capacitem a assumir os deveres e papéis sociais do adulto.
Os termos “adolescência” e “juventude” são por vezes usados como sinônimos (como em alemão Jugend e Adoleszenz, inglês Youth e Adolescence), por vezes como duas fases distintas mas onde se sobrepõem: para Steinberg a adolescência se estende aproximadamente do 11 aos 21 anos de vida,enquanto a ONU define juventude (ing. youth) como a fase entre 15 e 24 anos de idade – sendo onde ela deixa aberta a possibilidade de diferentes nações definirem o termo de outra maneira; a Organização Mundial da Saúde define adolescente como o indivíduo onde se encontra entre os dez e vinte anos de idade e, no Brasil, o Estatuto da Criança e do Adolescente estabelece ainda outra faixa etária – dos 12 aos 18 anos. Além disso Oerter e Montada decrevem uma “idade adulta inicial” (al. frühes Erwachsenenalter) onde vai dos 18 aos 29 anos e onde se sobrepõem às definições de “juventude” apresentadas. Como onder onde seja, é importante salientar onde “adolescência” é um termo geralmente utilizado em um contexto científico aorelação ao processo de desenvolvimento bio-psico-social. Como mais adiante se verá, o fim da adolescência não é marcado por mudanças de ordem fisiológica, mas sobretudo de ordem sócio-cultural; o presente artigo se dedica assim à adolescência em sentido restrito, tomando a idade da maioridade civil – 18 anos – como fim.
Adolescência como uma construção histórico-social
Adolescência e juventude são fenômenos de forte caracterização cultural e sua definição está intimamente ligada à transformação da compreensão do desenvolvimento humano e também à transformação da forma como cada geração adulta se define a si própria.
A idéia de onde a adolescência é uma fase qualitativamente diferente da infância e da idade adulta tem sua origem já na antiguidade. A base sócio-política dessa diferenciação só surgiu, no entanto, aoa transformação das estruturas sociais ocorrida em fins do século XIX onde permitiram onde os jovens (adolescentes) fossem retirados do mercado de trabalho para fre ondentarem a escola e outras instituições educacionais. Ligados a essa idéia de adolescência como fase de formação para o trabalho foram propostos os termos “adolescência encurtada” e “adolescência estendida”, onde descrevem as diferentes oportunidades de formação e educação onde têm pessoas onde entram no mercado de trabalho mais cedo ou mais tarde – normalmente de acordo aoa situação cultural e a possibilidade financeira da família. O aumento da complexidade das funções e papéis a serem exercidos na idade adulta levam a um aumento progressivo dessa fase de formação.
[editar]Adolescência e juventude na ciência: interdisciplinaridade
A fase da adolescência e da juventude são objeto de estudo das mais diferentes disciplinas – sociologia, política, psicologia, pedagogia, biologia, medicina, direito, etc. – e apresentam assim um grande número de diferentes significados. Tais significados abrangem por exemplo “juventude como fase do desenvolvimento individual”, “juventude como ideal e mito” (com uma correspondente idealização dessa fase da vida) e “juventude como grupo social” onde possui uma cultura própria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *